MÚSICA

Espaço Unimed: Avril Lavigne fará show em São Paulo

Divulgação/DTA Records

Lista

Love Sux, disco de Avril Lavigne, resumido em 7 filmes de romance

O que filmes de comédia romântica e a Avril Lavigne têm em comum? A Tangerina te conta

Nicolle Cabral

Nicolle Cabral

Ao ouvir Bois Lie, faixa de Love Sux, mais recente disco de Avril Lavigne, uma associação é possível. “Essa música poderia estar na trilha sonora de um filme de comédia romântica”, o ouvinte pode pensar. Sabe aquele momento tenso da trama, quando a garota descobre que o bonitão da escola, na verdade, fez uma aposta para ficar com ela?

Pois bem, a parceria entre Machine Gun Kelly (atração do Lollapalooza Brasil) e a rainha do pop punk remete a essa sensação específica. Se você é grande fã de uma água com açúcar no cinema, ao ouvir as 12 faixas presentes no disco, dá para ir além na associação. É possível traçar, do ponto de vista lírico, vários paralelos entre as músicas e filmes dos anos 2000.

O que faz total sentido, já que o auge da carreira de Avril, hoje com 37 anos, foi durante a obsessão por calças de cintura baixa, hits com guitarras rangendo e frases sobre amores dolorosos. Todo mundo usava lápis preto e cantava, a plenos pulmões, letras tristes. O apelo nostálgico, portanto, foi um dos elementos que guiaram a artista ao lançar, em pleno 2022, um disco de pop punk.

Uma rainha não quer perder a coroa

O outro, é claro, foi assumir o comando do bonde —que já estava andando— da nova leva de canções confessionais de Olivia Rodrigo, Machine Gun Kelly, WILLOW e Travis Baker (responsável por produzir e pelas baterias do disco da cantora). O pop punk não é real, ele não pode te machucar… até você ouvir Love Sux.

Em 33 minutos, Avril resgata o apetite dos fãs que viveram fases Sk8er Boi e outras Complicated. Na produção, lançada pela gravadora do baterista do Blink-182, a DTA Records, a canadense retomou o posto de rainha do pop punk com canções como Cannonball, Bite Me, Déjà Vu e Dare To Love Me.

Ao lado de grandes amigos do gênero, entre eles Mod Sun e John Feldmann, Avril refrescou a nossa memória. Era ela quem dominava as paradas radiofônicas quando o assunto era música pop na década retrasada. Isso com guitarras gritantes, baterias latentes e um baixo charmoso e presente.

Para falar liricamente sobre Love Sux, vale voltar ao drama das comédias românticas. Lembra daquela garota que, após terminar um longo namoro, decide viajar o mundo todo? Ou da que se apaixonou por alguém mesmo sabendo que daria encrenca? E aquele clássico: insistir em pessoas que não te dão valor até acabar se apaixonando por alguém próximo, mas que esteve sempre ao seu lado nos momentos difíceis? É filme ou Love Sux? A Tangerina responde: os dois!

Por isso, conectamos sete filmes de romance a algumas histórias que a artista canta no disco. Prepara a pipoca e o fone de ouvido.

Como Perder um Homem em Dez Dias / Bois Lie (feat. Machine Gun Kelly)

Matthew Mcconaughey e Kate Hudson em Como Perder Um Homem Em 10 Dias

Várias cenas do filme foram improvisadas pelos atores

Divulgação/Paramount

A comédia romântica estrelada por Kate Hudson e Matthew McConaughey e a faixa de Avril têm uma premissa em comum: mentiras. No filme, Ben Barry é um publicitário que aposta com colegas de trabalho que consegue fazer uma mulher se apaixonar por ele em apenas 10 dias. Para ele, isso não soa nada impossível. O problema é que Ben escolheu Andie Anderson, uma jornalista que está escrevendo uma matéria sobre como perder um homem em 10 dias. As intenções deles são completamente opostas, levando a uma rinha de mentiras. A gente sabe o final dessa história, mas te pouparei dos spoilers.

Enquanto isso, em Bois Lie, Avril canta: “Garotos mentem, eu também posso. A vingança é a minha gula. As meninas choram, mas você também. Porque meninos mentem?”. Ao longo da canção, ela ainda indaga: “Eu sou o cara mau quando você é o vilão?”.

Ele Não Está Tão a Fim de Você / Love It When You Hate Me

Ginnifer Goodwin e Justin Long em cena de Ele não está tão afim de você

A produção foi baseada em um livro de auto-ajuda de mesmo nome

Divulgação

Ele Não Está Tão a Fim de Você é um clássico das “romcoms”. Numa das tramas do filme, Gigi (Ginnifer Goodwin) sai com Conor (Kevin Connolly), que não liga para ela no dia seguinte. Ela vai atrás dele, mas acaba conhecendo Alex (Justin Long), colega de quarto de Conor, no bar. Ela se afeiçoa pelo rapaz, mas acaba se assustando ao achar que ele se apaixonou. Um aviso: as cenas são cringe.

Na música, Avril e Blackbear dividem os vocais em trechos como “Ignoro todos os sinais de alerta, me apaixono por você toda vez”; “Você fica tão atraente quando se torna frio”; “Olha o que você fez, olha como você me mudou”. Dá play no filme e depois comenta aqui o que achou.

