FILMES E SÉRIES

Dave Chappelle e Ricky Gervais

Divulgação/Netflix

TED SARANDOS

Chefão da Netflix defende comediantes após piadas transfóbicas

Dave Chappelle e Ricky Gervais causaram polêmica com comentários em especiais de comédia

André Zuliani

Ted Sarandos, chefão da Netflix, voltou a defender os comediantes Dave Chappelle e Ricky Gervais após o segundo causar polêmica por fazer piadas transfóbicas em Supernatureza, novo especial de comédia do serviço de streaming. O CEO da plataforma validou os comentários dizendo que a dupla tem liberdade artística em seus shows.

Em entrevista ao jornal The New York Times, Sarandos afirmou ter se surpreendido com a reação negativa do público com os comentários feitos pela dupla, mas não hesitou em defender Chappelle. No ano passado, o executivo chegou a pedir desculpas por “passar pano” pelas piadas transfóbicas feitas pelo humorista no especial Encerramento (The Closer), também da Netflix.

“A única maneira de comediantes entenderem o que é aceitável é ultrapassando alguns limites de vez em quando. Eu acho que é muito importante para a cultura norte-americana ter liberdade de expressão”, pontuou.

“Estamos com uma programação para pessoas diversas que têm opiniões e estilos diferentes, mas não estamos fazendo tudo para todos. Queremos algo para todos, mas nem tudo vai ser para todos”, acrescentou.

No caso de Chappelle, cujos comentários deram origem a uma passeata de funcionários da Netflix da comunidade LGBTQIA+ contra o posicionamento da plataforma, Sarandos afirmou não ter sido um grande desafio defendê-lo. Para o chefão, foi uma oportunidade para as pessoas –incluindo o comediante– colocarem seus princípios em jogo.

“Foi uma oportunidade de pegar alguém, como no caso de Dave, que é, em todos os aspectos, o comediante da nossa geração, o comediante mais popular da Netflix com certeza. Ninguém diria que o que ele faz não é consciente ou inteligente. Você simplesmente não concorda com ele”, acrescentou.

Apesar de não se aprofundar na polêmica envolvendo Gervais, Sarandos afirmou que suas opiniões sobre o problema com Chappelle também se aplicam ao comediante britânico. Criador da versão original de The Office (2001-2003), Gervais recebeu uma chuva de críticas por fazer piadas transfóbicas, mas revelou já esperava tal reação do público em entrevista à revista Entertainment Weekly.

“Todo mundo vai reclamar de tudo o que está ali [no especial da Netflix]. Toda e qualquer fala, alguém vai reclamar. Eu nem sei o que dizer, de verdade. Para mim não tem nada controverso nisso, são apenas piadas”, argumentou.

Os especiais de comédia de Dave Chappelle e Ricky Gervais já estão disponíveis no catálogo da Netflix no Brasil.

Informar Erro
Falar com a equipe
QUEM FEZ

André Zuliani

Repórter de séries e filmes. Viciado em cultura pop, acompanha o mundo do entretenimento desde 2013. Tem pós-graduação em Jornalismo Digital pela ESPM e foi redator do Omelete.

Ver mais conteúdos de André Zuliani

0 comentário

Tangerina é um lugar aberto para troca de ideias. Por isso, pra gente é super importante que os comentários sejam respeitosos. Comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, com palavrões, que incitam a violência, discurso de ódio ou contenham links vão ser deletados.

Acesse sua conta para comentar

Ainda não tem uma conta?

Conteúdo fresco, direto da fruta

Quer ficar por dentro das notícias do mundo pop? É só assinar nosso conteúdo semanal