Emilia Clarke se abre sobre aneurismas e revela sequelas; entenda - Tangerina

MIX

Emilia Clarke em entrevista à BBC

Reprodução/Youtube

SOFRIMENTO

Emilia Clarke se abre sobre aneurismas e revela sequelas; entenda

Atriz de Game of Thrones criou uma instituição voltada a vítimas de lesões cerebrais depois de passar por crise que deveria ter tirado a sua vida

Giulianna Muneratto

Durante as gravações de Game of Thrones (2011-2019), Emilia Clarke teve dois aneurismas. O primeiro, em 2011, acabou rompendo e gerou um AVC (acidente vascular cerebral). Foi necessário operá-la às pressas. Já o segundo –também descoberto em 2011– foi retirado somente dois anos depois, em 2013, com complicações durante a cirurgia. A atriz revelou que foi “a dor mais excruciante” que já sentiu. 

Em entrevista ao programa Sunday Morning, da BBC, Emilia Clarke disse que teve grande sorte por ter sobrevivido. “É impressionante que eu seja capaz de falar, às vezes de maneira articulada, e viver minha vida de forma completamente normal, sem repercussões”, afirmou Clarke. “Estou na minoria muito, muito, muito pequena de pessoas que podem sobreviver a isso.”

Em meio a risadas e de forma leve, Clarke também revelou uma curiosidade ao ver seus exames e as sequelas que o AVC deixou. “Tem uma boa parte [do meu cérebro] faltando”, explicou. “No derrame, assim que qualquer parte do seu cérebro não recebe sangue durante um segundo, essa parte desaparece. Assim, o sangue encontra uma rota diferente para se locomover, mas então qualquer parte que esteja faltando desaparece.”

Ainda assim, a atriz, que faz parte do elenco peça The Seagull, comemora que essa condição não tenha afetado sua carreira. “Consigo fazer uma peça de duas horas e meia todas as noites e não esquecer uma fala sequer. Eu tenho uma ótima memória –essa é a única habilidade de um ator, você só tem que se lembrar algumas falas.”

Emilia Clarke criou uma instituição de caridade para vítimas de lesões cerebrais e derrames chamada SameYou. A atriz revelou que tenta não focar mais tanto em seus problemas de saúde. “Eu parei de ficar imaginando coisas. Eu pensei ‘essa é quem você é’, ‘esse é o cérebro que você tem’, então não tem motivo para ficar pensando tanto nisso”.

Informar Erro
Falar com a equipe
QUEM FEZ

Giulianna Muneratto

Jornalista pela Faculdade Cásper Líbero. Adora um filme clichê, música pop e sonhava em ser cantora de cruzeiro, mas não tem talento pra isso.

Ver mais conteúdos de Giulianna Muneratto

0 comentário

Tangerina é um lugar aberto para troca de ideias. Por isso, pra gente é super importante que os comentários sejam respeitosos. Comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, com palavrões, que incitam a violência, discurso de ódio ou contenham links vão ser deletados.

Acesse sua conta para comentar

Ainda não tem uma conta?

Conteúdo fresco, direto da fruta

Quer ficar por dentro das notícias do mundo pop? É só assinar nosso conteúdo semanal