GAMES

Imagem de Fortnite

Divulgação/Epic Games

Games

Celebridade por um dia: 7 jogos para ‘virar’ Neymar, Snoop Dogg e mais

Confira títulos que colocam você na pele de famosos do esporte e da música

Bruno Silva

Bruno Silva

No início de abril, o rapper Snoop Dogg chegou ao game Call of Duty: Mobile como um personagem jogável, em mais um capítulo de uma longa e curiosa tradição nos games: a de celebridades se tornarem personagens jogáveis em diversos games.

De olho na popularidade dos games, em especial entre um público mais jovem, atletas e artistas da música têm emprestado cada vez mais a sua aparência para títulos famosos. Mas as celebridades já marcam sua presença neste universo desde os anos 1990, e algumas têm até games que levam seu nome.

Pensando nisso, a Tangerina relembra alguns jogos que permitem você entrar na pele dos famosos. Listamos aqui títulos que trazem as celebridades como elas mesmas, em vez de um personagem —o que já tira boa parte das atrizes e atores de Hollywood que têm protagonizado games nos últimos anos.

Free Fire

Imagem de Free Fire

Cristiano Ronaldo e Alok são personagens em Free Fire

Divulgação/Garena

O jogo mais popular do Brasil acabou atraindo a atenção do principal DJ brasileiro. No título battle royale da Garena, você pode selecionar Alok como um dos personagens jogáveis, com direito a um figurino que ele já usou na vida real. A parceria deu certo: em 2021, o personagem baseado no brasileiro foi o mais popular do game.

Quem também ganhou versão própria no game foi Cristiano Ronaldo. O craque do futebol português é um dos embaixadores do game, e empresta sua aparência para o caçador de recompensas Chrono.

Em 2022, a cantora Anitta deve chegar ao game. Assim como no caso de Cristiano Ronaldo, a brasileira assumirá um alter-ego dentro do game, como “A Patroa”.

Fortnite

Imagem de Fortnite

Neymar é um dos atletas que virou personagem em Fortnite

Divulgação/Epic Games

Não há outro jogo no momento que reúna mais personagens emblemáticos da cultura pop do que Fortnite. O fenômeno dos games cruzou a barreira da ficção quando começou a incorporar personalidades do mundo real em sua série de skins Ícones. A linha começou com figuras ligadas ao game, como o streamer Ninja, mas logo passou para o mundo da música com a chegada do DJ Marshmello em 2019.

A partir daí, a lista inclui nomes do do futebol, como o brasileiro Neymar, o inglês Harry Kane e o alemão Marco Reus, o astro do basquete LeBron James, a campeã olímpica de snowboard Chloe Kim e a tenista japonesa Naomi Osaka, além de diversos cantores e DJs, como Ariana Grande, Bruno Mars, Major Lazer, Travis Scott, J Balvin e mais.

Tony Hawk’s Pro Skater 1+2

Imagem de Tony Hawk's Pro Skater 1+2

Remake de games de 1999 e 2000, Tony Hawk's Pro Skater 1+2 reúne gerações de skatistas

Divulgação/Activision

Jogos de esporte compõem um dos gêneros mais populares de videogames, o que transforma atletas em personagens de jogos anualmente. Mas poucos foram tão importantes para a popularização de um esporte como Tony Hawk’s Pro Skater foi para o skate, transformando os principais atletas da modalidade em estrelas globais.

Dentro da série, o mais recente e completo jogo é Tony Hawk’s Pro Skater 1+2, que recria os dois primeiros games, de 1999 e 2000, com gráficos atualizados e uma nova geração de skatistas. Ou seja, lendas como o próprio Hawk e o brasileiro Bob Burnquist andam lado a lado de alguns dos principais nomes do skate na atualidade, como Nyjah Huston e a brasileira Letícia Bufoni.

Def Jam: Fight for NY

Imagem de Def Jam: Fight for NY

Def Jam: Fight for NY é jogo de luta estrelado por astros do hip-hop

Divulgação/EA

Nos anos 2000, a cena do hip-hop americano tinha sua própria franquia de jogos, batizada com o nome do selo Def Jam, responsável por revelar vários nomes do gênero nas décadas de 1980, 1990 e 2000.

