Luísa Sonza não teve paz na era Doce 22; entenda - Tangerina

MÚSICA

Luísa Sonza posa para foto de divulgação de ANACONDA, single de DOCE 22

Divulgação/Felipe Grafias

Aniversariante

Haters, romances e dancinhas: Luísa Sonza não teve paz na era Doce 22

Lançado há um ano como resposta às críticas pela separação de Whindersson Nunes, álbum gerou hits e novos ataques nas redes sociais

Lucas Almeida
Lucas Almeida

Luísa Sonza tem mais de um motivo para comemorar nesta segunda-feira (18). Além de completar 24 anos, a gaúcha celebra um ano desde o lançamento do álbum Doce 22 (2021). O sucessor de Pandora (2019) emplacou alguns hits e alçou de vez a cantora ao status de estrela pop, mas não conseguiu parar os ataques constantes que ela sofre nas redes sociais.

O disco veio como uma resposta aos comentários que Luísa recebia. O título, inclusive, é uma ironia sobre os perrengues que passou aos 22 anos, quando anunciou o fim do casamento com Whindersson Nunes. A mensagem veio sem filtro: “Puta, vagabunda, interesseira/ Eu fazendo meu trabalho, escutando só besteira” são as palavras de abertura do projeto, na faixa Intere$$eira.

As letras, que reforçam a liberdade e a autonomia de Luísa, até pareceram fazer efeito, mas o alívio não durou muito. Em junho deste ano, ela contou que parou de usar roupas curtas e apertadas em apresentações. A decisão veio depois de ler comentários de que sua performance só era boa por causa da sensualidade. “Entrei nessa era agora e faço show inteira vestida. Faz uns dois meses. Para calar a boca da galera, porque eu adoro fazer essas coisas”, explicou no podcast PocCast.

Agora, a cantora se prepara para se despedir do álbum com o lançamento de Cachorrinhas, que sairá junto com um clipe às 21h, nesta segunda (18). Seja na divulgação extensa de Doce 22 ou se esquivando das fofocas nas redes sociais, Luísa Sonza não teve descanso no último ano, e a Tangerina refresca os principais momentos da “era” da cantora.

Estratégias de marketing

Luísa Sonza sempre reforçava que queria que as pessoas ouvissem o disco inteiro para entender a mensagem completa. Ironicamente, três das 14 faixas não foram ouvidas na época do lançamento.

Ela divulgou apenas uma música antes do álbum: Modo Turbo, com Anitta e Pabllo Vittar. VIP e Melhor Sozinha ganharam clipes no dia em que o projeto se tornou público.

As outras músicas de trabalho ficaram aparecendo como indisponíveis nas plataformas digitais até serem divulgadas oficialmente nos meses seguintes. Foi o caso de Fugitivos, com Jão, que chegou em novembro. Anaconda (com a americana Mariah Angeliq) e Café da Manhã, em colaboração com Ludmilla, vieram na sequência.

A estratégia foi uma solução eficiente para manter a brincadeira dos “doce 22” sem atrasar a estreia do álbum. Afinal, ela lançou na data limite para o título fazer sentido, em pleno aniversário de 23 anos.

Para completar o marketing, Luísa ainda foi deixando easter eggs para os fãs, que promoveram longas investigações nas redes sociais. A expressão, comum em filmes e séries, é usada quando artistas fazem pequenas referências ou deixam pistas para o público encontrar em produções, como músicas ou clipes.

Em um vídeo de divulgação de Intere$$eira, por exemplo, ela aparecia em uma sala de interrogação, escrevendo o dia e o mês do anúncio do seu divórcio, sem comentar diretamente sobre o assunto. Na mesma faixa, ela ainda falou algo de trás para frente, que até hoje não foi revelado. O maior consenso é que a frase seja apenas “tava bebendo vinho”.

Lado da sofrência

Apesar das batidas de funk e grandes feats, uma das músicas que mais chamou atenção do público foi Penhasco. A letra fala de forma bem direta sobre o momento após o término do casamento, quando Luísa Sonza foi alvo de especulações sobre uma traição com Vitão, com quem começou a namorar pouco tempo depois.

Whindersson chegou a fazer brincadeiras sobre o caso, mas demorou para desmentir as fofocas. “Quando segurei sua mão/ Você soltou a minha/ E ainda me empurrou do penhasco”, Luísa desabafa na música.

A faixa ainda ganhou um lyric video, em que a cantora encarna Clarice Lispector (1920-1977) em sua última entrevista. Ela afirmou que lançaria uma continuação de Penhasco em maio. Mas não revelou mais novidades sobre a faixa até agora.

Outra “sofrência” que se destacou no álbum foi Melhor Sozinha, depois de receber uma versão com Marília Mendonça (1995-2021), que não entrou no álbum. O feat saiu menos de três meses antes da trágica morte da cantora de sertanejo.

Muita dancinha

A era Doce 22 ainda deu liberdade para Luísa Sonza mostrar as suas performances. No MTV Miaw 2021, em setembro, ela apresentou Penhasco e Melhor Sozinha sem grandes pretensões: sentada no chão, descalça, usando jeans e regata branca.

Em dezembro, a artista investiu no Prêmio Multishow. Com mais de 10 bailarinos no palco, Luísa apresentou um medley das faixas agitadas do álbum. A cereja do bolo foi a coreografia de Anaconda, em que ela rebola ajoelhada no chão, durante os versos cantados por Mariah Angeliq.

Os passos foram reproduzidos milhares de vezes no TikTok. Anaconda ainda foi o início da febre das danças com joelheira, que ganhou mais força com a participação de Luísa no remix de Sentadona, lançado em março.

No mesmo mês, Luísa ainda cantou com Marina Sena no WME Awards. As duas repetirão a parceria no palco Sunset do Rock in Rio 2022. Será a estreia da gaúcha no festival.

A cantora já falou que investiu nas aulas de dança depois do primeiro álbum, e as coreografias ganharam mais protagonismo nos seus shows. Até os bailarinos saíram ganhando. Amanda Araújo viralizou pela coreografia solo ao som do funk Escolhe o Bandido, enquanto Luísa Sonza e o resto da equipe sentam no palco e assistem à performance. Desde então, a dançarina já alcançou 1 milhão de seguidores no Instagram e mais de 3,4 milhões no TikTok.

Informar Erro
Falar com a equipe
QUEM FEZ
Lucas Almeida

Lucas Almeida

Repórter. Passou pela MTV Brasil e Veja.com. É fã de um pop triste e não deixa de ouvir todos os lançamentos musicais da semana.

Ver mais conteúdos de Lucas Almeida

0 comentário

Tangerina é um lugar aberto para troca de ideias. Por isso, pra gente é super importante que os comentários sejam respeitosos. Comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, com palavrões, que incitam a violência, discurso de ódio ou contenham links vão ser deletados.

Acesse sua conta para comentar

Ainda não tem uma conta?

Conteúdo fresco, direto da fruta

Quer ficar por dentro das notícias do mundo pop? É só assinar nosso conteúdo semanal