FILMES E SÉRIES

Winona Ryder em Stranger Things

Divulgação/Netflix

HISTÓRIA DIFERENTE

Stranger Things vai ter spin-off? Criadores se empolgam com nova série

Os criadores de Stranger Things já desenvolvem ideias para um spin-off depois que as aventuras dos adolescentes de Hawkins chegarem ao fim

Luciano Guaraldo

Stranger Things só chegará ao fim após a quinta temporada, e a primeira parte do quarto ano chega à Netflix apenas nesta sexta (27). Apesar disso, os irmãos Duffer já estão pensando no futuro da franquia para depois que as aventuras de Eleven (Millie Bobby Brown) e sua turma chegarem ao fim. Será que vem série derivada aí?

“Temos uma ideia para um spin-off e estamos bem empolgados com ela. Mas ainda não contamos nada para ninguém, muito menos começamos a escrevê-la. Mas achamos que todo mundo, inclusive a Netflix, vai ficar surpreso quando ouvir o conceito, porque ele é muito, muito diferente”, contaram os Duffer para o site da revista Variety.

Apesar de a sinopse ser tão inusitada, um dos integrantes do elenco conseguiu descobrir o segredo. “De alguma maneira, Finn Wolfhard [Mike] adivinhou sobre o que essa nova série vai tratar. Ele é um garoto muito inteligente! Mas, tirando o Finn, ninguém mais sabe”, disseram os criadores de Stranger Things.

Eles explicaram ainda que a ideia original era lançar a temporada inteira de uma vez só, como havia ocorrido nos anos anteriores. Mas a duração dos episódios os forçou a mudar de ideia. “Todo mundo começou a achar que a temporada era longa demais para sair em um único volume. São quase 13 horas, está mais perto de duas temporadas do que de uma só.”

“Então, nós discutimos várias opções de lançamento com Ted Sarandos [chefão da Netflix], e logo no início ele propôs de fazermos em dois volumes, o que nos permitiu dividir a temporada sem perder o modelo de maratona valorizado pela plataforma.”

Mesmo assim, a divisão ainda causa estranhamento: o Volume 1 contará com os primeiros sete capítulos, enquanto os dois que encerram a temporada estreiam apenas em 1º de julho. A separação nada matemática tem justificativa. “O episódio sete é tão grande quanto qualquer final de temporada que já fizemos, então fazia sentido dividir ali. É o fim de um ato. E achamos que o ato final tinha material suficiente para formar o Volume 2.”

Informar Erro
Falar com a equipe
QUEM FEZ

Luciano Guaraldo

Editor-chefe da Tangerina. Antes, foi editor do Notícias da TV, onde atuou durante cinco anos. Também passou por Diário de São Paulo e Rede BOM DIA de jornais.

Ver mais conteúdos de Luciano Guaraldo

0 comentário

Tangerina é um lugar aberto para troca de ideias. Por isso, pra gente é super importante que os comentários sejam respeitosos. Comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, com palavrões, que incitam a violência, discurso de ódio ou contenham links vão ser deletados.

Acesse sua conta para comentar

Ainda não tem uma conta?

Conteúdo fresco, direto da fruta

Quer ficar por dentro das notícias do mundo pop? É só assinar nosso conteúdo semanal