As 20 melhores séries do Disney+ - Tangerina

FILMES E SÉRIES

Capa séries Disney Plus

Foto e ilustrações: Divulgação / Arte: Tangerina

Listas

Além do Mickey: 20 melhores séries do Disney+

Além de séries famosas do própria Disney, Marvel, Pixar e da saga Star Wars, há muitas outras coisas legais para assistir no Disney+

Rafael Argemon
Rafael Argemon

Em novembro de 2020, o Disney+ chegou ao Brasil cheio de pompa e circunstância ancorado nas animações clássicas do estúdio, filmes do Universo Cinematográfico Marvel (o famoso MCU), os queridos desenhos da Pixar e, claro, na saga Star Wars. Mas a inicial empolgação do público brasileiro – que assinou a plataforma da Disney como se não houvesse amanhã —passou logo. 

É claro que todas essas atrações listadas acima eram atrativas o suficiente para garantir o sucesso imediato do lançamento do serviço, mas algumas coisinhas chatearam muitos assinantes. Ente elas, séries sem temporadas completas, como a amada animação dos X-Men da década de 1990, e produções inéditas no Brasil, como o musical Hamilton, que chegaram sem legendas em português. Problemas que, com o tempo, foram resolvidos.

No entanto, como dizem por aí, há males que vêm para o bem. Essas falhas também serviram de estímulo para que boa parte do conteúdo menos conhecido do Disney+ ganhasse mais holofote. E olha que não é pouca coisa! Além de títulos famosos do próprio estúdio de Walt Disney, da Marvel, da Pixar e da saga Star Wars, há produções da National Geographic e dos Muppets, por exemplo. 

Foi pensando nisso que nós aqui da Tangerina selecionamos as 20 melhores séries para você assistir no Disney+.      

Prontos para encarar essa maratona com a turma do Mickey e companhia? 

Vamos nessa!

Agora Muppets (2020 – )

Trailer da série Agora Muppets (2020 - )

Kermit e companhia seguem com seus esquetes divertidos e caóticos

Ok, a nova empreitada dos Muppets, os bonecos criados pelo genial Jim Henson na década de 1970, não chega aos pés do original The Muppet Show, que ficou no ar de 1976 a 1981 e gerou uma série de ótimos filmes. Mas é sempre legal reencontrar Caco – ou Kermit, como querem que chame o personagem agora – e sua turma em seu ambiente natural, ou seja, a televisão. Mesmo que não tenha mais o humor afiado dos velhos tempos, alguns esquetes ainda são bem divertidos e caóticos.

Dois pelo preço de um: Além de muito divertida, Da Terra Para o Ned é outra série que mantém vivo o legado de Jim Henson.

Presta atenção, freguesia: No quanto o humor dos Muppets ainda é tão relevante.

Assista no Disney+

A Vida Secreta dos Chimpanzés (2020 – )

Trailer da série A Vida Secreta dos Chimpanzés (2020 - )

300 chimpanzés protagonizam histórias divertidas e surpreendentemente tocantes

Impossível negar que uma das grandes sacadas da plataforma são as produções em parceria com a National Geographic. Dessas, A Vida Secreta dos Chimpanzés é uma das melhores. A série documental retrata o dia a dia de um grupo bem distinto de primatas que vive no maior santuário de chimpanzés no mundo, o Chimp Haven, no coração da floresta da Louisiana, no sul dos EUA. O local abriga nada mais que 300 chimpanzés que protagonizam histórias divertidas e surpreendentemente tocantes.

Dois pelo preço de um: Outra produção da National Geographic que vale muito a pena conhecer é o documentário Elefante, de 2020.

Presta atenção, freguesia: Na linda relação entre Isha e seu filho Oscar e na luta pelo poder entre Freddy e Scar.

