FILMES E SÉRIES

Christine Baranski

Divulgação/Paramount+

ÚLTIMOS EPISÓDIOS

The Good Fight acaba na sexta temporada e mata franquia de 13 anos

Últimos episódios estreiam em setembro no Paramount+

André Zuliani

Carro-chefe do Paramount+ desde quando o streaming ainda levava o nome de CBS All Access, The Good Fight vai chegar ao fim após o lançamento de sua sexta e última temporada. A decisão foi confirmada pela dupla de criadores Robert e Michelle King e “mata” a franquia iniciada há 13 anos com o hit The Good Wife (2009-2016).

Atualmente em produção, o sexto ano está sendo gravado em Nova York e mostrará Diane (Christine Baranski) atingindo o seu limite. Cheia de problemas em sua firma de advocacia e com a cidade à beira de uma guerra civil, ela e seus companheiros começam a se questionar se, de fato, estão cumprindo suas missões da forma correta.

“O que nós achamos que seria divertido em uma última temporada é que há certa qualidade de déjà vu em retornar aos nossos maiores sucessos [da franquia], não apenas Carrie Preston retornando como Elsbeth Tascioni e Alan Cumming reinterpretando Eli Gold, mas também alguns dos pontos favoritos dos fãs na trama”, disse Robert King em bate-papo com jornalistas para divulgar o fim do spin-off.

“Talvez pareça que estamos reciclando, mas queremos que Diane tenha um bom senso de: ‘Não fiz isso antes?’. Isso parecia uma maneira de ser uma espécie de metalinguagem e refletir o que pensávamos que estava acontecendo com liberais e progressistas no sentido de que pensávamos que essas lutas estavam encerradas. E estávamos em uma rampa de deslizamento em direção à justiça. Isto é cômico também”, completou.

Segundo King, o problema da violência exacerbada nos Estados Unidos nos últimos anos será um dos principais temas do sexto ano. A principal diferença entre a realidade e a ficção da série, no entanto, será o modo como este assunto será explorado.

“A série não teve tanta violência. Nós falamos sobre armas, mas nunca vemos armas de verdade, era o que eu e Michelle queríamos fazer na TV. Mas o que claramente está surgindo é uma sensação de violência e desgraça vindouras, e isso colocou as pessoas em um lugar paranoico sobre qual será o futuro do país. Nossa série geralmente é sobre a mentalidade e a psicologia liberais e como elas estão na superfície desses anos, não apenas os anos Trump, mas também os anos pós-Trump”, destacou.

Julianna Margulies vai voltar?

Por ser um spin-off de The Good Wife, a atração teve o retorno de diversos personagens da série mãe ao longo das cinco temporadas já lançadas. No entanto, a antiga protagonista da franquia Julianna Margulies nunca deu as caras. Na visão dos cocriadores, esta participação especial tão aguardada pelos fãs continua difícil de acontecer.

“Nós sempre dizemos ‘nunca diga nunca’, mas eu acho que não”, entregou King. “Não temos expectativas. Primeiro de tudo, nós continuamos em contato com Julianna como amigos e ela toparia trabalhar novamente conosco se o futuro permitir. Mas eu não acho que será nesta série”, adicionou Michelle.

A falta de esperança para um possível retorno de Julianna Margulies também vale para integrantes do elenco original de The Good Fight e que deixaram a atração ao longo dos anos: Cush Jumbo (Lucca Quinn), Delroy Lindo (Adrian Boseman) e Rose Leslie (Maia Rindell).

“Meu palpite sobre Cush é não por ela estar na Inglaterra. Eu também não me comprometeria com Delroy ou Rose Leslie. Adoraríamos trabalhar com eles. Novamente, se não for nesta série, seria em teoria na próxima. Todos nós saímos [da parceria] em ótimas condições para que possamos escalá-los outra vez. Tudo se resume ao que está disponível e não deixar parecer um filme de personagens anteriores da série. Se você os tem de volta, você quer ter algum significado e não ser apenas gratuito”, explicou Robert.

O motivo do fim

Aos jornalistas, os showrunners explicaram que a decisão de encerrar The Good Fight na sexta temporada foi tomada logo depois da conclusão da quinta. No último biênio, a dupla se revezou entre trabalhar no spin-off e em Evil, outra série do Paramount+ que se encaminha para o terceiro ano.

“Nós sentimos que havia um número certo de histórias que queríamos contar. E então Michelle e eu estávamos pensando sobre o que estava por vir, e decidimos que este ano, no qual estávamos fazendo uma temporada violenta no estilo ‘Guerra Civil’, criaria um final muito bom para todos os personagens. Nós meio que sabíamos que o dupla jornada em Evil e The Good Fight estava queimando a vela em ambas as extremidades”, entregou King.

“Foi uma conclusão natural para as histórias que estamos contando para falar sobre a próxima Guerra Civil, com a qual estamos lidando na sexta temporada”, encerrou Michelle.

Com estreia prevista para setembro deste ano, a sexta temporada de The Good Wife terá no elenco Christine Baranski, John Slattery, Sarah Steele, Michael Boatman, Nyambi Nyambi, Charmaine Bingwa, Audra McDonald e Andre Braugher.

Informar Erro
Falar com a equipe
QUEM FEZ

André Zuliani

Repórter de séries e filmes. Viciado em cultura pop, acompanha o mundo do entretenimento desde 2013. Tem pós-graduação em Jornalismo Digital pela ESPM e foi redator do Omelete.

Ver mais conteúdos de André Zuliani

0 comentário

Tangerina é um lugar aberto para troca de ideias. Por isso, pra gente é super importante que os comentários sejam respeitosos. Comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, com palavrões, que incitam a violência, discurso de ódio ou contenham links vão ser deletados.

Acesse sua conta para comentar

Ainda não tem uma conta?

Conteúdo fresco, direto da fruta

Quer ficar por dentro das notícias do mundo pop? É só assinar nosso conteúdo semanal