Melhores jogos de 2022 (até agora) que você não pode perder - Tangerina

GAMES

Melhores jogos de 2022

Arte/Tangerina

Games

Os melhores jogos de 2022 (até agora)

Os jogos que mais se destacam em 2022 para você curtir no console, PC e celular

Bruno Silva
Bruno Silva

Quando o ano termina, é comum os gamers se perguntarem quais são os melhores jogos dos últimos doze meses. Em 2022 não será diferente, mas a Tangerina decidiu encarar essa missão de uma forma diferente.

Em um 2022 que já se provou histórico para os videogames, com títulos que devem deixar marcas por muito tempo, vamos produzir a nossa lista de melhores jogos ao longo do calendário, para então consolidar tudo em dezembro.

Então, fique de olho nessa página para conferir quais jogos serão adicionados à nossa lista de melhores do ano, pois ela deve ser atualizada com frequência ao longo dos próximos meses. Gostou? Deixe seu comentário!

Elden Ring

Cena do jogo Elden Ring, da Bandai Namco

Cena do jogo Elden Ring, da Bandai Namco

A expectativa em torno de Elden Ring era alta desde o anúncio do jogo, que marca uma parceria inédita entre Hidetaka Miyazaki, o criador de Dark Souls,e George R.R. Martin, autor dos livros que deram origem a Game of Thrones. Mas poucos imaginavam o quão frutífera essa combinação acabou sendo com o controle na mão.

Elden Ring é uma jornada por um mundo misterioso em que as pistas são poucas e as dificuldades, muitas, mesmo sendo a melhor porta de entrada para entrar no estio de jogo de Dark Souls, muitas vezes criticado pela alta dificuldade. Por incrível que pareça, esses são os dois ingredientes que fazem deste jogo algo tão especial. Ao deixar você livre para fazer o que quiser, cada descoberta parece mais prazerosa, de uma área inexplorada a um chefe novo que você consegue derrotar.

Onde jogar: PC, PlayStation 4, PlayStation 5, Xbox One, Xbox Series X, Xbox Series S

Compre em mídia física: PS5 (Amazon), PS4 (Amazon), Xbox (Amazon)

Saiba tudo sobre Elden Ring

Veja dicas para começar a jogar

Sifu

Cena de Sifu

Sinta-se um mestre das artes marciais em Sifu

Divulgação/Sloclap

Imagine que você pode jogar um filme de artes marciais, mas tornar-se um mestre requer o aprendizado de um jogo de luta. Essa é a maravilhosa proposta de Sifu, título independente do estúdio francês Sloclap, em que você precisa se vingar de um clã de mafiosos pelo assassinato de seu mestre.

Você precisa acabar com cada um dos mestres dessa gangue, em cenários diferentes. Ao ser derrotado, você pode retornar, mas ao custo de alguns anos de idade. Caso chegue ao final da sua vida, precisa recomeçar. Esse ciclo de tentativa e erro é excelente para afinar seus reflexos e, no final, fazer você se sentir verdadeiramente como um mestre do kung-fu.

Onde jogar: PC, PlayStation 4, PlayStation 5

Pokémon Legends: Arceus

Cena de Pokémon Legends: Arceus

Pokémon Legends: Arceus renova a fórmula da série de monstrinhos de bolso

Divulgação/Nintendo

Todo jogo de Pokémon faz sucesso, mas sua estrutura era quase sempre a mesma, o que deixava as coisas um pouco previsíveis  Pokémon Legends: Arceus consegue mexer nessa fórmula vencedora na quantidade certa, e traz um sopro de ar fresco necessário sem descaracterizar o que gostamos nesse jogo de colecionar monstrinhos.

Situado em uma região inspirada no Japão feudal, Legends: Arceus muda algumas coisas básicas no jeito de jogar Pokémon, como o próprio sistema de capturar monstrinhos ou de batalhar contra criaturas selvagens. A melhor parte é que tudo isso está dentro de um mundo muito mais livre para explorar e curtir. Em muitas maneiras, é o game que todo fã de Pokémon sonhou, e só isso é suficiente para colocá-lo entre os melhores jogos de 2022

Onde jogar: Nintendo Switch

Compre em mídia física: Nintendo Switch (Amazon)

Tunic

Cena de TUNIC

TUNIC se inspira em The Legend of Zelda, mas ao invés de Link, você controla uma adorável raposa

Divulgação/Finji

Tunic é uma aventura inspirada em clássicos dos games como The Legend of Zelda, mas as referências não ficam apenas na homenagem. O jogo independente foi criado por apenas uma pessoa —o desenvolvedor canadense Andrew Shouldice— e pega emprestado não apenas o clima do game clássico da Nintendo, mas suas principais lições.