Assista no Disney+

DuckTales (1987 – 1990) / (2017 – 2021)

Abertura da série DuckTales (2017 - 2021)

Não há limites para as aventuras intercontinentais do Tio Patinhas e seus sobrinhos

Quem, ao ouvir a música de abertura de DuckTales, consegue resistir à tentação de cantar junto aquele “uhuuu”? Nem quem é mais novo e não viu sua versão original, já que a série animada ganhou um reboot tão legal quanto em 2017. Ambas as produções conseguiram traduzir para a tela a sensação de aventura tão característica dos quadrinhos da Disney com perfeição. Piratas, cavaleiros, vikings, fantasmas… Não há limites para as deliciosas aventuras intercontinentais do Tio Patinhas e seus sobrinhos. 

Dois pelo preço de um: O Pato da Capa Preta é um imperdível spin-off de DuckTales.

Presta atenção, freguesia: No quanto as aventuras de Tio Patinhas e companhia continuam deliciosas.

Assista no Disney+

A Era do Gelo: Histórias de Scrat (2022)

Cena da animação A Era do Gelo: Histórias do Scrat

Trailer da série A Era do Gelo: Histórias de Scrat (2022)

Personagem de A Era do Gelo ganha uma simpática série própria

O último projeto do estúdio Blue Sky antes da Disney fechar o estúdio é uma coleção de curtas –de dois minutos de duração cada– bem divertidos estrelados por Scrat, o esquilo obcecado por nozes da franquia A Era do Gelo. Aqui, Scrat se torna o guardião relutante de um esquilo bebê. Sua afeição pela criatura fofinha entra em conflito com seu desejo irresistível por nozes.

Dois pelo preço de um: A Vida de Dug é outra série de curtas animados derivados de um estúdio comprado pela Disney. No caso, a Pixar. A série é estrelada por Dug, o cachorro que fala de Up: Altas Aventuras (2009).

Presta atenção, freguesia: Nas claras influências de um clássico da animação, os antigos desenhos do Papa-Léguas

Assista no Disney+

Falcão e o Soldado Invernal (2021)

Trailer da série Falcão e o Soldado Invernal (2021)

Além da ação, série mais pé no chão da Marvel discute questões sociais importantes

A série funciona como o devido refresco para quem já está cansado desse negócio de multiverso e tem saudade de tramas mais pé no chão da Marvel, como a de Capitão América: O Soldado Invernal (2014). É, certamente, uma série mais focada na ação, mas não se engane – há muitas questões mais sérias levantadas aqui, como por exemplo o que significa para um homem negro se tornar o novo Sentinela da Liberdade. Além disso, nos apresenta personagens menos maniqueístas, como John Walker (Wyatt Russell), uma versão fascista do Capitão América, e Isaiah Bradley, um pré-Capitão América que teve sua vida destruída apenas pelo fato de ser negro.

Dois pelo preço de um: Para continuar na pegada mais “realista” do universo Marvel, vá de Agente Carter.

Presta atenção, freguesia: Nas questões sociais levantadas pela série.

Assista no Disney+

Gavião Arqueiro (2021)

Trailer da série Gavião Arqueiro (2021)

Um alívio natalino para quem está cansado de tantas referências “marvelisticas”

Mais um especial de natal vitaminado do que uma série propriamente dita, Gavião Arqueiro não acrescenta quase nada aos planos da Marvel em preparar o terreno para a próxima fase do multiverso no MCU. O que não quer dizer que não valha a pena assistir Gavião Arqueiro. Longe disso. A produção é até um alívio para quem está cansado de tantas referências “marvelisticas”. É muito mais focada em se aprofundar no personagem vivido por Jeremy Renner e em sua relação com Kate Bishop (Hailee Steinfeld), heroína que certamente assumirá seu manto em uma futura nova formação dos Vingadores.

Dois pelo preço de um: Saiba mais sobre a trajetória do Gavião Arqueiro no episódio do personagem na série Lendas da Marvel.

Presta atenção, freguesia: Na grande revelação que é Hailee Steinfeld como Kate Bishop.

