Ator de Glee e Frozen lembra primeiro beijo gay aos 19 anos - Tangerina

MIX

Jonathan Groff em Glee

Divulgação/Fox

JONATHAN GROFF

Ator de Glee e Frozen lembra primeiro beijo gay aos 19 anos: ‘Levitei’

O astro do teatro musical Jonathan Groff demorou para ter sua primeira experiência homossexual e ainda mais para sair oficialmente do armário

Luciano Guaraldo

Conhecido por interpretar Jesse St. James na série Glee (2009-2015) e o agente Holden Ford em Mindhunter (2017-2019), por ser a voz de Kristoff nas animações de Frozen e por sua carreira no teatro musical, Jonathan Groff viajou ao passado para lembrar seu primeiro beijo gay, aos 19 anos. “Meu corpo pegou fogo, eu senti que levitei”, contou ele.

O ator saiu do armário em 2008, apenas um mês depois de encerrar seu contrato com o musical Spring Awakening, pelo qual foi indicado ao Tony Awards, o Oscar do teatro norte-americano. Na época, ele tinha 23 anos –ou seja, precisou manter sua orientação sexual em segredo durante um bom tempo.

Ele, no entanto, já tinha plena consciência de que era gay. E, em entrevista ao podcast Broadway Gives Back, abriu o jogo sobre sua primeira experiência com outro homem. “O meu beijo foi com esse cara por quem eu tinha uma quedinha na minha cidade natal [Lancastar, na Pensilvânia]. Ele meio que virou meu ‘companheiro de apartamento’ porque eu continuei no armário durante mais três anos e meio”, lamentou o astro.

“Meu primeiro beijo… Ele foi até o apartamento onde eu morava, e aconteceu. E aí eu precisei sair correndo porque tinha um horário marcado com Tom Viola [diretor-executivo da Broadway Cares / Equity Fights Aids]. Eu lembro de ir até o escritório, conhecer Tom e sentir que meu corpo estava pegando fogo. Eu estava meio que levitando pelos corredores do lugar.”

No mesmo ano, a vida de Jonathan Groff virou do avesso. Ele deixou seu trabalho como garçom em um restaurante de Nova York para trabalhar no musical In My Life, como o substituto do protagonista, vivido por Christopher Hanke. A produção foi detonada pela crítica: em uma resenha, o jornalista William Stevenson chamou o espetáculo de “a coisa mais bizarra já encenada na Broadway no milênio”.

Em 2006, o artista foi escalado como Melchior em Spring Awakening, adaptação musical do livro O Despertar da Primavera. O espetáculo foi um sucesso de crítica e público, vencendo oito Tonys e apresentando ao público nomes como Lea Michele, John Gallagher Jr., Lilli Cooper, Gideon Glick e Skyler Astin, além do próprio Jonathan Groff.

Ele rapidamente migrou para a TV e para o cinema, com papéis em Glee e Aconteceu em Woodstock (2009) antes de ser escalado como o protagonista da série Looking (2014-2015), da HBO. Voltou à Broadway em 2015, como o rei George de Hamilton. O papel lhe rendeu uma segunda indicação ao Tony e, pela versão gravada e disponibilizada pelo Disney+ em 2020, uma nomeação ao Emmy de melhor ator coadjuvante.

Neste ano, Jonathan Groff apareceu em And Just Like That… e em um documentário sobre os bastidores de Spring Awakening, O Despertar da Primavera: Velhos Conhecidos, disponível na HBO Max.

Informar Erro
Falar com a equipe
QUEM FEZ

Luciano Guaraldo

Editor-chefe da Tangerina. Antes, foi editor do Notícias da TV, onde atuou durante cinco anos. Também passou por Diário de São Paulo e Rede BOM DIA de jornais.

Ver mais conteúdos de Luciano Guaraldo

0 comentário

Tangerina é um lugar aberto para troca de ideias. Por isso, pra gente é super importante que os comentários sejam respeitosos. Comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, com palavrões, que incitam a violência, discurso de ódio ou contenham links vão ser deletados.

Acesse sua conta para comentar

Ainda não tem uma conta?

Conteúdo fresco, direto da fruta

Quer ficar por dentro das notícias do mundo pop? É só assinar nosso conteúdo semanal