FILMES E SÉRIES

Patrick John Flueger e Marina Squerciati em Chicago P.D.

Divulgação/NBC

PATRICK JOHN FLUEGER

Ruzek de Chicago P.D. prefere final feliz com Burgess a novo desafio

Patrick John Flueger, intérprete de Ruzek em Chicago P.D., torce para que seu personagem se acerte com Burgess nos novos episódios

Luciano Guaraldo

Há nove anos no elenco de Chicago P.D., Patrick John Flueger já viveu as mais diversas experiências por meio de seu personagem, Adam Ruzek. Um dos seus principais arcos, porém, é o romance vaivém com Kim Burgess (Marina Squerciati). Embora muitos artistas torçam por mais reviravoltas para que possam se desafiar profissionalmente, o ator de 38 anos prefere a tranquilidade de um romance sem obstáculos. “Torço para dar certo, gostaria de vê-los com um final feliz”, adianta.

“É engraçado esse ‘vão ou não vão’, porque sempre tem aquele medo de, quando finalmente acontecer, os personagens perderem a graça. Tivemos Ross [David Schwimmer] e Rachel [Jennifer Aniston] em Friends [1994-2004], Bruce Willis e Cybill Shepherd em A Gata e o Rato [1985-1989]… Acho que é disso que os nossos roteiristas têm medo, de Ruzek e Burgess ficarem menos interessantes”, pondera ele em conversa exclusiva com a Tangerina.

Flueger, porém, não acha que isso aconteceria com o casal, carinhosamente apelidado de Burzek pelos fãs. “Eu acho que essa é uma das primeiras vezes na história da televisão que todo o público está [pedindo]: ‘Só deixem eles em paz, vamos deixá-los serem felizes’. Eu gosto de pensar que ainda seríamos interessante ficando juntos e felizes.”

“Eu odiaria nos ver terminando, porque a Marina é uma das minhas melhores amigas na vida real. E nós trabalhamos muito bem na série, temos bastante química na frente das câmeras. Então, eu fico pensando: ‘Será que vão separá-los? Talvez ela fique com outro cara, ou eu com outra mulher’. E, para ser sincero, isso me deixaria muito decepcionado, porque eu realmente amo trabalhar com ela. É fácil atuar com a Marina, ela faz a maioria do trabalho, eu só fico no canto e sorrio (risos)”, brinca.

Tanta torcida seria um indício de que a reta final da nona temporada, atualmente em exibição no Universal TV, trará novidades para o relacionamento? “Eu não sei, eles não me contam muita coisa. Sou a pior pessoa para você questionar isso, porque quase sempre sou o último a saber de alguma coisa”, desconversa o ator.

O ator sabe muito bem, no entanto, como fazer para não se desgastar depois de nove anos vivendo o mesmo personagem. “O conteúdo que os roteiristas, diretores e produtores nos dão para trabalhar torna meio que impossível de se acomodar, sabe?”, explica ele. “O que é ótimo sobre a equipe de Dick Wolf [produtor da franquia Chicago] é que constantemente estão incentivando as pessoas, promovendo-as para cargos maiores. Ele foi montando sua rede de pessoas talentosas. E ter novas vozes e novas ideias faz com que a série esteja constantemente em mudança”, explica Flueger.

Os novos episódios de Chicago P.D. são exibidos pelo Universal TV toda segunda, às 23h10. Antes, o sétimo ano de Chicago Med entra no às 21h30, seguido pela décima temporada de Chicago Fire, às 22h20.

Colaborou André Alonso.

Informar Erro
Falar com a equipe
QUEM FEZ

Luciano Guaraldo

Editor-chefe da Tangerina. Antes, foi editor do Notícias da TV, onde atuou durante cinco anos. Também passou por Diário de São Paulo e Rede BOM DIA de jornais.

Ver mais conteúdos de Luciano Guaraldo

0 comentário

Tangerina é um lugar aberto para troca de ideias. Por isso, pra gente é super importante que os comentários sejam respeitosos. Comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, com palavrões, que incitam a violência, discurso de ódio ou contenham links vão ser deletados.

Acesse sua conta para comentar

Ainda não tem uma conta?

Conteúdo fresco, direto da fruta

Quer ficar por dentro das notícias do mundo pop? É só assinar nosso conteúdo semanal