A Verdade Nua e Crua / Bite Me

Katherine Heigl e Gerard Butler em A Verdade Nua e Crua

Antes de ser aclamada como Izzy em Grey's Anatomy, Katherine Heigl possui uma atuação extensa em filmes de romcom

Reprodução/IMDB

Lembra daquela história que citamos acima? Aquela em que a pessoa se apaixona por alguém mesmo sabendo que pode dar errado? Na comédia romântica de 2017, protagonizada por Katherine Heigl e Gerard Butler, assistimos a uma narrativa na qual Abby (Heigl) é produtora de programas matinais e grande devota do amor verdadeiro. Após ter um péssimo encontro, ela chega em casa e, por acaso, assiste a um programa de TV local, A Verdade Nua e Crua. Nele, Mike, interpretado por Butler, é super cínico sobre relacionamentos —o que acaba irritando Abby.

Os dois vivem uma dinâmica de gato e rato, se alfinetam e têm opiniões completamente opostas sobre a vida. Mas o resto, você assiste na Netflix. Em Bite Me, música de Avril Lavigne, ela canta: “Para sempre, você vai desejar que eu fosse a sua esposa”. O que resume bem o “te odeio, mas te amo” da narrativa. Ou seria “te amo, desgraça”?

Ela é demais / Love Sux

Os dois atores posam em banner de divulgação de Ela É Demais

O filme chegou a ganhar um remake da Netflix estrelado por Addison Rae, uma das TikTokers mais famosas do mundo

Divulgação

Um dos filmes mais populares dos anos 1990 dialoga com a faixa-título do disco de Avril. Na narrativa, Zach Siler (Freddie Prinze Jr.) é o garoto popular da escola e namora com Taylor (Rachael Leigh Cook). Os dois acabam terminando depois das férias de verão, e ele espalha para todos os amigos que ela é substituível. A narrativa se desenrola a partir desse desdém de Zach, enquanto os amigos prometem tornar Taylor a mulher mais irresistível que já viram.

Em Love Sux, Avril canta: “Já sou um arrependimento? Achei que você era a minha melhor aposta”; ” Você é superestimado, não tenho mais nada a dizer, você me cansou”. Os versos da canção combinam com os sentimentos da personagem, que vive uma jornada de autovalorização depois de ser alvo das mentiras do ex-namorado.

De Repente 30 / All I Wanted

Jennifer Garner em cena de De Repente 30

Jennifer Garner ama muito o filme e já brincou com os fãs dizendo que quer fazer um De Repente 90

Reprodução/Netflix

O clássico atemporal vivido pelo nosso Hulk (Mark Ruffalo) e por Jennifer Garner traz a história de quem levou uma vida querendo ter tudo e todos, quando o verdadeiro amor estava sempre ali perto. A comédia romântica e fantasiosa acompanha a adolescente Jenna Rink (Garner), que tem o pedido de virar uma mulher de 30 anos milagrosamente atendido. Ela se arrepende quando tenta reencontrar Matt (Ruffalo), e descobre que perdeu contato com ele, que está prestes a se casar.

Em All I Wanted, parceria com Mark Hoppus, Avril canta: “Eu estava sempre apaixonada pelos garotos errados/ Eu estava sempre gritando quando deveria estar tranquila [….] Me lembro de esperar o nascer do Sol, e eu estarei pronta, esperando até você voltar”. E também “Tudo que eu queria era você, vamos fazer o que for preciso”. Deu pra entender, né?

Um Amor Para Recordar / Kiss Me Like the Word is Ending

Mandy Moore e Shane Wes em cena do filme

Atualmente, Mandy Moore estrela o drama familiar This Is Us, da Star+

Divulgação/Netflix

Ok, esse filme é muito trágico. Mas em Kiss Me Like the Word is Ending, Avril canta “Me beije como se o mundo estivesse acabando/ Me dê uma última memória perfeita/ Eu não quero dizer adeus/ Vamos nos encontrar depois que morrermos/ Então me beije como se o mundo estivesse acabando”. Não contaremos a história do filme, mas, pela letra da música, dá para pegar a ideia.

10 coisas que eu odeio em você / Dare To Love Me

Julia Stiles e Heath Ledger em cena de Coisas que eu odeio em você

Ashton Kutcher e Josh Hartnett também disputaram o papel de Patrick, mas Heath Ledger conquistou os diretores

Reprodução/Disney+

Estrelado por um inesquecível Coringa, Heath Ledger (1979-2008), essa comédia romântica dos anos 1999 é uma das mais fofinhas do cinema. A produção foi baseada em A Megera Domada, de William Shakespeare. Na narrativa, Kat (Julia Stiles) é obrigada a interagir com o Patrick (Ledger), porque sua irmã mais nova está apaixonada por um rapaz da escola mas só pode sair acompanhada. Embora Kat odeie toda a situação, os dois acabam se aproximando e criando um laço bem interessante. A energia do filme se alinha com a da faixa Dare To Love Me, de Avril. A dupla precisa enfrentar as próprias barreiras de cada um para poder, enfim, ficar junta.

Na canção, a artista canta “tento baixar minha guarda, mas cubro minhas cicatrizes. […] Não é que eu não me importo, é que só estou com medo para caralh*. É aterrorizante”.

Informar Erro
Falar com a equipe
QUEM FEZ
Nicolle Cabral

Nicolle Cabral

Antes de ser repórter da Tangerina, Nicolle Cabral passou por Rolling Stone, Revista Noize e Monkeybuzz. Nas horas vagas, banca a masterchef para os amigos, testa maquiagens e cantarola hits do TikTok.

Ver mais conteúdos de Nicolle Cabral

0 comentário

Tangerina é um lugar aberto para troca de ideias. Por isso, pra gente é super importante que os comentários sejam respeitosos. Comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, com palavrões, que incitam a violência, discurso de ódio ou contenham links vão ser deletados.

Acesse sua conta para comentar

Ainda não tem uma conta?

Conteúdo fresco, direto da fruta

Quer ficar por dentro das notícias do mundo pop? É só assinar nosso conteúdo semanal