FILMES E SÉRIES

Jim Carrey em cena de O Show de Truman

Divulgação

Jim Carrey

Pra rir e chorar: 7 filmes essenciais da carreira de Jim Carrey

Não sabemos se é Jim Carrey, que está em Sonic 2: O Filme, estava falando mesmo sério quando anunciou que está se aposentando, mas já podemos começar a matar a saudade

Rafael Argemon

Rafael Argemon

Em uma rodada de entrevistas para promover Sonic 2: O Filme, que estreia na próxima quinta-feira (7) nos cinemas, Jim Carrey deixou todo mundo atônito ao dizer que está se despedindo das telas. Segundo informou o site Deadline, o ator estava respondendo uma pergunta sobre se ele interpretaria o parceiro de Dolly Parton em uma cinebiografia da cantora country quando negou o interesse pelo papel. “Eu Adoro Dolly. Acho adorável [que Dolly Parton queira ele no papel], mas estou me aposentando”, disse. É claro que repórter achou que era brincadeira, já que se tratava de Jim Carrey, mas ele completou que estava falando realmente sério.

“Só se os anjos me mandarem um roteiro escrito em ouro de algo extraordinário. Talvez até possa continuar. Mas estou dando um tempo. Gosto muito da minha vida tranquila. Gosto muito de pintar e realmente amo minha vida espiritual. Já fiz o suficiente. Já sou o suficiente e isso me basta”, completou.

Veja aqui a entrevista [em inglês]:

Se Carrey realmente está falando sério ou não, isso é sempre complicado de bater o martelo, mas a verdade é que de uns tempos pra cá ele vem focando bem mais em suas pinturas. Principalmente depois do suicídio de sua então namorada Cathriona White, em 2015, que o abalou bastante e o deixou longe das telas por um bom tempo.

Pensando nessa possibilidade de aposentadoria, a Tangerina reuniu aqui uma lista com sete filmes que marcaram a carreira de Jim Carrey, um dos grandes nomes do cinema na década de 1990, pra você já começar a matar a saudade.

Ace Ventura: Um Detetive Diferente (1994)

Cena de Ace Ventura

Jim Carrey chama a atenção do mundo para seu impressionante humor físico

Divulgação

Mesmo que não tenha envelhecido nada bem, Ace Ventura é um marco para a carreira de Jim Carrey. Foi aqui que ele passou a ser conhecido no mundo todo com seu humor físico que fazia dele quase um cartoon humano. E ele não perdeu a rara oportunidade de protagonizar um filme em Hollywood. Ele tira de seu arsenal cada contração do rosto, cada  contorcionismo do corpo, cada som bizarro para nos fazer rir. Você pode até não curtir esse tipo de piada, mas a figura de Jim Carrey fica gravada na sua memória pra sempre.
Onde ver: HBO Max e Oi Play / Google Play e Microsoft Store (para alugar)

O Máskara (1994)

Cena de O Máskara

Carrey conquista o mundo com o mais perto que chegou de se tornar um cartoon

Jim Carrey não dormia no ponto. No mesmo ano em que lançou Ace Ventura, ele já meteu um Máskara, um personagem de quadrinhos que parecia ter sido feito para ele. Ninguém conseguiu emular um desenho animado em live-action como Carrey neste filme. Se em Ace Ventura o mundo passou a conhecer Jim Carrey, depois do ótimo O Máskara, passou a reverenciá-lo como o humorista mais popular do planeta naquele período. O papel lhe rendeu sua primeira indicação ao Globo de Ouro de melhor ator de comédia ou musical.
Onde ver: Netflix e HBO Max

Debi & Lóide: Dois Idiotas em Apuros (1994)

Carrey fecha o ano de 1994 com chave de ouro na comédia escrachada dos irmãos Farrelly

Bom, já deu pra ver que 1994 foi um ano especial para Carrey, né? Além de Ace Ventura e O Máskara, ele ainda protagonizou –junto com Jeff Daniels– Debi & Lóide, dos irmãos Peter e Bobby Farrelly. Curioso como Daniels tenha se dado tão bem com Carrey, já que eram atores de estilos completamente diferentes. As comédias escatológicas dos Farrelly tinham muito mais a ver com Jim Carrey, que, claro, interpretou o bobão Lloyd com o pé nas costas. 
Onde ver: HBO Max / Apple TV, Google Play e Microsoft Store (para alugar)

O Mentiroso (1997)

