FILMES E SÉRIES

Fantastic Beasts 3

Divulgação/Warner Bros.

Crítica

Animais Fantásticos: Os Segredos de Dumbledore nem deveria existir

Em meio a polêmicas envolvendo a participação de J.K. Rowling e a demissão de Johnny Depp, que interpretava o vilão do filme, Animais Fantásticos 3 vira um grande videoclipe com belas imagens e frases de efeito que poderia ter sido feito por um fã

Gabriela Franco

Gabi Franco

Animais Fantásticos: Os Segredos de Dumbledore, sequência de Os Crimes de Grindelwald, de 2018, chega aos cinemas de todo o Brasil nesta quinta-feira (14) praticamente se arrastando. Isso porque o sucessor da franquia derivada dos filmes de Harry Potter, apesar de contar com ótimo elenco e momentos fofos envolvendo os animais encantados do título, não se sustenta e se mostra só mais uma tentativa de manter vivo o legado (milionário) do menino mágico.

O longa volta com a direção de David Yates e roteiro assinado por J. K. Rowling em colaboração com Steve Kloves (roteirista de quase todas as adaptações de Harry Potter). A narrativa segue a do enredo do filme anterior: o mundo envolvo em um clima pré-guerra sombrio e temeroso e Grindelwald (agora interpretado por Mads Mikkelsen) reunindo seguidores fiéis para tentar usurpar a liderança do mundo bruxo e assim exterminar a população trouxa que, segundo suas convicções, pertence a uma raça inferior.

Perdendo o fio da meada

Animais Fantásticos

A eterna luta do bem contra o mal, do amor conta o ódio personificados em Dumbledore (Jude Law) e Grindelwald (Mads Mikkelsen)

Divulgação/Warner

O bruxo mais poderoso e que poderia enfrentar o vilão de igual para igual seria Alvo Dumbledore (Jude Law), mas este está impedido por meio de um elo mágico muito forte que ambos fizeram quando mais jovens e apaixonados. Então, agora é a vez de Dumbledore juntar a turma do bem para que possa enfrentar, ainda que indiretamente, o bruxo das trevas. 

Para isso ele convoca novamente o magizoologista Newt Scamander (Eddie Redmayne) e um bando improvável que conta com o irmão de Newt, Theseus Scamander (Calum Turner), a professora Lally Hicks (Jessica Williams), a assistente de Newt, Bunty (Victoria Yates) o bruxo Yussuf Kama (William Nadylan) e o trouxa Jacob Kowalsky (Dan Fogler) este último, alívio cômico da trama que praticamente salva o filme. Juntos, eles têm um plano que é: não ter um plano. Fazer tudo de improviso impedindo assim que Grindelwald, que tem o dom da premonição, antecipe seus passos. 

Se seguisse por este lado, a história teria tudo para abraçar a galhofa e entregar um filme leve e divertido no estilo “uma turma mágica que apronta grandes confusões”, parafraseando o inesquecível narrador da Sessão da Tarde. Mas, no eterno equilíbrio entre o entretenimento e a tentativa de passar uma mensagem séria e relevante sobre perseguição política, relacionamentos abusivos, abandono parental, ética e bondade, o fio se perde. A impressão que fica é a de que o longa é um grande “filler”, que é como chamamos um daqueles episódios de séries longas, feitos para encher linguiça e segurar a audiência até o final apoteótico. Que neste caso, não chega.

Junte a isso o fato de nomes como o da brasileira Maria Fernanda Cândido, que interpreta Vicência Santos, a concorrente política direta a Grindelwald, e do ator William Nadylan, que interpreta o bruxo Yussuf Kama, parente da família Lestrange -bastante importante na genealogia potteriana-  entrarem mudos e saírem calados, e está feito o estrago.

Tem salvação

Algumas risadas são garantidas, é claro, pelas participações de Redmayne e seu poder de controlar animais mágicos e também pelo divertido Fogler, como o humano deslocado entre bruxos. A produção continua caprichada, apesar dos efeitos em CGI deixarem a desejar, mas figurino e locações ainda são impressionantes. 

O ótimo ator Mads Mikkelsen garante finalmente um vilão muito mais frio e calculista do que o afetado Grindelwald de Johnny Depp. Aliás, nos minutos iniciais do filme, o relacionamento amoroso prévio de Alvo Dumbledore e Gellert Grindelwald é finalmente assumido. Mas a cena se resume a  a um diálogo (que, inclusive, foi vetado na versão chinesa do filme) e só. Continua não tendo conexão alguma com o resto da história e nem traz informações novas, apenas reafirma um pedido dos fãs.

Desde que foi anunciado, o longa esteve envolto em várias controvérsias, a começar pelas incessantes declarações transfóbicas da autora da saga que parece fazer questão de afastar cada vez mais o fandom de suas obras. Também tivemos a demissão de Johnny Depp por acusações de violência doméstica, além das recentes presepadas protagonizadas por Ezra Miller (que na trama interpreta Credence Barebone) e que podem resultar em sua suspensão pela Warner.  

E produzido assim, desviando das polêmicas tal qual Harry de um Aveda Kedavra, surge um filme que a franquia simplesmente não precisava.

O legado de Harry Potter é atemporal, fez parte da infância de muitos, introduziu outros tantos à leitura e trouxe todo um novo universo à cultura pop. Apesar de todo imbróglio no qual a marca está envolvida, não merecia ter seu valor diluído por tentativas desesperadas de se manter relevante. Assim como a fênix , animal patrono do mago Dumbledore, que renasce das cinzas, talvez existam outras chances de ver o potterverso brilhar novamente. Mas definitivamente não será com este filme.

Pode azedar o seu dia: É um filme fraco cujas tramas e subtramas continuam soltas e que vai do nada para lugar nenhum

Dois pelo preço de um: Que tal assistir os bons filmes da franquia Harry Potter? O Prisioneiro de Azkaban, dirigido por Alfonso Cuarón, continua invicto

Presta atenção, freguesia: Em Mads Mikkelsen, que nem precisou colocar em prática todo o seu potencial dramático para entregar um vilão ok

Jessica Williams, Callum Turner, Jude Law, Dan Fogler e Eddie Redmayne em cena de Animais Fantásticos - Os Segredos de Dumbledore

Animais Fantásticos 3: Os Segredos de Dumbledore

Animais Fantásticos 3: Os Segredos de Dumbledore

Animais Fantásticos: Os Segredos de Dumbledore

Aventura
12
Direção
David Yates
Produção
Warner Bros
Onde assistir
Nos Cinemas
Elenco
Eddie Redmayne
Jude Law
Mads Mikkelsen
Dan Fogler
Jessica William
Calum Turner
Informar Erro
Falar com a equipe
QUEM FEZ
Gabriela Franco

Gabi Franco

Editora de filmes e séries na Tangerina, Gabi Franco é criadora do Minas Nerds, jornalista, cineasta, mãe de gente, pet e planta. Ex- HBO, MTV, Folha, Globo… É marvete, mas até tem amigos DCnautas.

Ver mais conteúdos de Gabi Franco

0 comentário

Tangerina é um lugar aberto para troca de ideias. Por isso, pra gente é super importante que os comentários sejam respeitosos. Comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, com palavrões, que incitam a violência, discurso de ódio ou contenham links vão ser deletados.

Acesse sua conta para comentar

Ainda não tem uma conta?

Conteúdo fresco, direto da fruta

Quer ficar por dentro das notícias do mundo pop? É só assinar nosso conteúdo semanal