MIX

Tibério (Guito) em Pantanal

Reprodução/TV Globo

PATENTE ALTA

Borogodó no bigode: Como Guito virou o galã improvável de Pantanal?

Intérprete de Tibério em Pantanal, Guito volta a colocar os bigodudos entre os homens mais desejados da TV

Daniel Farad

Tibério pode até não ter uma viola encantada como a de Trindade (Gabriel Sater), mas também sabe como enfeitiçar o público em Pantanal. O capataz de José Leôncio (Marcos Palmeira) não precisou de um pacto com o cramulhão para transformar Guito em um dos galãs mais improváveis da novela das nove –necessitou apenas de seu inseparável bigode.

Os pelos faciais, que estavam fora da moda há pelo menos uma década, se tornaram uma marca registrada do ator de 37 anos, que não consegue mais andar incógnito pelo Rio de Janeiro. Ele, aliás, já confessou que se sente “abobado” com elogios.

Estreante na TV, o intérprete desbancou até colegas que já carregam o título de galã há mais tempo, como José Loreto (Tadeu), Leandro Lima (Levi) e Jesuíta Barbosa (Jove). O Twitter é categórico ao afirmar que ele tem uma das qualidades mais difíceis de se alcançar –o tal do borogodó.

“Não vejo Pantanal, mas aquele bigodudo no vídeo dentro do carro virando o vinho. Ele tem uma coisa que ultrapassa a beleza. Ele tem borogodó. Borogodó não é para quem quer. Não adianta malhar, trincar, harmonizar a cara. Não é isso. É só para quem nasce”, escreveu Babis Carvalho.

A internauta se refere a um vídeo em que Guito se diverte nos bastidores ao lado de Alanis Guillen, que faz a protagonista Juma Marruá. As redes sociais, inclusive, têm um papel fundamental para tornar o artista ainda mais carismático.

O ator é assumidamente fã da primeira versão da novela, exibida pela Manchete em 1990, e se aproxima dos telespectadores nesse frisson. Ele, por exemplo, deu detalhes sobre a facada que Tibério levou em sua conta no Twitter –empolgado por fazer uma novela, por ser noveleiro, assim como quem o acompanha na TV.

O cantor também ganha pontos com as pessoas por responder, na lata, as perguntas que alguns de seus companheiros de cena talvez não se sentissem muito confortáveis. Ele fez questão de dizer que tinha DRT ao ser citado em meio à polêmica sobre a influenciadora Jade Picon –cuja possível estreia como atriz virou alvo até do Sindicato dos Artistas.

Informar Erro
Falar com a equipe
QUEM FEZ

Daniel Farad

Repórter. Além do Notícias da TV, também se juntou ao Tangerina para combater a mesmice e o escorbuto. Escreve do Rio de Janeiro, onde se sente eternamente em uma novela do Manoel Carlos. Aqui, porém, a gente fala mexerica. Fale com o Daniel: [email protected]

Ver mais conteúdos de Daniel Farad

0 comentário

Tangerina é um lugar aberto para troca de ideias. Por isso, pra gente é super importante que os comentários sejam respeitosos. Comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, com palavrões, que incitam a violência, discurso de ódio ou contenham links vão ser deletados.

Acesse sua conta para comentar

Ainda não tem uma conta?

Conteúdo fresco, direto da fruta

Quer ficar por dentro das notícias do mundo pop? É só assinar nosso conteúdo semanal