Assista no Disney+

Gravity Falls – Um Verão de Mistérios (2012 – 2016)

Trailer da série Gravity Falls - Um Verão de Mistérios (2012 - 2016)

Mistura de Arquivo X com Twin Peaks em pacote kid friendly

Imagine uma mistura fofa de Arquivo X com Twin Peaks em formato de animação e você pode ter uma leve ideia do quanto Gravity Falls pode ser legal. Protagonizada por dois gêmeos pré-adolescentes que vão passar o verão no museu vagabundo de beira de estrada de seu tio-avô, a série animada criada por Alex Hirsch (de As Trapalhadas de Flapjack) consegue misturar todo aquele mistério e excentricidade em um pacote kid friendly que conquista todo mundo, independente da idade. É talvez a melhor joia escondida no catálogo do Disney+.

Dois pelo preço de um: Quer se surpreender com outra série de animação? Amphibia é uma ótima pedida.

Presta atenção, freguesia: Série animada não é necessariamente apenas para crianças e Gravity Falls é um belo exemplo disso.

Assista no Disney+

High School Musical: A Série: O Musical (2019 – )

Trailer da série High School Musical: A Série: O Musical (2019 - )

O nome pode parecer bizarro, mas explica muito dessa série metalinguística

Tipo de versão teen/filme de escola do musical Grease: Nos Tempos da Brilhantina (1978), High School Musical foi um sucesso absoluto da Disney quando foi lançado, em 2016. Um fenômeno pop que ganhou algumas sequências e que, claro, acabou se transformando – mesmo que tardiamente – em série. É verdade que o título ridículo parece uma brincadeira, mas a produção consegue uma solução bem bolada e cheia de metalinguagem para dar continuidade à franquia, contando a história dos alunos da escola onde os filmes de High School Musical foram filmados, fazendo sua própria versão do filme que começou tudo. Acredite, essa série é bem mais esperta do que você imagina.

Dois pelo preço de um: Você curte mesmo musicais? Que tal um reality sobre musicais? Anote aí: Bis!

Presta atenção, freguesia: Na forma como a série utiliza a metalinguagem para se colocar de uma forma diferente na franquia.

Assista no Disney+

Loki (2021 – )

Trailer da série Loki (2021 - )

Nosso malvado favorito viajando no tempo e espaço? Queremos!

A série da Marvel mais aguardada de 2021 não foi uma unanimidade. Mesmo com todo o charme de Tom Hiddleston como o anti-herói preferido dos fãs da Marvel e sua grande química com Owen Wilson e Sophia Di Martino, Loki gastou tempo demais com aventuras inócuas do Deus da Trapaça viajando no tempo e espaço antes de mergulhar mais fundo na trama maior, sobre o que está por trás da Autoridade de Variância Temporal (AVT). Dito isso, a série não deixa de ser extremamente divertida. Além de apresentar um personagem fundamental no desenvolvimento do multiverso, que promete ser o denominador comum do MCU daqui para frente.

Dois pelo preço de um: Agentes da S.H.I.E.L.D. pode não ter uma relação direta com Loki, mas tem muito em comum com os mecanismos de funcionamento da AVT.

Presta atenção, freguesia: Na química de Tom Hiddleston (Loki) com o Mobius de Owen Wilson e a Sylvie de Sophia Di Martino.

Assista no Disney+

O Livro de Boba Fett (2021 – )

Cena da série O Livro de Boba Fett

Trailer da série O Livro de Boba Fett (2021 - )

Abram alas que o Mandaloriano quer passar

O Spin-off de O Madaloriano não cumpriu tudo que prometia. Ainda mais ao colocar como protagonista o misterioso caçador de recompensas Boba Fett, um coadjuvante de Star Wars que passou a ser cultuado pelos fãs da saga desde que apareceu em O Império Contra-Ataca (1980). Só que ele acaba sendo preterido por Din Djarin (o Mandaloriano) em sua própria série! Fato que poderia tirar a importância de O Livro de Boba Fett, mas que faz dela obrigatória para quem quer saber mais sobre a história do Mandaloriano e do destino de Grogu (Baby Yoda, para os íntimos).

Dois pelo preço de um: Não tem jeito. Nesse caso, O Mandaloriano é obrigatório.

Presta atenção, freguesia: No retorno de Din Djarin e Grogu, que dão sequência aos acontecimentos da 2ª temporada de O Mandaloriano.

