MIX

Donald Trump em frente à bandeira dos EUA

Divulgação/Casa Branca

DE OLHO NA DIREITA

Trump prepara nova plataforma de streaming sem ‘palestrinha’

Chamada de TMTG+, plataforma de Donald Trump prevê conteúdo para conservadores e libertários, sem uma agenda política por trás

Luciano Guaraldo

Empresário muito antes de virar presidente dos Estados Unidos, Donald Trump prepara uma nova plataforma de streaming para bater de frente com Netflix e Disney+. Em registro de propriedade intelectual divulgado nesta sexta-feira (27), o político afirmou que seu serviço será uma alternativa “sem palestrinha” para o que a concorrência oferece.

A plataforma, provisoriamente chamada de TMTG+ (Grupo de Tecnologia e Mídia de Trump, na sigla em inglês), fará parte do conglomerado de mídia que Donald Trump planeja para propagar sua visão do mundo –nem sempre alinhada a fatos comprovados. Ele já lançou a rede social Truth Social depois de ser banido do Twitter, por exemplo.

Segundo o site Deadline, Trump afirmou nos documentos para a criação da TMTG+ que o catálogo do novo streaming contará com “comédias sobre o trabalhador comum, séries canceladas, programas específicos sobre Donald Trump, atrações ligadas à religião, entretenimento para toda a família, séries que aceitem a Segunda Emenda [o direito de portar armas para se defender] e conteúdo noticioso”.

A plataforma será voltada para visões conservadoras ou libertárias, com a intenção de “produzir ou adquirir entretenimento apenas pelo entretenimento. A programação, portanto, será uma alternativa sem palestrinhas para a oferecida por serviços de streaming que operam dentro de um ambiente cada vez mais politizado”, alfinetou o ex-presidente na documentação.

“A TMTG+ não vai censurar os criadores de entretenimento, nem insistir que a programação tente promover alguma ideologia política específica. A companha vê uma necessidade de programação de qualidade que não dê sermões para o público nem apresente uma maneira ‘aceitável’ de abordar um tópico”, continua.

“Atores e criadores há muito tempo têm sido agentes de transformação na sociedade. Grandes conglomerados de mídia se tornaram cada vez mais monolíticos em suas visões, cancelando aqueles que discordam da narrativa prevalescente. A TMTG+ acredita que abraçar perspectivas diversas vai nos diferenciar da concorrência em um mercado cada vez mais abarrotado”, finaliza o pedido de registro.

Informar Erro
Falar com a equipe
QUEM FEZ

Luciano Guaraldo

Editor-chefe da Tangerina. Antes, foi editor do Notícias da TV, onde atuou durante cinco anos. Também passou por Diário de São Paulo e Rede BOM DIA de jornais.

Ver mais conteúdos de Luciano Guaraldo

0 comentário

Tangerina é um lugar aberto para troca de ideias. Por isso, pra gente é super importante que os comentários sejam respeitosos. Comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, com palavrões, que incitam a violência, discurso de ódio ou contenham links vão ser deletados.

Acesse sua conta para comentar

Ainda não tem uma conta?

Conteúdo fresco, direto da fruta

Quer ficar por dentro das notícias do mundo pop? É só assinar nosso conteúdo semanal