MIX

Murilo Rosa

Divulgação/HBO Max

THE BRIDGE

Murilo Rosa se inspira em Jogos Vorazes para estreia como apresentador

Depois de três décadas como ator, Murilo Rosa estreia como apresentador no A Ponte: The Bridge Brasil, reality da HBO Max

Luciano Guaraldo

Depois de três décadas na atuação, Murilo Rosa faz sua estreia como apresentador em A Ponte: The Bridge Brasil, reality da HBO Max. Ele é rápido para admitir, no entanto, que mesclou as duas carreiras e transformou seu posto de comandante da atração em uma espécie de personagem. Sua inspiração? Caesar Flickman, o mestre de cerimônias vivido por Stanley Tucci na franquia Jogos Vorazes.

“Eu conversei muito com a equipe, e a gente decidiu criar algo dentro desse universo da floresta, da Mata Atlântica. Então eu sou o apresentador, mas sou um personagem. Sabe aquele condutor dos Jogos Vorazes? Que comanda tudo mas também vai jogando os dilemas para os participantes? É um pouco disso”, explica ele em conversa exclusiva com a Tangerina.

A Ponte: The Bridge Brasil é um reality de sobrevivência, mas os participantes precisam se unir em vez de competirem entre si. Afinal, eles têm 20 dias para construírem juntos uma ponte de 250 metros até uma ilha artificial, onde encontrarão um tesouro de R$ 500 mil. “Eu prefiro chamar de reality de união, né? Eles percebem que, se não estiverem unidos, não vão construir essa ponte”, adianta Murilo Rosa.

Por se tratar de um programa sem roteiro, no qual a equipe tinha que se adaptar o tempo todo ao que acontecia com os participantes, o personagem-apresentador Murilo Rosa também virou uma espécie de fio condutor da narrativa, soltando frases reflexivas sobre como a dinâmica do jogo também se aplica à vida real. Uma espécie de Mestre dos Magos do desenho Caverna do Dragão (1983-1985).

“A gente brincou muito com essa questão da narração. Tem um tom mais elaborado, não é aquela coisa coloquial que você já vê na rotina dos participantes. Imagina uma narração naquela natureza deslumbrante com um tom coloquial? Acho que não combina”, entrega o apresentador. “E o reality era um produto muito vivo, a gente ia mudando todo o texto de acordo com o que acontecia na ponte. Muitas vezes o roteirista estava ali, na hora, mexendo em tudo para se adequar.”

Danielle Winits em A Ponte

Danielle Winits é uma das participantes de A Ponte; Murilo já a conhecia

Divulgação/HBO Max

Como os participantes de A Ponte misturam anônimos e famosos, alguns deles já eram velhos conhecidos de Murilo Rosa. Por isso, ele agradeceu por manter um certo distanciamento e não precisar interagir com todos ao longo dos 20 dias de confinamento. Suas aparições no reality são feitas à parte e, nos momentos em que divide o cenário com os outros, ele usava uma balaclava que cobria o seu rosto.

“Isso foi fundamental, imagina se desde o início eu tivesse que falar com aquelas pessoas? Tem gente que eu conheço ali!”, admite ele. “Então, foi muito legal porque, quando me encontrei com eles, já estavam em um processo, já tinham passado por um milhão de coisas. Eles me dão um abraço de ‘meu Deus, você existe!’. Quase um pedido de socorro, sabe? (risos) Eles tomam um susto muito grande quando descobrem que sou eu.”

De apresentador a competidor?

Com histórico de esportista (ele foi lutador de taekwondo antes de virar ator) e apaixonado pela natureza, Murilo Rosa tem o perfil ideal para comandar o A Ponte: The Bridge Brasil. Mas será que ele toparia o desafio de deixar o conforto de suas instalações e passar perrengue junto com os colegas em uma possível segunda temporada? A Tangerina, claro, tentou espremer isso dele.

“Você é a segunda ou terceira pessoa que me pergunta isso. Acho que vocês estão querendo me jogar nesse negócio (risos). Mas eu fiz alguns realities, Dança do Gelo [2006], Truque VIP [2015], Popstar [2017], acho que já cumpri minha tarefa de participante de reality show. Agora, estou muito feliz nesse lugar de apresentador”, desconversa.

“Mas uma coisa eu garanto: se fossem me colocar como um participante ali, eu iria dar o meu melhor, ia fazer o possível para viver uma experiência incrível e dar um jeito de essa ponte acontecer. Só que eu estou bem como apresentador e não vou cair nessa de vocês quererem me jogar como participante na próxima temporada, não”, diverte-se Murilo.

Diego e Henrique no The Bridge

A Ponte - Primeira temporada

Confira o trailer do reality show de sobrevivência da HBO Max

Informar Erro
Falar com a equipe
QUEM FEZ

Luciano Guaraldo

Editor-chefe da Tangerina. Antes, foi editor do Notícias da TV, onde atuou durante cinco anos. Também passou por Diário de São Paulo e Rede BOM DIA de jornais.

Ver mais conteúdos de Luciano Guaraldo

0 comentário

Tangerina é um lugar aberto para troca de ideias. Por isso, pra gente é super importante que os comentários sejam respeitosos. Comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, com palavrões, que incitam a violência, discurso de ódio ou contenham links vão ser deletados.

Acesse sua conta para comentar

Ainda não tem uma conta?

Conteúdo fresco, direto da fruta

Quer ficar por dentro das notícias do mundo pop? É só assinar nosso conteúdo semanal