Assista no Disney+

O Mandaloriano (2019 – )

Cena da série O Mandaloriano

Trailer da série O Mandaloriano (2019 - )

Uma das melhores coisas na saga Star Wars desde a primeira trilogia

Recheada de influências de faroeste (americano e o espaguete italiano) e também de filmes de samurai, a produção consegue ter identidade própria mesmo dentro do restrito universo de Star Wars. Sua vibe de seriado antigo em conjunto com roteiro, direção, design de produção, o imenso carisma de seus protagonistas Din Djarin (mesmo sem que Pedro Pascal tire a máscara) e Grogu (o famoso Baby Yoda) e a trilha sonora simplesmente espetacular de Ludwig Göransson fazem de O Mandaloriano uma das melhores coisas na saga Star Wars desde a primeira trilogia.

Dois pelo preço de um: Quer se aprofundar ainda mais no mundo do Mandaloriano? Não perca Disney Gallery: The Mandalorian, série de pequenos docs sobre os bastidores da série.

Presta atenção, freguesia: Na aparição de alguns personagens importantes de outras produções do universo Star Wars. Até da trilogia original!

Assista no Disney+

O Mundo Segundo Jeff Goldblum (2019 – )

Trailer da série O Mundo Segundo Jeff Goldblum (2019 - )

Jeff é um cara esquisitão, mas bem legal

Todo mundo conhece Jeff Goldblum como um ator que sempre interpreta tipos meio excêntricos em filmes como A Mosca (1986), Jurassic Park – Parque dos Dinossauros (1993) e Independence Day (1996), mas o fato é que, pessoalmente, Goldblum também é uma figura. Seu jeitão esquisito, mas sempre simpático, é o mote perfeito para uma série sobre curiosidades da vida, como é o caso de O Mundo Segundo Jeff Goldblum. Em suas andanças, o ator fala sobre os mais diversos assuntos. Segundo o próprio, tudo o que ele mais adora, como tênis, tatuagem, sorvete, videogame e afins.

Dois pelo preço de um: Na mesma pegada documental, A História do Imagineering mostra os bastidores dos parques da Disney como você nunca viu antes.

Presta atenção, freguesia: No carisma esquisito de Jeff Goldblum.

Assista no Disney+

Sparkshorts (2019 – )

Trailer da série de curtas Sparkshorts (2019 - )

A magia das animações da Pixar em pequenas porções

A seleção de longas da Pixar é sempre uma atração à parte dentro da Disney+, mas alguns dos curtas do estúdio são também imperdíveis. O selo Sparkshorts traz novos títulos nesse formato que são absolutamente deliciosos, como, entre outros, Bao, Vento, Kitbull, Purl, Smash & Grab e Segredos Mágicos, a primeira animação do estúdio protagonizada por um personagem LGBTQIA+. Aliás, muitos deles foram concorrentes ou mesmo vencedores do Oscar na categoria de animação em curta metragem.

Dois pelo preço de um: Mais ou menos na mesma vibe, Mickey Mouse (2013) é uma série de curtas que revitalizou o mais clássico dos personagens da Disney.

Presta atenção, freguesia: No trabalho de diretores com grande potencial de brilhar em longas da Pixar, como o caso de Domee Shi, diretora de Bao também dirige o novo filme do estúdio: Red: Crescer é uma Fera.

Assista no Disney+

Star Wars: A Guerra dos Clones (2008 – 2014) / (2020)

Pôster da série rs: A Guerra dos Clones

Trailer da série Star Wars: A Guerra dos Clones

Muito, mas muito melhor mesmo, que a segunda trilogia Star Wars

Ambientada nas Guerras Clônicas, durante os três anos entre os acontecimentos de Star Wars, Episódio II: Ataque dos Clones (2002) e Star Wars, Episódio III: A Vingança dos Sith (2005), a série animada escrita por Dave Filoni (um dos caras por trás do grande sucesso de O Mandaloriano) pode parecer um pouco infantil no começo. Mas a partir da 3ª temporada, a história ganha mais profundidade e nos apresenta personagens marcantes e fundamentais para os rumos da saga, como a jedi Ahsoka Tano e a mandaloriana Bo-Katan. Uma última e 7ª temporada foi lançada em 2020. 