O segundo game, Def Jam: Fight for NY, é o mais lembrado, tanto por sua história, na qual você entra na pele de um lutador novato que ganha uma chance no circuito de combates de rua. Entre os 67 personagens do jogo estão celebridades como Ludacris, Ice-T, Snoop Dogg, Sean Paul e mais.

  • Onde jogar: PlayStation 2, GameCube, Xbox

The Beatles: Rock Band

Cena de The Beatles: Rock Band

The Beatles: Rock Band é carta de amor à carreira do quarteto de Liverpool

Divulgação/Harmonix

Na segunda metade dos anos 2000, Guitar Hero e Rock Band iniciaram uma febre de jogos em que você pode tocar hits do pop e do rock com instrumentos de plástico. Não demorou muito para que a indústria fonográfica abraçasse a tendência, o que trouxe celebridades como roqueiros e divas pop para os games musicais, de Tom Morello a Taylor Swift.

No entanto, nenhum destes jogos trata com tanto carinho e cuidado uma discografia do que The Beatles: Rock Band, uma colaboração até então inédita da Apple Records, a empresa que gerencia a marca do grupo de Liverpool, com um estúdio de games. 

Você pode assumir o papel de John Lennon (1940-1980), Paul McCartney, George Harrison (1943-2001) e Ringo Starr e reviver a carreira do quarteto, dos primeiros shows no Cavern Club até a apresentação derradeira no telhado da gravadora Apple. O destaque fica para as músicas da fase mais experimental da banda, que são acompanhadas por viagens surreais na tela.

  • Onde jogar: PlayStation 3, Xbox 360, Nintendo Wii

Shaq-Fu

Capa de Shaq-Fu

Estrelado pelo astro do basquete Shaquille O'Neal, Shaq Fu é considerado um dos piores games de todos os tempos

Divulgação/EA

Nos anos 1990, quando o videogame não era tão levado a sério como negócio quanto hoje, atrair celebridades era uma boa estratégia para ir além do nicho, o que resultou em colaborações inusitadas. Uma das mais emblemáticas é Shaq-Fu, que transformou o astro do basquete Shaquille O’Neal, então em seu terceiro ano na NBA, em um lutador de artes marciais.

No jogo, Shaq é transportado para uma realidade alternativa após participar de um jogo beneficente no Japão. Lá, ele precisa resgatar um garoto das garras e enfrentar criaturas com poderes sobrenaturais. O rolê aleatório transformou Shaq-Fu em um meme com o passar dos anos, e a brincadeira rendeu até uma continuação: Shaq-Fu: A Legend Reborn (2018).

  • Onde jogar: Mega Drive, Super Nintendo, Game Gear, Game Boy.

Michael Jackson’s Moonwalker

Imagem de Michael Jackson's Moonwalker

Nos anos 1990, Michael Jackson colaborou com a SEGA para lançar um game inspirado no filme Moonwalker

Divulgação/SEGA

Enquanto boa parte das celebridades tratava videogames como brincadeira de criança nos anos 1980 e 1990, Michael Jackson (1958-2009) foi um dos poucos artistas a enxergar o potencial do meio. 

Sua colaboração com a desenvolvedora SEGA rendeu um dos jogos mais famosos dos consoles Mega Drive e Master System: Michael Jackson’s Moonwalker, uma adaptação do filme homônimo de 1988. No game, o Rei do Pop precisa resgatar crianças das garras do criminoso Mr. Big enquanto enfrenta gangsters com seus passos de dança. Tudo isso, claro, ao som de clássicos como Beat It, Smooth Criminal e Bad.

  • Onde jogar: Mega Drive, Master System
Informar Erro
Falar com a equipe
QUEM FEZ
Bruno Silva

Bruno Silva

Editor de games e animes na Tangerina, Bruno Silva é brasiliense e fã de basquete. Jornalista, apresentador e streamer, foi co-criador do The Enemy e já publicou no Omelete, Nerdbunker, Metrópoles e Correio Braziliense.

Ver mais conteúdos de Bruno Silva

0 comentário

Tangerina é um lugar aberto para troca de ideias. Por isso, pra gente é super importante que os comentários sejam respeitosos. Comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, com palavrões, que incitam a violência, discurso de ódio ou contenham links vão ser deletados.

Acesse sua conta para comentar

Ainda não tem uma conta?

Conteúdo fresco, direto da fruta

Quer ficar por dentro das notícias do mundo pop? É só assinar nosso conteúdo semanal