Como Vin Diesel traiu o próprio instinto com Velozes e Furiosos - Tangerina

FILMES E SÉRIES

Vin Diesel em Velozes & Furiosos 9

Divulgação/Universal

55 ANOS

Como Vin Diesel traiu o próprio instinto com Velozes e Furiosos

Ator completa 55 anos nesta segunda-feira com status de astro de Hollywood por uma franquia da qual ele sequer queria participar

Luciano Guaraldo

Vin Diesel se tornou um dos principais astros do planeta à frente da franquia Velozes & Furiosos. Afinal, é impossível imaginar a saga dos carros tunados sem a presença de Dom Toretto. Mas o ator, que completa 55 anos nesta segunda-feira (18), teve de trair o próprio instinto para estrelar os filmes –ele achava que a história deveria ter acabado no primeiro longa, de 2001.

Você já se perguntou por que Vin Diesel não aparece em +Velozes +Furiosos (2003) e só tem uma ponta em Velozes & Furiosos: Desafio em Tóquio (2006)? É que o ator era contrário à vontade da Universal Pictures e dos produtores de transformarem o longa em uma franquia.

Em uma entrevista à Entertainment Weekly em 2020, ele admitiu que era uma grande ironia o fato de estar à frente de algumas das principais franquias do cinema. “Eu pedi para a Universal que não fizessem uma continuação de Velozes & Furiosos. Eu achei que ia comprometer a capacidade do filme de se transformar em um clássico atemporal”, contou ele.

Foi por isso que ele recusou o convite para voltar no segundo longa da franquia, que colocou Paul Walker (1973-2013) como protagonista isolado. Vin Diesel também não quis atuar na continuação de Triplo X (2002) pelo mesmo motivo. Na época, ele ainda não era um grande astro de Hollywood, e confessou que teve medo de estar destruindo sua carreira com as negativas.

“Às vezes você precisa dizer ‘não’ e defender a integridade daquilo que você deseja manifestar em um filme. Recusar os convites naquele momento da minha vida foi assustador, mas foi o que permitiu que eu me comprometesse de verdade. Fazer uma pausa é necessário quando você precisa refletir sobre para onde você deseja levar alguma coisa”, explicou.

Depois da pausa, Vin Diesel voltou com tudo no quarto filme da saga Velozes & Furiosos, lançado em 2009. A franquia deu um salto em repercussão após a morte trágica de Paul Walker, e o sétimo filme arrecadou sozinho mais de US$ 1,5 bilhão (R$ 8 bilhões, na cotação atual) no mundo todo.

Ao todo, os longas sobre os carros tunados já faturaram US$ 5,8 bilhões (R$ 31,1 bilhões), o que os torna a oitava franquia cinematográfica mais lucrativa do mundo. A saga com Vin Diesel está à frente de Jurassic Park, O Senhor dos Anéis, Transformers, Piratas do Caribe e Missão: Impossível, só para citar algumas marcas de peso.

E mais dois filmes vêm aí, com a promessa de que o 11º longa, previsto para 2024, marque o encerramento da história de Dom Toretto e sua “família”. Mas não será surpresa para ninguém se Vin Diesel decidir produzir mais capítulos dessa jornada –desde que eles não comprometem a integridade do projeto.

Informar Erro
Falar com a equipe
QUEM FEZ

Luciano Guaraldo

Editor-chefe da Tangerina. Antes, foi editor do Notícias da TV, onde atuou durante cinco anos. Também passou por Diário de São Paulo e Rede BOM DIA de jornais.

Ver mais conteúdos de Luciano Guaraldo

0 comentário

Tangerina é um lugar aberto para troca de ideias. Por isso, pra gente é super importante que os comentários sejam respeitosos. Comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, com palavrões, que incitam a violência, discurso de ódio ou contenham links vão ser deletados.

Acesse sua conta para comentar

Ainda não tem uma conta?

Conteúdo fresco, direto da fruta

Quer ficar por dentro das notícias do mundo pop? É só assinar nosso conteúdo semanal