GAMES

Imagem de Halo

Divulgação/Xbox

Lista

Tiros e guerra no espaço: Todos os jogos de Halo, do pior ao melhor

Conheceu Halo pela série de TV? Veja então quais são as melhores experiências desta saga espacial nos games

Bruno Silva

Bruno Silva

Halo já é um dos jogos mais famosos de todos os tempos, mas agora deve chegar a um novo público com o lançamento da série de TV pelo Paramount+. Para celebrar a estreia, vamos falar um pouco sobre essa história nos games e listar os melhores jogos de Halo em ordem.

Se você descobriu a saga do soldado Master Chief e sua luta contra a facção extraterrestre Covenant por meio da produção televisiva e quer saber mais sobre as origens do herói e deste universo, vamos contar aqui quais experiências valem mais a pena curtir nos games. 

A melhor parte? Quase todos os títulos de Halo estão disponíveis em um único pacote chamado Halo: The Master Chief Collection, que inclui todos os jogos dessa lista da sétima posição em diante. A coletânea está disponível para PC e Xbox, e faz parte do catálogo do Xbox Game Pass, o serviço de assinatura de jogos ao estilo Netflix da Microsoft.

10 – Halo 5: Guardians (2015)

Imagem de Halo 5

Halo 5: Guardians coloca Master Chief contra o espartano Locke

Divulgação/Xbox

Halo 5 é o clássico caso de jogo que tenta promover mudanças estruturais e acaba desfigurando uma fórmula vencedora. O maior problema aqui está no fato de o jogo retirar a possibilidade de jogar a campanha com outras pessoas offline, dividindo a tela, e obrigar as pessoas que gostam de jogar assim a partir para o modo online. Isso é um elemento clássico de Halo que foi deixado de lado. O multiplayer também tem grandes mudanças, com mapas maiores e modos de jogo com times de 12 pessoas, além de um foco competitivo maior.

O maior problema? Halo 5 é projetado para ser jogado com grupos de até quatro pessoas, e jogar sozinho pode ser uma experiência frustrante. O jogo gira em torno de um prometido conflito entre um Master Chief que se rebela contra o próprio exército em prol de um objetivo misterioso e outro supersoldado, Locke (Mike Coulter), enviado para deter o famoso protagonista. Na prática, esse conflito é minúsculo e a história segue um rumo insosso e sem impacto.

Onde jogar: Xbox One, Xbox Series X, Xbox Series S

9 – Halo Wars 2 (2017)

Imagem de Halo Wars 2

Halo Wars 2 traz um novo vilão e jogabilidade de estratégia mais acessível

Divulgação/Xbox

Para quem não é fã de jogos de tiro em primeira pessoa, Halo Wars 2 oferece um jeito de conhecer este universo em outro estilo: como um game de estratégia. Produzido pela Creative Assembly, a mesma da série de estratégia Total War, Halo Wars 2 se destaca por sua acessibilidade, com modos mais fáceis para quem não é fã do gênero.

A história também é um ponto alto da série, ao retornar a ameaças mais conhecidas dos fãs como os Banidos, uma facção dissidente dos Covenant. Deu tão certo que um dos principais vilões do game, Atriox, foi promovido a antagonista do mais recente título da franquia, Halo Infinite.

Onde jogar: Xbox One, Xbox Series X, Xbox Series S, PC

8 – Halo Wars (2009)

Imagem de Halo Wars

Halo Wars é um jogo de estratégia dos criadores de Age of Empires

Divulgação/Xbox

O primeiro jogo de Halo focado em estratégia não é tão acessível quanto seu sucessor, mas também é simples de jogar, especialmente se levarmos em conta que todo o seu design foi pensado para o controle do Xbox 360, em vez do teclado e do mouse do PC, plataforma onde os jogos de estratégia são mais populares.

Halo Wars também foi produzido por mestres do gênero: o Ensemble Studios, responsável pelos primeiros Age of Empires. Aqui, a luta também acontece contra os mesmos Banidos do segundo game, e se passa vinte anos antes do primeiro Halo.

Onde jogar: Xbox One, Xbox Series X, Xbox Series S, PC, Xbox 360

7 – Halo 4 (2012)

Imagem de Halo 4

Halo 4 marca o início de uma nova era da franquia sob o comando do estúdio 343 Industries

Divulgação/Xbox

Halo 4 foi o primeiro jogo da série produzido pelo estúdio 343 Industries, criado pela Microsoft exclusivamente para lidar com a franquia após a saída da Bungie, que criou este universo no início dos anos 2000. Essa mudança de comando também trouxe novos inimigos, novos cenários, e o início de uma nova história após a primeira trilogia de jogos.

Isso pode explicar por que Halo 4 é um tanto diferente e, embora algumas mudanças sejam positivas, em especial o modo multiplayer Spartan Ops, o modo single-player traz uma história confusa, afundada na mitologia deste universo e pouco convidativa para novos jogadores. Aqui, Master Chief precisa enfrentar os Forerunners, uma antiga espécie alienígena que crê ter a missão de tutelar todas as formas de vida na galáxia.

Onde jogar: Xbox One, Xbox Series X, Xbox Series S, PC, Xbox 360

6 – Halo (2001)

Cena do game Halo

Lançado em 2001, Halo revolucionou os jogos de tiro em primeira pessoa

Divulgação/Xbox

O primeiro jogo da franquia já foi superado em muitos aspectos por seus antecessores, mas, de modo geral, ainda tem uma experiência muito agradável, especialmente se considerarmos o remake lançado em 2011 e remasterizado na Master Chief Collection.