Cena de O Mentiroso

Depois de alguns fracassos, Carrey retorna com o engraçadíssimo O Mentiroso

Divulgação

Depois de passar vergonha em Batman Eternamente (1995), voltar a Ace Ventura naquele mesmo ano e fracassar com O Pentelho (1996), Carrey voltou à melhor forma com o engraçadíssimo O Mentiroso, em que interpreta um advogado que, por conta de um pedido de aniversário do filho, não consegue mais mentir. Talvez seja o filme em que Carrey mais emula o espírito de Jerry Lewis, comediante famoso do cinema na década de 1950 e 1960 com quem ele era tão comparado.
Onde ver: Netflix, Star+, Paramount+, Now e Oi Play / Apple TV (para alugar)

O Show de Truman (1998)

Cena de O Show de Truman

Carrey dá uma guinada radical na carreira e parte para o drama no excelente O Show de Truman

Divulgação

Já sem muito o que fazer dentro do universo da comédia, Carrey deu uma guinada radical na carreira no final da década de 1990. Ele queria o Oscar e, para isso, teve de se aventurar no drama, já que a Academia normalmente esnoba comediantes. Sua escolha não poderia ter sido melhor. O Show de Truman rivaliza com Brilho Eterno de uma Mente sem Lembranças como o melhor filme de sua carreira. Aqui, Carrey mostrou que era um ator completo, sem apelar para as caretas para viver a comovente história de um homem que cresceu dentro de um programa de TV sem saber que toda a sua vida era um espetáculo. Era um recado direto dele para seu público. No final das contas, o Oscar não veio. Mas ele garantiu mais um Globo de Ouro, só que como melhor ator de drama.
Onde ver: Amazon Prime Video, HBO Max, Globoplay e Telecine Play / Apple TV, Google Play, Claro Vídeo e Microsoft Store (para alugar)

O Mundo de Andy (1999)

Cena de O Mundo de Andy

Jim Carrey mergulha de cabeça na mente de Andy Kaufman para interpretar o humorista incompreendido

Divulgação

Filme que rendeu o segundo Globo de Ouro (como melhor ator de comédia) a Carrey, O Mundo de Andy era um projeto especial para ele. Muito fã de Andy Kaufman, um comediante inovador e muitas vezes incompreendido, Carrey mergulhou de cabeça no personagem. Durante todo o tempo de filmagem, mesmo fora do set, Carey se transformou em Kaufman e seu alter-ego desagradável Tony Clifton.O resultado é uma cinebiografia apenas média para os padrões do diretor Milos Forman (de clássicos como Um Estranho no Ninho e Amadeus) com uma atuação tão absurdamente incrível que beira a loucura.
Onde ver: Indisponível em streaming no Brasil no momento

Brilho Eterno de uma Mente sem Lembranças (2004)

Cena de Brilho Eterno de uma Mente Sem Lembranças

Carrey se consolida como um "ator sério" no cult dirigido pelo francês Michel Gondry

Divulgação

O cultuado filme do diretor francês Michel Gondry foi o auge de Carrey como um “ator sério”. Depois de viver o amargurado Joel, que se desespera quando sua amada Clementine (Kate Winslet) o apaga da memória, ele nunca mais conseguiu ter a mesma recepção da crítica. Talvez um pouco em Desventuras em Série (2004) e O Golpista do Ano (2009). Mas o público seguiu se divertindo com comédias como As Loucuras de Dick & Jane (2005), Os Pinguins do Papai (2011), Debi & Lóide 2 (2014) e o aventuresco Sonic: O Filme (2020). Ele chegou até a se desafiar em alguns thrillers, mas nada com a relevância de Brilho Eterno de uma Mente sem Lembranças.
Onde ver: HBO Max, Star+, Globoplay e Paramount+ / Apple TV e Google Play (para alugar)

Informar Erro
Falar com a equipe
QUEM FEZ
Rafael Argemon

Rafael Argemon

Rafael Argemon é criador do perfil O Cara da Locadora no Instagram e também assina uma coluna com o mesmo nome na Tangerina, onde indica as pérolas escondidas nas plataformas de streaming. Cinéfilo e maratonador de séries profissional, passou por Estadão, R7, UOL, Time Out e Huffpost. Apaixonado por pugs, sagu e jogos do Mario.

Ver mais conteúdos de Rafael Argemon

0 comentário

Tangerina é um lugar aberto para troca de ideias. Por isso, pra gente é super importante que os comentários sejam respeitosos. Comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, com palavrões, que incitam a violência, discurso de ódio ou contenham links vão ser deletados.

Acesse sua conta para comentar

Ainda não tem uma conta?

Conteúdo fresco, direto da fruta

Quer ficar por dentro das notícias do mundo pop? É só assinar nosso conteúdo semanal