Taylor Swift poderá concorrer ao Grammy com novo Red - Tangerina

MÚSICA

Taylor Swift sentada em carro nas fotos de Red (Taylor's Versions)

Reprodução/Instagram

Será que rola?

Grammy 2023: Taylor Swift poderá concorrer com regravação de Red?

Dúvida surgiu depois que organizadores divulgaram que 'versões atualizadas' de álbuns não seriam elegíveis na premiação

Lucas Almeida
Lucas Almeida

A Academia de Gravação dos Estados Unidos, responsável pela realização do Grammy, confirmou que Taylor Swift poderá concorrer à premiação com o Red (Taylor’s Version) (2021), nova versão do álbum lançado originalmente em 2012.

A dúvida tinha surgido depois que a Academia divulgou as regras e diretrizes para a 65ª edição do evento, marcada para acontecer em 5 de fevereiro, em Los Angeles. O texto afirma que “versões atualizadas, revisadas ou expandidas de álbuns enviados anteriormente não serão elegíveis”.

Red (Taylor’s Version) reúne regravações das 16 faixas da edição padrão do disco original, seis canções apresentadas na versão deluxe, outras seis inéditas escritas na época do projeto, além de Ronan (que não tinha entrado em nenhum álbum) e uma versão de 10 minutos de All Too Well. Em resposta à Billboard, a academia defendeu que o álbum será elegível para a premiação “por ser uma gravação nova”.

Divulgado em novembro de 2021, o disco é o segundo passo de Taylor Swift na empreitada de regravar toda a discografia lançada sob a gravadora Big Machine Records. Em abril do mesmo ano, ela já tinha feito algo semelhante com Fearless (original de 2008).

A cantora não chegou a inscrever o projeto anterior à 64ª edição do Grammy porque ela tinha um trabalho inédito concorrendo no ano, Evermore (2020). Não é recomendado que um artista tente a sorte com mais de um projeto, para não correr o risco de dividir votos da Academia.

Neste ano, Taylor não anunciou nenhum outro trabalho para o período elegível da premiação, que acaba em 30 de setembro, o que aumentou a expectativa dos fãs em ver Red (Taylor’s Version) entre os concorrentes. No entanto, ainda não foi revelado se a cantora tem intenções de inscrever o projeto para votação.

Taylor Swift já ganhou a categoria de álbum do ano três vezes, com Fearless (2008), 1989 (2014) e Folklore (2020). A cantora ainda foi indicada com Red (2012) e Evermore (2020) .

Informar Erro
Falar com a equipe
QUEM FEZ
Lucas Almeida

Lucas Almeida

Repórter. Passou pela MTV Brasil e Veja.com. É fã de um pop triste e não deixa de ouvir todos os lançamentos musicais da semana.

Ver mais conteúdos de Lucas Almeida

0 comentário

Tangerina é um lugar aberto para troca de ideias. Por isso, pra gente é super importante que os comentários sejam respeitosos. Comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, com palavrões, que incitam a violência, discurso de ódio ou contenham links vão ser deletados.

Acesse sua conta para comentar

Ainda não tem uma conta?

Conteúdo fresco, direto da fruta

Quer ficar por dentro das notícias do mundo pop? É só assinar nosso conteúdo semanal