Na história, Master Chief, sua companheira Cortana e um batalhão humano descobrem a existência do Halo, uma arma com formato de anel planetário capaz de aniquilar toda a vida inteligente da galáxia. A jornada para revelar os mistérios dessa estrutura e como ela pode alterar a batalha contra os Covenant é talvez o melhor ponto para começar a curtir a história do game da Microsoft, ainda que algumas fases do jogo sejam um pouco cansativas.

Onde jogar: Xbox One, Xbox Series X, Xbox Series S, PC, Xbox 360, Xbox

5 – Halo 3: ODST (2009)

Imagem de Halo 3: ODST

Halo 3: ODST é uma versão mais experimental dos jogos da franquia

Divulgação/Xbox

Halo 3: ODST é o jogo mais experimental de toda a série. Inicialmente planejado como uma expansão, o título mostra a guerra contra os Covenant sob a perspectiva de um soldado comum do batalhão de choque ODST, em vez dos super soldados espartanos como Master Chief.

Além dos novos protagonistas, o jogo tem um clima mais soturno. A trilha sonora tem toques de jazz e é uma das melhores de toda a saga. Além disso, o jogo também aposta em um ambiente mais aberto que pode ser revisitado, em vez de fases mais lineares.

Onde jogar: Xbox One, Xbox Series X, Xbox Series S, PC, Xbox 360

4 – Halo 2 (2004)

Imagem de Halo 4

Halo 4 marca o início de uma nova era da franquia sob o comando do estúdio 343 Industries

Divulgação/Xbox

Halo 2 tem um lugar especial na história da franquia. Foi o primeiro jogo a permitir partidas entre vários jogadores por meio do Xbox Live, a rede online do console da Microsoft. Para celebrar, os desenvolvedores capricharam criando uma fórmula robusta que facilita ao jogador encontrar as partidas que quer jogar. Não à toa, foi jogado até o fim dos servidores online do primeiro Xbox e ganhou nova vida por meio da coletânea Master Chief Collection.

Na história, Halo 2 também inova por ter dois protagonistas: o próprio Master Chief e o Árbitro, líder de uma facção dos Covenant que acaba se tornando inimiga da aliança militar alienígena. A dupla permite que os jogadores possam enxergar a guerra espacial por dois lados diferentes.

Onde jogar: Xbox One, Xbox Series X, Xbox Series S, PC, Xbox 360, Xbox

3 – Halo Infinite (2021)

Imagem de Halo Infinite

Halo Infinite leva a fórmula da série a um mundo aberto

Divulgação/Xbox

Halo Infinite é o mais recente jogo da série e o que mais se afasta da fórmula que consagrou a franquia. Mas as mudanças fizeram muito bem a fórmula de Halo, já que o jogo traz um mapa mais amplo que você pode explorar à vontade enquanto curte a história. Outra novidade muito interessante é a adição de um gancho, que facilita subidas e permite que os cenários sejam mais verticais.

O jogo segue após os eventos de Halo 5, embora as conexões sejam bem leves, já que a ideia de Infinite é servir também como porta de entrada para novos jogadores. A missão de Master Chief é reencontrar sua companheira, a inteligência artificial Cortana, mas ele acaba se deparando com um novo Halo.

Onde jogar: Xbox One, Xbox Series X, Xbox Series S, PC

2 – Halo 3 (2007)

Cena de Halo 3

Halo 3 é o fim da trilogia original do herói Master Chief

Divulgação/Xbox

O último episódio da trilogia original de Halo é também o mais épico até então. Halo 3 segue a cartilha de fazer mais e melhor até a última página, entregando fases excelentes, momentos de grande emoção e um desfecho empolgante para o conflito entre a humanidade e os Covenant —ao menos até aquele ponto da saga.

O multiplayer de Halo 3 também é um dos mais celebrados de toda a franquia, com alguns dos melhores mapas e modos de jogo, com um ótimo conjunto de mapas, novas armas e o editor de mapas Forge, que foi um divisor de águas no que diz respeito a conteúdo criado por usuários dentro da franquia.

Onde jogar: Xbox One, Xbox Series X, Xbox Series S, PC, Xbox 360

1 – Halo Reach (2010)

Imagem de Halo: Reach

Halo: Reach é despedida do estúdio Bungie, que criou a franquia

Divulgação/Xbox

Halo Reach foi o último jogo produzido pela Bungie, estúdio que criou a franquia, e é também uma despedida à altura deste universo. Curiosamente, é um dos jogos que não são protagonizados por Master Chief. Em seu lugar, entra Noble Six, outro super soldado espartano que se vê no meio da invasão Covenant ao planeta Reach, onde fica o comando do exército humano.

Histórias trágicas geralmente reservam momentos emocionantes, e a Bungie soube explorar bem esse aspecto na campanha de Reach, que retrata o companheirismo dos soldados espartanos em uma missão impossível e um dos melhores finais de games de todos os tempos.

Onde jogar: Xbox One, Xbox Series X, Xbox Series S, PC, Xbox 360

Informar Erro
Falar com a equipe
QUEM FEZ
Bruno Silva

Bruno Silva

Editor de games e animes na Tangerina, Bruno Silva é brasiliense e fã de basquete. Jornalista, apresentador e streamer, foi co-criador do The Enemy e já publicou no Omelete, Nerdbunker, Metrópoles e Correio Braziliense.

Ver mais conteúdos de Bruno Silva

0 comentário

Tangerina é um lugar aberto para troca de ideias. Por isso, pra gente é super importante que os comentários sejam respeitosos. Comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, com palavrões, que incitam a violência, discurso de ódio ou contenham links vão ser deletados.

Acesse sua conta para comentar

Ainda não tem uma conta?

Conteúdo fresco, direto da fruta

Quer ficar por dentro das notícias do mundo pop? É só assinar nosso conteúdo semanal