Dois pelo preço de um: Continue na saga dos clones em Star Wars: The Bad Batch.

Presta atenção, freguesia: Você vai aprender muito mais sobre Anakin Skywalker do que nos filmes da segunda trilogia Star Wars.

Assista no Disney+

Star Wars Rebels (2014 – 2018)

Pôster da série Star Wars Rebels

Trailer da série Star Wars Rebels

Provando que boa parte do que há de melhor em Star Wars está nas animações

Primeira obra do novo cânone da Lucasfilm, a animação Star Wars Rebels, lançada em 2014, tinha a missão de preparar o terreno para o lançamento de Star Wars: O Despertar da Força (2015). A série se passa cinco anos antes dos eventos de Guerra nas Estrelas (1977) – o primeiro filme da trilogia original – e segue os primeiros dias de uma rebelião que começa a tomar forma enquanto o Império caça os últimos Jedi. Balanceando bem o humor e ação com um protagonista complexo como Ezra, Rebels foi uma muito bem-vinda adição ao universo de Star Wars.

Dois pelo preço de um: Curte Rogue One: Uma História Star Wars (2016)? Há várias referências de Rebels no filme.

Presta atenção, freguesia: No retorno triunfante de Ahsoka Tano.

Assista no Disney+

Star Wars: Visions (2021)

Trailer da série Star Wars: Visions (2021)

Experiências que fazem a festa de quem é fã de Star Wars com cabeça aberta

Star Wars: Visions está para Star Wars assim como Animatrix (2003) para o universo de Matrix. Ou seja, uma antologia de contos estilo anime que amplia o escopo da saga para muito além dos personagens dos filmes. E consegue cumprir essa complicada tarefa em refrescantes e visualmente deslumbrantes episódios de apenas 15 minutos cada. Todos animados em estilos distintos por sete estúdios japoneses. Visions é a prova de que a franquia ainda tem muito a oferecer.

Dois pelo preço de um: Star Wars: A Resistência é outra produção estilo anime da saga.

Presta atenção, freguesia: Nos diferentes estilos de cada episódio que são o grande charme dessa série.

Assista no Disney+

The Beatles: Get Back (2021)

Get Back, cena do filme de Peter Jackson

Trailer da minissérie The Beatles: Get Back (2021)

Um baú de tesouros beatlemaníacos preciosos até para quem não é beatlemaníaco

Um verdadeiro deleite para beatlemaníacos (e até para quem não conhece tanto assim o legado dos Fab Four), a minissérie documental The Beatles: Get Back é um trabalho monumental de edição capitaneado pelo cineasta neozelandês Peter Jackson (da trilogia O Senhor dos Anéis). O material, dividido em três episódios de cerca de 2 horas cada, faz um recorte de quase 60 horas de filmagens nunca vistas e gravadas ao longo de 21 dias, quando John Lennon, Paul McCartney, George Harrison e Ringo Starr tentavam escrever 14 novas músicas em preparação para seu primeiro show ao vivo em mais de dois anos.

Dois pelo preço de um: Difícil indicar alguma coisa parecida com Get Back na Disney+, mas há uma em sua plataforma irmã, o Star+, o imperdível McCartney 3,2,1.

Presta atenção, freguesia: No nível de intimidade dos Beatles exposto aqui. Algo totalmente inédito.

Assista no Disney+

WandaVision (2021)

Trailer da série WandaVision (2021)

Marvel estreia na TV fazendo um bela homenagem à história da TV

Lançada com pompas como a primeira série produzida pelo Marvel Studios, WandaVision ousou bastante ao fugir do formato quadradão dos filmes do MCU e não decepcionou. Aliás, segue sendo até hoje a melhor produção televisiva da Casa das Ideias. Ao misturar referências diretas a séries clássicas de décadas distintas com o drama pessoal de Wanda Maximoff/Feiticeira Escarlate (Elizabeth Olsen) após a perda de seu companheiro, o sintozoide Visão (Paul Bettany), a produção foi assunto de fãs curiosos por bastante tempo. Um veículo perfeito para milhares de teorias malucas que serão colocadas à prova com o lançamento de Doutor Estranho no Multiverso da Loucura (com lançamento marcado para 5 de maio de 2022), filme em que Wanda terá papel essencial na trama.

