'Viúva negra' da vida real ganha humanidade em nova série - Tangerina

FILMES E SÉRIES

Elle Fanning e Cara Buono em The Girl From Plainville

Divulgação/Hulu

THE GIRL FROM PLAINVILLE

‘Viúva negra’ da vida real ganha humanidade em nova série de TV

Elle Fanning é a estrela de The Girl From Plainville, série baseada em fatos reais sobre uma jovem que incentivou o namorado a tirar a própria vida

Luciano Guaraldo

Em 2014, a morte de Conrad “Coco” Roy chocou os Estados Unidos. O jovem de 18 anos, que lutava contra a depressão, tirou a própria vida após ser incentivado pela então namorada, Michelle Carter, de 17. Oito anos depois, a história chega à televisão com a série The Girl From Plainville. Para os produtores, era fundamental que a atração revelasse o lado humano e os problemas psicológicos da garota, pintada como uma “viúva negra” pela mídia norte-americana.

“Ela foi apresentada como a ‘viúva negra’, como alguém que queria forçar esse jovem a se matar para conseguir alguma coisa, popularidade, uma fantasia estranha, o que fosse. Apresentaram várias provas do momento que Conrad atravessava em sua vida, mas ninguém investigou a saúde mental de Michelle”, conta Patrick Macmanus, que criou The Girl from Plainville com Liz Hannah, em entrevista exclusiva à Tangerina.

“Liz e eu sentimos que a mídia não mergulhou o suficiente em quem era essa garota. Ela tinha os mesmos problemas mentais dele, e isso nós sabemos porque lemos as milhares de mensagens que eles trocaram, não apenas na última semana da vida de Conrad, mas nos anos que a precederam. Nós ficamos lendo todas essas mensagens até a última semana de gravação, porque elas eram nosso guia de como contaríamos essa história.”

Para viver Michelle Carter em The Girl From Plainville, Macmanus e Liz precisavam de uma atriz jovem, mas experiente e com talento de sobra para carregar todas as nuances da personagem. Eis que surge Elle Fanning, que atua desde os dois anos e foi indicada a dois Globos de Ouro por seu trabalho em The Great. A irmã mais nova de Dakota se transforma fisicamente (a semelhança entre a intérprete e a Michelle da vida real é chocante) e impressiona com uma atuação que vai do sutil à psicopatia com a mesma força.

“Desde o início, Liz, Elle e eu sabíamos que, mais do que receber prêmios ou elogios, a coisa mais importante era que ninguém pensasse que estávamos fazendo sensacionalismo com a história. Tínhamos que encarar esse evento com muita sensibilidade, sabe? Esse era o objetivo. E o tempo todo eu ficava me perguntando: ‘Conseguimos? Fizemos isso?'”, ressalta o criador de The Girl From Plainville.

“Tenho muito orgulho de que as pessoas estejam reconhecendo que conseguimos abordar um assunto complicado como um grupo. Não só Liz e eu, mas todos os roteiristas, o elenco e a equipe, trabalhamos um tema espinhoso de maneira sensível. Liz e eu só tínhamos controle sobre o que estava no papel, depois era Elle quem assumia”, conta Patrick Macmanus.

E o trabalho da atriz não é fácil. Logo no primeiro episódio, ela choca com uma sequência em que sua personagem assiste a uma cena da série Glee (2009-2015) e copia os trejeitos de Rachel Berry (Lea Michele) enquanto canta Make You Feel My Love, de Adele –quem acompanhou a comédia musical saberá exatamente do que se trata.

“Eu não consigo imaginar outra atriz fazendo o papel. Foi muito difícil para Elle. Ela precisava equilibrar vários lados de ser adolescente, as besteiras da idade, as inseguranças que Michelle tinha e seus trejeitos quando falava. Michelle Carter era uma jovem destruída. Eu não sei o que Elle fazia para se preparar todas as noites, mas ela estava exausta no fim das gravações, entregou tudo o que tinha”, elogia o produtor.

The Girl From Plainville estreia neste domingo (10), no Starzplay. O elenco também conta com Chloë Sevigny (Boneca Russa), Colton Ryan (Querido Evan Hansen), Norbert Leo Butz (Bloodline), Aya Cash (The Boys) e Kelly AuCoin (Billions). No total, a série tem oito episódios, com um inédito disponibilizado todos os domingos na plataforma.

Informar Erro
Falar com a equipe
QUEM FEZ

Luciano Guaraldo

Editor-chefe da Tangerina. Antes, foi editor do Notícias da TV, onde atuou durante cinco anos. Também passou por Diário de São Paulo e Rede BOM DIA de jornais.

Ver mais conteúdos de Luciano Guaraldo

0 comentário

Tangerina é um lugar aberto para troca de ideias. Por isso, pra gente é super importante que os comentários sejam respeitosos. Comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, com palavrões, que incitam a violência, discurso de ódio ou contenham links vão ser deletados.

Acesse sua conta para comentar

Ainda não tem uma conta?

Conteúdo fresco, direto da fruta

Quer ficar por dentro das notícias do mundo pop? É só assinar nosso conteúdo semanal