Isso significa que Tunic vai pedir para você quebrar a cabeça para descobrir seus segredos e avançar nas masmorras e campos de seu mundo, tudo em uma visão isométrica que realça o visual que parece simples, mas conquista em detalhes como a iluminação. O jeito de aprender a jogar também é curioso, já que você aprende a jogar coletando o manual do game como um item dentro do cenário.

Onde jogar: PC, Xbox One, Xbox Series X, Xbox Series S

Lost Ark

Imagem de Lost Ark

MMO Lost Ark foi lançado pela Amazon no Ocidente

Divulgação/Amazon Games

Lost Ark é um MMORPG —ou seja, um jogo em que muitas pessoas compartilham o mesmo universo online— que impressiona pela qualidade visual e por uma seleção robusta de classes de personagem. Em um terreno com competidores fortes e onde há pouco espaço para novatos, o título da Smilegate consegue se destacar por méritos próprios.

Lançado na Coreia do Sul em 2019, Lost Ark só chegou a outros mercados em 2022 pelas mãos da Amazon. Isso significa que a versão que chega ao seu PC já tem bastante conteúdo logo de cara e deve receber um bom suporte ao longo dos próximos anos.

Onde jogar: PC

Termo

Imagem de Termo

Termo é um game em que você adivinha uma palavra por dia

Reprodução/term.ooo

Jogos de palavras cruzadas existem há mais de um século, mas poucos conseguiram se multiplicar na internet como o Wordle, que traz uma palavra inglesa de cinco letras por dia a ser adivinhada pela comunidade e fez tanto sucesso que acabou comprado pelo jornal The New York Times. O principal análogo em português do Wordle é o Termo, que segue as mesmas regras e é igualmente divertido.

O que torna a experiência ainda melhor é a possibilidade de compartilhar o resultado do seu jogo sem entregar a palavra —se você usa o Twitter ou outra rede social baseada em texto, já deve ter se deparado com quadradinhos verdes, amarelos e cinzas. Quem joga Termo se interessa em exercitar o vocabulário, mas acaba ficando pela brincadeira em grupo.

Onde jogar: Em qualquer navegador, no site oficial do jogo

Horizon Forbidden West

Aloy, protagonista de Horizon Forbidden West

Aloy, protagonista de Horizon Forbidden West

Divulgação/PlayStation

Assim como a maior parte dos jogos do PlayStation, Horizon Forbidden West se assemelha, em muitas características, a um filme blockbuster de Hollywood. Os gráficos de ponta, o uso extenso de cenas de corte —momentos em que você não controla a ação usados para controlar histórias— e o detalhe na composição dos cenários mostram o alto valor investido para lançar o jogo.

O que destaca Forbidden West de seus pares é a originalidade de sua história, em que acompanhamos a humanidade milhares de anos depois do fim da sociedade como a conhecemos, em um mundo dominado por robôs em formato de dinossauro. Esta é a continuação do primeiro Horizon, na qual alguns dos mistérios deste universo já foram desvendados, mas ainda há muito mais a ser descoberto por você, na pele da heroína Aloy.

Onde jogar: PlayStation 4, PlayStation 5

Compre em mídia física: PS4 (Amazon), PS5 (Amazon)

Saiba tudo sobre o jogo

Informar Erro
Falar com a equipe
QUEM FEZ
Bruno Silva

Bruno Silva

Editor de games e animes na Tangerina, Bruno Silva é brasiliense e fã de basquete. Jornalista, apresentador e streamer, foi co-criador do The Enemy e já publicou no Omelete, Nerdbunker, Metrópoles e Correio Braziliense.

Ver mais conteúdos de Bruno Silva

0 comentário

Tangerina é um lugar aberto para troca de ideias. Por isso, pra gente é super importante que os comentários sejam respeitosos. Comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, com palavrões, que incitam a violência, discurso de ódio ou contenham links vão ser deletados.

Acesse sua conta para comentar

Ainda não tem uma conta?

Conteúdo fresco, direto da fruta

Quer ficar por dentro das notícias do mundo pop? É só assinar nosso conteúdo semanal