FILMES E SÉRIES

Sydney Sweeney em Euphoria

Divulgação/HBO

SYDNEY SWEENEY

Atriz de Euphoria reclama de só ser chamada para papéis sensuais

Sydney Sweeney tem muitas cenas de sexo e nudez em Euphoria. Ela não se importa, mas fica incomodada que esteja presa em papéis assim

Luciano Guaraldo

Um dos destaques da série Euphoria, Sydney Sweeney roubou a cena na segunda temporada do drama da HBO. Mas a naturalidade com que sua personagem, Cassie, encara o sexo, criou um problema para sua intérprete. Ela passou a ser vista como uma atriz que só encara papéis com forte carga sexual.

“Eu vi muitas pessoas dizerem: ‘Ah, ela só conseguiu esse papel porque mostrou os peitos’. Cassie é muito sexual, e isso acabou virando um molde que foi forçado em mim enquanto atriz e ser humano, e não só na personagem. Mas eu já tinha feito outras séries e filmes antes de Euphoria”, desabafou Sydney em conversa com o Hollywood Reporter.

De fato, a atriz de 24 anos trabalha na indústria desde os 11. Ela fez aparições em episódios das séries Heroes (2006-2010) e Criminal Minds (2005-2020) logo no início da carreira, fez filmes como Roubos Hollywoodianos (2011) e Amizade Adolescente (2019) e chegou a ser dirigida por Quentin Tarantino em Era Uma Vez em… Hollywood (2019).

Antes mesmo de Euphoria, Sydney já havia se destacado na minissérie Sharp Objects (2018) e na segunda temporada de The Handmaid’s Tale. “Eu gosto de ter uma aparência diferente a cada trabalho porque quero me tornar aquela personagem. Não gosto que as pessoas associem Sydney Sweeney com uma personagem –quero que elas sintam que estão vivenciando outro mundo, outra pessoa. Não me associaram com Handmaid’s Tale, que eu fiz meses antes, ou com Everything Sucks! [2018].”

“Acho que as pessoas só começaram a somar tudo quando eu fiz The White Lotus, foi quando a chave virou para todo mundo. Mas você vê atores homens que podem interpretar os personagens mais legais e diversos, e ninguém coloca nenhum estigma nisso”, comparou ela.

A atriz fez questão de ressaltar que não se incomoda com as cenas de sexo ou de nudez de Cassie, porque entende que elas ajudam a contar a jornada da personagem em Euphoria. “Tem momentos em que ela só consegue se comunicar por meio de seu corpo, isso é algo que eu acho importante. E ter uma coordenadora de intimidade no estúdio é incrível. É outra pessoa para te defender ali. Na verdade, tudo é muito técnico, não é nem um pouco sensual”, resumiu.

Informar Erro
Falar com a equipe
QUEM FEZ

Luciano Guaraldo

Editor-chefe da Tangerina. Antes, foi editor do Notícias da TV, onde atuou durante cinco anos. Também passou por Diário de São Paulo e Rede BOM DIA de jornais.

Ver mais conteúdos de Luciano Guaraldo

0 comentário

Tangerina é um lugar aberto para troca de ideias. Por isso, pra gente é super importante que os comentários sejam respeitosos. Comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, com palavrões, que incitam a violência, discurso de ódio ou contenham links vão ser deletados.

Acesse sua conta para comentar

Ainda não tem uma conta?

Conteúdo fresco, direto da fruta

Quer ficar por dentro das notícias do mundo pop? É só assinar nosso conteúdo semanal