MÚSICA

A cantora Madonna

Reprodução/Instagram

SAIBA QUEM

Madonna escolhe vencedora do Emmy para vivê-la em filme sobre sua vida

Julia Garner, de Ozark e Inventando Anna, conquistou a preferência da rainha do pop. Agora, ela precisa aceitar o convite para a cinebiografia

Luciano Guaraldo

A cantora Madonna finalmente selecionou a atriz que vai vivê-la no filme que contará sua história de vida –e que será dirigido por ela mesma. A eleita foi Julia Garner, vencedora de dois Emmys por seu trabalho na série Ozark (2017-2022), da Netflix, e que protagonizou Inventando Anna. O problema é que a escolhida ainda não aceitou o convite.

De acordo com a Variety, Julia superou pelo menos uma dúzia de candidatas fortes para o papel, entre elas Florence Pugh (Viúva Negra), Alexa Demie (Euphoria), Odessa Young (A Escada) e as cantoras Bebe Rhexa e Sky Ferreira.

Os testes, segundo a publicação, foram uma verdadeira maratona, pois todas tiveram que atuar, cantar e dançar para provar que seriam capazes de assumir o papel da rainha do pop. Justamente por Julia Garner ter encarado todo o processo, parece difícil que ela não aceite o convite da própria Madonna.

Julia Garner em Inventando Anna

Inventing Anna. Julia Garner as Anna Delvery in episode 103 of Inventing Anna. Cr. David Giesbrecht/Netflix © 2021

A atriz Julia Garner em cena de Inventando Anna

A cinebiografia de Madonna vai viajar no tempo para contar seu início da carreira. Além de dirigir, a cantora também assina o roteiro do filme com Erin Cressida Wilson (de A Garota no Trem). O processo de escrita foi tumultuado: inicialmente, Diablo Cody (de Juno) faria o texto com Madonna, mas a vencedora do Oscar desistiu do projeto por diferenças de visão.

Vários estúdios entraram em um leilão para ver quem ficaria com o projeto, com a Universal Pictures levando a melhor. Donna Langley, presidente da empresa, afirmou na ocasião que Madonna é o maior ícone de sua geração, uma benfeitora, artista e rebelde que mudou a história”.

Pesa contra o sucesso do filme o histórico de Madonna atrás das câmeras. Seu longa W.E.: O Romance do Século (2011) foi um fracasso de público, que arrecadou apenas US$ 2 milhões, muito abaixo dos US$ 11 milhões investidos em sua produção. Apesar disso, ele chegou a ganhar o Globo de Ouro de melhor canção e foi indicado ao Oscar de figurino.

Quando anunciou o projeto de um filme sobre sua história, Madonna disse que queria “mostrar a incrível jornada que teve como artista, musicista, dançarina. Um ser humano tentando achar seu lugar no mundo. O foco do filme é a música, que me manteve viva. Tenho tantas histórias não contadas e inspiradoras, e quem melhor para contá-las do que eu mesma? Acho essencial dividir a montanha-russa que é minha vida através da minha voz e da minha visão.”

Informar Erro
Falar com a equipe
QUEM FEZ

Luciano Guaraldo

Editor-chefe da Tangerina. Antes, foi editor do Notícias da TV, onde atuou durante cinco anos. Também passou por Diário de São Paulo e Rede BOM DIA de jornais.

Ver mais conteúdos de Luciano Guaraldo

0 comentário

Tangerina é um lugar aberto para troca de ideias. Por isso, pra gente é super importante que os comentários sejam respeitosos. Comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, com palavrões, que incitam a violência, discurso de ódio ou contenham links vão ser deletados.

Acesse sua conta para comentar

Ainda não tem uma conta?

Conteúdo fresco, direto da fruta

Quer ficar por dentro das notícias do mundo pop? É só assinar nosso conteúdo semanal