Após 4 anos, Charlie Puth anuncia novo álbum - Tangerina

MÚSICA

Charlie Puth

Reprodução/Instagram

hits

Após 4 anos, Charlie Puth anuncia novo álbum; o que sabemos

Álbum intitulado Charlie chega às plataformas de streaming no segundo semestre; cantor pretende trazer uma sonoridade mais autêntica

Giulianna Muneratto

Nesta quinta-feira (7), Charlie Puth anunciou a data de lançamento do seu próximo álbum. O disco intitulado Charlie chega às plataformas de streaming em 7 de outubro, quatro anos depois do último álbum lançado pelo artista, Voicenotes (2018). 

Com três singles que fazem parte do disco já lançados –Light Switch, That’s Hilarious e Left and Right, parceria com Jungkook, do BTS— dá para ter uma boa ideia de o que esperar do terceiro álbum de estúdio de Charlie Puth: muitos hits voltados ao TikTok e um redescobrimento do cantor como artista. 

Charlie Puth em That's Hilarious

Assista ao clipe de That's Hilarious, de Charlie Puth

Faixa tem mais de 13 milhões de visualizações no YouTube

Todo o processo do novo álbum foi compartilhado com os fãs no TikTok. Após o lançamento de Light Switch, em entrevista a Zane Lowe no Apple Music 1, o compositor revelou que as faixas foram criadas na plataforma e que ele foi provocando os fãs com algumas prévias. 

“Acho que a música deve ser torcida e puxada em muitas direções diferentes. Esse foi o objetivo deste álbum, e estou muito empolgado para que as pessoas o ouçam”, comentou. 

@charlieputh

I’m starting to think this album is going to be my best yet….wow 💡

♬ original sound – Charlie Puth

Mas por qual motivo Puth demorou tanto para lançar um novo disco? Em 2020, o cantor veio a público e admitiu que chegou a jogar um álbum inteiro fora por sentir que nenhuma das músicas o representava de fato.

“Eu descartei o álbum em que estava trabalhando, pois senti que nenhuma das faixas era real. Era quase como se eu estivesse tentando ser descolado de alguma forma. É por isso que vocês não têm ouvido nada de mim há um tempo”, explicou no Twitter. 

Em entrevista à revista Bustle, Charlie chama o seu terceiro disco de “primeiro álbum, se eu tivesse total confiança em mim mesmo no início da minha carreira”.

No Instagram, o artista celebrou este novo momento e agradeceu os fãs pela participação em seu processo de criação. “Meu eu de 2019 pensava que, para ser um artista, você precisava se esconder e não falar com ninguém sobre a sua arte. Eu me diverti muito fazendo este álbum na frente de vocês no último ano”, escreveu. “Espero que vocês gritem e chorem em cada palavra quando eu cantar essas músicas em turnê, porque elas não estariam aqui sem vocês.” 

Com um ouvido apurado para melodias chiclete, Charlie Puth deve trazer faixas mais autênticas em seu novo álbum e, de acordo com o cantor, com um tom inspirado em “vingança”. A esperança é superar os fracassos de 2019, como os singles I Warned Myself e Mother, que chegaram até a ser criticados pelo cantor Elton John.

Informar Erro
Falar com a equipe

Tags

QUEM FEZ

Giulianna Muneratto

Jornalista pela Faculdade Cásper Líbero. Adora um filme clichê, música pop e sonhava em ser cantora de cruzeiro, mas não tem talento pra isso.

Ver mais conteúdos de Giulianna Muneratto

0 comentário

Tangerina é um lugar aberto para troca de ideias. Por isso, pra gente é super importante que os comentários sejam respeitosos. Comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, com palavrões, que incitam a violência, discurso de ódio ou contenham links vão ser deletados.

Acesse sua conta para comentar

Ainda não tem uma conta?

Conteúdo fresco, direto da fruta

Quer ficar por dentro das notícias do mundo pop? É só assinar nosso conteúdo semanal