Morre Margaret Keane, pintora do filme Grandes Olhos - Tangerina

MIX

A pintora Margaret Keane

Reprodução/Instagram

LUTO

Morre Margaret Keane, pintora que inspirou o filme Grandes Olhos

Artista foi vivida por Amy Adams no longa dirigido por Tim Burton que contou sua batalha para retomar seus quadros roubados pelo ex-marido

Luciano Guaraldo

A pintora Margaret Keane, cuja história de vida inspirou o filme Grandes Olhos (2014), do diretor Tim Burton, morreu aos 94 anos após ter uma parada cardíaca. A despedida ocorreu na manhã do último domingo (26), mas a notícia foi divulgada por sua família apenas nesta quarta (29).

Margaret Keane ficou famosa por pintar quadros de personagens com olhos grandes –e pela disputa judicial pela autoria dos desenhos, roubados pelo próprio marido, Walter Keane. A briga entre os dois é retratada no longa de Tim Burton, no qual Amy Adams e Christoph Waltz dão vida aos personagens.

Nascida Peggy Doris Hawkins, em 6 de setembro de 1927, ela estudou Design em Nova York antes de começar a trabalhar pintando berços de bebês nos anos 1950. Depois de conhecer Walter em 1955, ela passou a fazer os quadros pelos quais ficou conhecida, com crianças de olhos exageradamente esbugalhados e expressões tristes.

Seu marido começou a vender as peças para clubes de comédia como se fossem dele. Dizendo que seria mais fácil fazer dinheiro com as pinturas se ele levasse os créditos, por causa da sociedade machista na época, Walter convenceu Margaret Keane a topar a mentira. Na década de 1960, as obras ficaram mais conhecidas, e até celebridades como Dean Martin (1917-1995) e Joan Crawford (1904-1977) estavam entre os clientes.

Amy Adams como Margaret Keane em Grandes Olhos

Amy Adams interpretou Margaret Keane no filme Grandes Olhos

Divulgação/The Weinstein Company

Até Andy Warhol (1928-1987) elogiou o trabalho que ele imaginava ser de Walter: “Eu acho que Keane faz algo fantástico. As pinturas têm que ser boas. Se fossem ruins, tantas pessoas não gostariam delas”. A crítica discordou, e uma arte gigante exibida na Feira Mundial de Nova York em 1964 foi tão detonada que os organizadores prontamente a tiraram da exposição.

Margaret Keane se separou de Walter em 1970 e anunciou que ela era a verdadeira artista por trás dos quadros. Apesar disso, a pintora teve sua palavra questionada e decidiu processar o ex-marido e o jornal USA Today. O tribunal virou palco de uma disputa de artistas, que ela venceu. Apesar disso, Walter Keane declarou estar falido e nunca desembolsou os US$ 4 milhões de danos que foi tinha sido condenado a pagar.

Informar Erro
Falar com a equipe
QUEM FEZ

Luciano Guaraldo

Editor-chefe da Tangerina. Antes, foi editor do Notícias da TV, onde atuou durante cinco anos. Também passou por Diário de São Paulo e Rede BOM DIA de jornais.

Ver mais conteúdos de Luciano Guaraldo

0 comentário

Tangerina é um lugar aberto para troca de ideias. Por isso, pra gente é super importante que os comentários sejam respeitosos. Comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, com palavrões, que incitam a violência, discurso de ódio ou contenham links vão ser deletados.

Acesse sua conta para comentar

Ainda não tem uma conta?

Conteúdo fresco, direto da fruta

Quer ficar por dentro das notícias do mundo pop? É só assinar nosso conteúdo semanal