FILMES E SÉRIES

Naquele Fim de Semana

Crítica

Naquele Fim de Semana: Hit da Netflix tem pistas e reviravoltas óbvias

O suspense com Leighton Meester entrou na lista de mais assistidos da plataforma, mas perde o tom ao exagerar nas reviravoltas

Yasmine Evaristo

Yasmine Evaristo

Uma viagem para visitar a amiga se transforma em um pesadelo para Beth (Leighton Meester), protagonista do longa Naquele Fim de Semana, suspense que esta na lista dos top 10 mais vistos da Netflix. A mulher vai até a Croácia se hospedar com Kate (Christina Wolfe) e tentar passar um fim de semana de descanso. Mas as coisas não saem muito como planejado.

Kate é uma pessoa de vida luxuosa e ocupada, especialmente após passar por um divórcio. Em contraponto à protagonista, é mãe há poucos meses e tem se dedicado integralmente à filha. Entretanto, o passeio, que seria um meio das duas se reencontrarem e desligarem da vida cotidiana, vira um tormento.

Uma ressaca daquelas

Jantar e baladas caras fazem parte do roteiro de Kate (Christina Wolfe) e Beth (Leighton Meester) na noite que mudará a vida de ambas. Na manhã seguinte, após muitas bebidas, danças e flertes, Beth (Meester) acorda com uma bela dor de cabeça e amnésia parcial. 

Como se não bastasse a ressaca, Kate (Wolfe) desapareceu. Preocupada, Beth começa uma busca frenética pela cidade atrás de qualquer pista sobre o paradeiro da colega. Desacreditada pela polícia, a moça encontra apoio em Zain (Ziad Bakri), o motorista que as levou até a boate na noite anterior.

Mas, o que a mulher não sabe é que a situação a levará a uma trama muito mais complexa, que coloca sua liberdade e vida em risco. A produção é uma adaptação do livro homônimo de Sarah Alderson. 

Um drink mal feito 

O desenvolvimento de Naquele Fim de Semana parece um drink bem ornamentado, mas sem sabor. A ressaca que Beth (Meester) sente no começo do filme se reflete no espectador ao longo dos 89 minutos de duração do longa. O que começa como um suspense interessante, se perde no excesso de caminhos criados para provocar confusão em que acompanha o desenrolar da investigação. O que era para ser uma trama elaborada, acaba caindo no rocambolesco, fazendo o espectador se cansar.

Em primeiro lugar, desde o início, com exceção da protagonista, todas as pessoas em cena carregam em si algo de suspeito. A amiga rica aparenta estar envolvida em problemas financeiros, o motorista cai no estereótipo do refugiado envolvido com terrorismo, os investigadores são machistas e indiferentes ao extremo e o senhorio, o típico nerd macabro que esconde segredos.

Dessa maneira as reviravoltas acabam se tornando previsíveis, pois as pistas são óbvias, e o que acaba acontecendo é que o ritmo de um filme que, em tese foi feito para manter o suspense, acaba definhando na primeira meia hora.

Fim de feira: O desânimo maior acabou nem sendo com os plots previsíveis, mas com o final fraco e o encerramento com cara de autoajuda que não combina em nada com o filme. 

Dois pelo preço de um: em termos de suspense com mulheres como protagonistas, A Garota no Trem, da Globoplay, consegue manter o clima tenso por mais tempo. Outra indicação é Mau-Olhado, do Prime Video, que tem subtexto girl power e um elemento sobrenatural para dar um frio extra na espinha.

Presta atenção, freguesia: as locações são belíssimas. Muitas construções e paisagens mediterrâneas que contrastam com a tensão vivida em cena.

Naquele Fim de Semana

Naquele Fim de Semana

Suspense
14
Direção
Kim Farrant
Produção
Netflix
Onde assistir
Netflix
Elenco
Leighton Meester
Christina Wolfe
Ziad Bakri
Luke Norris
Amar Bukvic
Informar Erro
Falar com a equipe
QUEM FEZ
Yasmine Evaristo

Yasmine Evaristo

Yasmine Evaristo é crítica de cinema associada à Abraccine e pesquisa o gênero fantástico e representação e representatividade de pessoas negras no cinema. Devota da santíssima trindade Tarkovski-Kubrick-Lynch, também é artista visual, desenhista e cursa graduação em letras.

Ver mais conteúdos de Yasmine Evaristo

0 comentário

Tangerina é um lugar aberto para troca de ideias. Por isso, pra gente é super importante que os comentários sejam respeitosos. Comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, com palavrões, que incitam a violência, discurso de ódio ou contenham links vão ser deletados.

Acesse sua conta para comentar

Ainda não tem uma conta?

Conteúdo fresco, direto da fruta

Quer ficar por dentro das notícias do mundo pop? É só assinar nosso conteúdo semanal