Cinco filmes LGBTQIA+ que você precisa assistir, por Hugo Bonemer

TOP 5

Hugo Bonemer

Reprodução/Instagram

MÊS DO ORGULHO

Cinco filmes LGBTQIA+ que você precisa assistir, por Hugo Bonemer

O ator e apresentador Hugo Bonemer indica cinco filmes imperdíveis com temática LGBTQIA+ na estreia da coluna Top 5 na Tangerina

Luciano Guaraldo

No Mês do Orgulho LGBTQIA+, a Tangerina convidou o ator Hugo Bonemer para recomendar aos nossos leitores cinco longas que você precisa assistir. Além de atuar em novelas, séries, filmes e de emprestar sua voz para o Ceifador no podcast Batman Despertar (renovado para uma segunda temporada nesta semana), o artista também é apresentador do canal Like, no qual dá dicas de produtos audiovisuais imperdíveis. Por isso, ele é a pessoa ideal para estrear nossa coluna Top 5!

Confira os cinco filmes LGBTQIA+ escolhidos por Hugo Bonemer –que completa 35 anos neste sábado!

4th Man Out (2015)

4th Man Out

Assista ao trailer

Longa conta com Chord Overstreet, Evan Todd, Parker Young e Jon Gabrus

Sinopse: Jovem mecânico (Evan Todd) sai do armário para seus três melhores amigos inseparáveis (Chord Overstreet, Parker Young e Jon Gabrus). Depois do choque inicial, eles se comprometem a ajudar o rapaz a encontrar o cara certo.

Hugo Bonemer diz: “Um besteirol americano, só que LGBTQIA+. Os amigos héteros decidem achar um namorado para o amigo gay, e é óbvio que vai dar tudo muito errado até dar muito certo”.

O Anjo (2018)

O Anjo

Confira trailer

Produção argentina é estrelada por Lorenzo Ferro e conta Chino Darín e Cecilia Roth

Sinopse: Carlos Robledo Puch (Lorenzo Ferro) se tornou o maior assassino em série da Argentina antes mesmo de chegar à maioridade. Ele também roubou e sequestrou. Apelidado de “o anjo da morte”, ele cometia boa parte de seus crimes no intuito de impressionar Román (Chino Darín).

Hugo Bonemer diz: “A minha cabeça e os meus sentimentos ficaram tão bagunçados quanto os personagens desse filme argentino cheio de anti-heróis e uma dose alta de adolescência”.

Hoje Eu Quero Voltar Sozinho (2014)

Hoje Eu Quero Voltar Sozinho

Veja prévia do longa nacional

Fabio Audi e Ghilherme Lobo protagonizam filme selecionado para representar Brasil no Oscar

Sinopse: Com uma mãe superprotetora, o deficiente visual Leonardo (Ghilherme Lobo) tenta buscar sua independência ao mesmo tempo em que desenvolve sentimentos por um novo colega de escola, Gabriel (Fabio Audi). Ele aprende mais sobre si mesmo e sobre a sua sexualidade em um universo cheio de conflitos e alegrias.

Hugo Bonemer diz: “Eu vou sempre indicar esse filme, porque o trabalho do Fabio Audi é impecável. E ele se posicionou em todos os países por onde o filme passou, falando abertamente da própria afetividade e contribuindo positivamente para a força dos artistas abertamente LGBTQIA+”.

Indianara (2019)

Indianara

Trailer do documentário Indianara

Documentário está disponível no Globoplay

Sinopse: O documentário retrata a trajetória da ativista Indianarae Siqueira, uma das pessoas que idealizaram a Casa Nem, um abrigo para pessoas LGBTQIA+ em situação de vulnerabilidade.

Hugo Bonemer diz: “Foi assim que eu conheci a Casa Nem no Rio de Janeiro e passei a acompanhar essa ativista, na época Indianara, uma mulher trans, e hoje Indianarae, pessoa trans não-binárie. O documentário me fez crescer muito e aprender sobre o próprio movimento que eu chamo de meu e que é muito além do meu mundo cisgênero”.

Ataque dos Cães (2021)

Ataque dos Cães

Veja prévia da produção da Netflix

Ataque dos Cães rendeu segundo Oscar da diretora Jane Campion

Sinopse: Um fazendeiro durão (Benedict Cumberbatch) vê seu mundo ser abalado quando seu irmão (Jesse Plemons) se casa novamente, e a mulher dele (Kirsten Dunst) chega à fazenda com o filho adolescente (Kodi Smit-McPhee), que faz com que segredos do passado venham à tona.

Hugo Bonemer diz: “O indicado ao Oscar de melhor filme me chacoalhou ao promover o empoderamento da gay afeminada. A história pede licença a O Segredo de Brokeback Mountain [2005] para colocar o romance na gaveta e explodir realismo cru e cruel na tela”.

Informar Erro
Falar com a equipe
QUEM FEZ

Luciano Guaraldo

Editor-chefe da Tangerina. Antes, foi editor do Notícias da TV, onde atuou durante cinco anos. Também passou por Diário de São Paulo e Rede BOM DIA de jornais.

Ver mais conteúdos de Luciano Guaraldo

0 comentário

Tangerina é um lugar aberto para troca de ideias. Por isso, pra gente é super importante que os comentários sejam respeitosos. Comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, com palavrões, que incitam a violência, discurso de ódio ou contenham links vão ser deletados.

Acesse sua conta para comentar

Ainda não tem uma conta?

Conteúdo fresco, direto da fruta

Quer ficar por dentro das notícias do mundo pop? É só assinar nosso conteúdo semanal