Ator de House of the Dragon rebate críticas racistas: 'Problema deles' - Tangerina

FILMES E SÉRIES

Steve Toussaint em House of the Dragon

Divulgação/HBO

STEVE TOUSSAINT

Ator de House of the Dragon rebate críticas racistas: ‘Problema deles’

Steve Toussaint deixou claro que não se abala com ataques racistas. O ator do spin-off de Game of Thrones disse que sua preocupação no papel é outra

Luciano Guaraldo

Depois de revelar que foi alvo de haters racistas nas redes sociais após ser escalado para House of the Dragon, o ator Steve Toussaint abriu o jogo sobre como lidou com as críticas. E, aparentemente, foi uma situação muito tranquila para o britânico de 57 anos. “É um problema deles, não meu”, minimizou.

Os racistas chegaram com pedras na mão após Steve Toussaint ser anunciado como o intérprete do famoso marinheiro Lord Corlys Velaryon, vulgo “Serpente do Mar”, que eventualmente se tornou Mão da Rainha Rhaenyra Targaryen (Emma D’Arcy). É que, nos livros de George R. R. Martin, não há nenhuma referência ao fato de ele ser negro.

“Os pontos de vistas das outras pessoas sobre o fato de alguém como eu fazer esse papel não afetou meu trabalho nem minha experiência com os outros atores”, falou ele neste sábado (23) durante o painel de House of the Dragon na San Diego Comic-Con. “Sim, há pessoas que acham difícil de engolir que alguém com a minha aparência possa interpretar esse personagem. Mas é um problema deles, não meu.”

“O problema que eu tenho [na hora de atuar em House of the Dragon] é o mesmo de sempre, dizer minhas falas de maneira convincente e tentar não esbarrar nos móveis”, disse ele, com um sarcasmo britânico que arrancou risos da plateia, segundo a Variety.

House of the Dragon vai mostrar a história da família Targaryen 200 anos das aventuras da Daenerys (Emilia Clarke). O foco da série será a disputa entre a princesa Rhaenyra (Emma D’Arcy) e seu tio Daemon (Matt Smith) pelo Trono de Ferro, ocupado pelo rei Viserys Targaryen (Paddy Considine).

Apesar de ser a filha mais velha de Viserys, Rhaenyra sofre com o machismo da época e sabe que será rejeita por seus súditos se virar a primeira mulher a assumir o comando. Daemon, então, surge como uma opção para governar, mas o rei Viserys se recusa a escolher entre os dois parentes –e sugere, então, uma terceira opção.

O spin-off de Game of Thrones foi baseado no romance Fogo & Sangue, escrito por Martin. A produção tem estreia marcada para 21 de agosto na HBO e na HBO Max.

Informar Erro
Falar com a equipe
QUEM FEZ

Luciano Guaraldo

Editor-chefe da Tangerina. Antes, foi editor do Notícias da TV, onde atuou durante cinco anos. Também passou por Diário de São Paulo e Rede BOM DIA de jornais.

Ver mais conteúdos de Luciano Guaraldo

0 comentário

Tangerina é um lugar aberto para troca de ideias. Por isso, pra gente é super importante que os comentários sejam respeitosos. Comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, com palavrões, que incitam a violência, discurso de ódio ou contenham links vão ser deletados.

Acesse sua conta para comentar

Ainda não tem uma conta?

Conteúdo fresco, direto da fruta

Quer ficar por dentro das notícias do mundo pop? É só assinar nosso conteúdo semanal