Dois pelo preço de um: Dê um tempo no MCU e curta também Abracadabra (1993), filme que traz muito da vibe da bruxa Agatha Harkness que vai ganhar uma aguardada sequência em outubro de 2022.

Presta atenção, freguesia: Nas deliciosas referências a séries de diversas décadas. Tente reconhecê-las a cada episódio.

Assista no Disney+

What If? (2021 – )

Trailer da série What If? (2021 - )

Curtas de animação escancaram as infinitas possibilidades do multiverso

Na Marvel, nenhum ponto fica sem nó. Assim como em WandaVision e Loki, a série de animação What If? tem papel importantíssimo na próxima fase de filmes do estúdio, na qual a palavra de ordem é multiverso. Ao apresentar diferentes versões e origens de seus heróis, além de eventos que tomaram caminhos totalmente diferentes do que antes conhecíamos dentro do MCU, What If? funciona como uma apresentação do público não versado nos quadrinhos ao conceito do multiverso de uma forma às vezes até exageradamente didática. Como praticamente toda antologia, há uma grande desigualdade entre episódios. Alguns são ótimos, como o do Dr. Estranho, da vitória de Ultron e o dos zumbis; enquanto outros, como o do Thor festeiro e do Killmonger amigo de Tony Stark, são apenas ok.  

Dois pelo preço de um: Avante é uma série de docs sobre os bastidores de produções da Marvel que orna perfeitamente com uma sessão em conjunto com What if?

Presta atenção, freguesia: Nas milhares de possibilidades que o multiverso pode trazer para o MCU.

Assista no Disney+

X-Men (1992 – 1997)

Trailer da série X-Men (1992 - 1997)

Saudosa série animada é a melhor tradução dos X-Men para a tela até hoje

Quando a Disney+ foi lançada no Brasil, em novembro de 2019, muitos assinantes ficaram decepcionados com o fato da plataforma ter disponibilizado apenas a 1ª temporada da querida série animada dos X-Men dos anos 1990. Um erro grave para os saudosos fãs de um verdadeiro cult que acabou corrigido um tempo depois. Nas mãos da FOX por muito tempo, o grupo de mutantes criado por Stan Lee sofreu por falta de uma visão mais clara sobre seus rumos mas, fora dos quadrinhos, foi aqui, em uma animação, que os pupilos do Professor Xavier mais brilharam. Quem não se lembra do meme do Wolverine triste? Um clássico!

Dois pelo preço de um: Outra série animada dos anos 1990 que você não pode perder é Homem-Aranha (1994).

Presta atenção, freguesia: No fator nostalgia de quem cresceu assistindo essa série na TV.

Assista no Disney+

Leia mais:

Informar Erro
Falar com a equipe
QUEM FEZ
Rafael Argemon

Rafael Argemon

Rafael Argemon é criador do perfil O Cara da Locadora no Instagram e também assina uma coluna com o mesmo nome na Tangerina, onde indica as pérolas escondidas nas plataformas de streaming. Cinéfilo e maratonador de séries profissional, passou por Estadão, R7, UOL, Time Out e Huffpost. Apaixonado por pugs, sagu e jogos do Mario.

Ver mais conteúdos de Rafael Argemon

0 comentário

Tangerina é um lugar aberto para troca de ideias. Por isso, pra gente é super importante que os comentários sejam respeitosos. Comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, com palavrões, que incitam a violência, discurso de ódio ou contenham links vão ser deletados.

Acesse sua conta para comentar

Ainda não tem uma conta?

Conteúdo fresco, direto da fruta

Quer ficar por dentro das notícias do mundo pop? É só assinar nosso conteúdo semanal