GAMES

Videogames

Divulgação

Games

Três em cada quatro brasileiros jogam games, diz pesquisa

Mulheres e pessoas pardas e pretas são maioria entre jogadores, de acordo com a Pesquisa Game Brasil 2022

Bruno Silva

Bruno Silva

A Pesquisa Game Brasil 2022, principal estudo sobre o mercado de games no país, revela que três em cada quatro brasileiros jogam games. O público de jogos eletrônicos no país subiu 2,5 pontos percentuais em relação a 2021, registrando sua maior marca desde o início do levantamento, em 2014.

A pesquisa, revelada nesta segunda-feira (18), também revelou que o público de games no Brasil é diverso quando se trata de gênero e etnia. As mulheres são maioria, representando 51% das pessoas que jogam games no Brasil. Já 49% do público gamer se identifica como pardo ou preto, seguido por pessoas que se declaram brancas, com 46%.

No recorte etário, os adolescentes entre 16 e 19 anos são a maioria, representando 17,7% do público de games no país, seguidos de pessoas entre 25 e 29 anos, com 13,6%.

Já na divisão da população por classe social, 29,1% dos gamers brasileiros têm renda familiar média entre R$ 2090,01 e R$ 4180. 27,5% ganham até R$ 2090 e R$ 26,7% ganham entre R$ 4180,01 e R$ 10,450.

Pesquisa Game Brasil 2022

Pesquisa Game Brasil 2022 revela dados sobre o público brasileiro de games

Divulgação/PGB 2022

Já quando se utiliza o Critério de Classificação Econômica, jogadores estão na classe média —B2, C1 e C2— são a maioria, representando 62,7% do público. A classe A vem em seguida, com 13,5% do público, seguida pela classe média alta (B1), com 12,3%, e as classes D e E, com 11,6%.

A Pesquisa Game Brasil 2022 também avaliou o impacto da pandemia de COVID-19 no costume de jogar da população brasileira. De acordo com o estudo, 72,2% dos jogadores afirmam ter jogado mais durante o período de isolamento social, enquanto 57,9% afirmam ter marcado mais sessões de partidas online enquanto estiveram em casa.

Plataformas

O smartphone é a plataforma principal de games para os brasileilros, de acordo com a Pesquisa Game Brasil 2022. 48,3% do público prefere jogar nesta plataforma, isolada no primeiro lugar com um aumento de 6,7 pontos percentuais em relação a 2021. O computador é a segunda plataforma de preferência, com 23,3% —somando notebooks e desktops— e o console surge em terceiro lugar, com 20% da preferência.

Os smartphones também são plataforma que os gamers brasileiros mais passam tempo jogando: 33,2% do público joga no celular diariamente, seguida pelo computador, com 15,3%, e o console, com 11,8%.

Quando se fala de sessões de jogos mais longas, computadores e consoles passam á frente. 37,9% dos jogadores preferem o PC para jogar de uma a três horas, enquanto 34,8% preferem plataformas como PlayStation e Xbox. O smartphone surge em terceiro lugar, tendo a preferência 31,7% dos jogadores para jogar por mais tempo.

eSports, NFT e metaverso

Pesquisa Game Brasil 2022 metaverso

Pesquisa Game Brasil 2022 revela o quanto o público do país conhece sobre metaverso

Divulgação/PGB 2022

A Pesquisa Games Brasil 2022 também revelou que o público que joga no Brasil também já está antenado em conceitos como o metaverso, que é bem relacionado à indústria de jogos eletrônicos. 63,8% dos gamers brasileiros já conhecem o metaverso, enquanto 59,3% e 54,5% gostam da ideia de ver filmes em ambientes digitais e participar de shows de música dentro de jogos, respectivamente.

Já os tokens não-fungíveis, ou NFTs, ainda são desconhecidos para a maioria da população. 50,8% dos gamers do país ainda não sabem a respeito do conceito, que usa a tecnologia da blockchain, também presente nas criptomoedas, para atribuir um valor único a itens digitais. Quando se trata de valor, a NFT também é preferência de uma minoria entre os gamers: apenas 43,7% concordam que objetos digitais têm o mesmo valor que objetos físicos.

Enquanto conceitos mais novos ainda estão sendo assimilados pela população que joga, os esports já parecem consolidados entre os gamers brasileiros. Segundo o estudo, 81,2% dos entrevistados afirmam conhecer os esportes eletrônicos, em um crescimento de 32,8 pontos percentuais em relação a 2021.

O estudo, feito pelo Sioux Group e Go Gamers em parceria com a Blend New Research e a Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM), ouviu 13.051 pessoas em 26 estados e no Distrito Federal entre 11 de fevereiro e 7 de março.

Informar Erro
Falar com a equipe
QUEM FEZ
Bruno Silva

Bruno Silva

Editor de games e animes na Tangerina, Bruno Silva é brasiliense e fã de basquete. Jornalista, apresentador e streamer, foi co-criador do The Enemy e já publicou no Omelete, Nerdbunker, Metrópoles e Correio Braziliense.

Ver mais conteúdos de Bruno Silva

0 comentário

Tangerina é um lugar aberto para troca de ideias. Por isso, pra gente é super importante que os comentários sejam respeitosos. Comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, com palavrões, que incitam a violência, discurso de ódio ou contenham links vão ser deletados.

Acesse sua conta para comentar

Ainda não tem uma conta?

Conteúdo fresco, direto da fruta

Quer ficar por dentro das notícias do mundo pop? É só assinar nosso conteúdo semanal