MÚSICA

Karol Conká posa para foto de divulgação de Urucum

Divulgação

Faixa a faixa

Faixa a faixa: As canções de Urucum, segundo Karol Conká

Rapper curitibana resume o que quis cantar em cada música de seu novo disco, o primeiro depois da turbulenta passagem pelo Big Brother Brasil 21

Nicolle Cabral

Nicolle Cabral

Nesta quinta-feira (31), Karol Conká lançou Urucum, terceiro álbum da carreira. Escrito depois da participação da rapper no agitado Big Brother Brasil 21, o disco se aprofunda nas muitas questões que a artista enfrentou durante a readaptação ao mundo digital pós-cancelamento.

Entre elas, a relação com os fãs, haters e a realidade em casa com família e amigos. Depois ter lançado singles como Dilúvio e Paredawn —que já adiantavam que o novo trabalho trataria a turbulência vivida pela rapper no reality—, Conká chega com 11 faixas de versos muito íntimos e batidas inspiradas nos ritmos afro-brasileiros. A sonoridade foi escolhida em parceria com RDD, produtor e integrante do grupo baiano Àttøøxxá.

Em entrevista à Tangerina, Karol Conká revela ter transformado a dor que sentiu em arte, elogia a sintonia criativa com RDD e conta o que está por trás da capa hipnotizante de Urucum.

Capa do disco Urucum, terceiro da carreirra

A capa de Urucum, novo disco de Karol Conká

Divulgação

Agora, com exclusividade, a artista curitibana define em uma frase cada uma das faixas presentes no novo projeto.

Urucum, por Karol Conká

Fuzuê

É inspirada no meu lado festivo, agitado e na sensação de estar com muita gente vibrando por uma coisa positiva.

Se Sai

É sobre o julgamento das pessoas, a falta de percepção que temos diante dos nossos próprios erros.

Mal Nenhum

É sobre a fé, quando a nossa energia vibra ao contrário dela. É sobre o resgate da fé e da importância de acreditar em si.

Você Não Pode

É sobre ter força para enfrentar aquilo que não deveria existir [o cancelamento].

Calma

É a música que eu fiz para minha camada explosiva de dentro do BBB, a música que eu gostaria de ouvir quando eu tô nervosa, quando algo me irrita.

Vejo bem

É sobre enxergar além do que a vista alcança e se permitir embarcar na possibilidade de visão ampla sobre a vida e sobre todos nós.

Sossego

É o desejo de ter conforto, o desejo de ficar bem, de ter a segurança de viver uma vida confortável.

Slow

A entrega íntima à outra pessoa, sob a permissão da sedução.

Por Inteira

É sobre uma relação que não dura um dia, como na Slow, né? É a semana toda de uma relação picante e ardente.

Subida

A elevação da consciência! Para prestar atenção nos sinais que a vida dá, e seguir de acordo com a força que se adquire por meio desses sinais.

Louca e Sagaz

É a independência da mulher na hora de seduzir, é se despir da vergonha e apenas entrar para a sedução.

Informar Erro
Falar com a equipe
QUEM FEZ
Nicolle Cabral

Nicolle Cabral

Antes de ser repórter da Tangerina, Nicolle Cabral passou por Rolling Stone, Revista Noize e Monkeybuzz. Nas horas vagas, banca a masterchef para os amigos, testa maquiagens e cantarola hits do TikTok.

Ver mais conteúdos de Nicolle Cabral

0 comentário

Tangerina é um lugar aberto para troca de ideias. Por isso, pra gente é super importante que os comentários sejam respeitosos. Comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, com palavrões, que incitam a violência, discurso de ódio ou contenham links vão ser deletados.

Acesse sua conta para comentar

Ainda não tem uma conta?

Conteúdo fresco, direto da fruta

Quer ficar por dentro das notícias do mundo pop? É só assinar nosso conteúdo semanal