MÚSICA

Ilustração de Beyoncé usando óculos de sol atrás de uma janela

Reprodução/Instagram

Renaissance

Como Beyoncé comemora o fim da quarentena em Break My Soul

Cantora se inspirou na house music para o primeiro single do álbum Renaissance. Proposta da faixa é colocar todo mundo para dançar!

Lucas Almeida

Lucas Almeida

Beyoncé está oficialmente de volta, com o lançamento de Break My Soul, o primeiro single do álbum Renaissance. Com batidas de house music, vertente da música eletrônica baseada no disco, a faixa comemora o fim da quarentena após o impacto causado pela pandemia, em versos como “vou soltar o meu cabelo porque enlouqueci/ A Bey está de volta e eu estou dormindo muito bem à noite”.

Em uma entrevista para a Harper’s Bazaar em agosto de 2021, Bey já tinha dado indícios do que viria pela frente. “Com todo o isolamento e a injustiça do ano passado, acho que estamos todos prontos para escapar, viajar, amar e rir novamente. Sinto um renascimento surgindo, e quero fazer parte do cultivo dessa fuga de todas as maneiras possíveis”, ela falou, dando um spoiler do projeto futuro. Renascimento em inglês e francês é “renaissance”.

Ouça Break My Soul, o novo single de Beyoncé

Música é a primeira faixa divulgada do álbum Renaissance

Mais indícios dos caminhos tomados por Beyoncé vieram com a divulgação de fotos de um ensaio para a Vogue britânica, em que ela aparece montada em um cavalo no meio de uma pista de dança.

A imagem parece fazer referência a um registro da modelo Bianca Jagger no Studio 54, casa noturna de Nova York que ficou consagrada pelas grandes festas de disco e dance music nos anos 1970. Na foto original, feita em 1977, Bianca aparece em um cavalo no meio da balada, na noite em que comemorava o seu aniversário.

A house music tem origens nos Estados Unidos, no início da década de 1980, e está intimamente ligada à vida noturna das baladas alternativas de Chicago, que reuniam a comunidade negra, latina e LGBTQIA+. O estilo musical se tornou uma representação do sentimento de igualdade e pertencimento celebrados nesses espaços, durante as recessões econômicas e a crise de saúde, causada pela Aids no país.

Para falar sobre os dias atuais, Bey retoma as batidas de house com um toque clássico: um sample do hit Show Me Love, da Robin S, lançada em 1993. A música já foi usada extensamente na música pop. Exemplos recentes são Used To Know Me, da Charlie XCX, e Your Love, feat do David Guetta e Showtek.

Break My Soul é coproduzida pelo time de Single Ladies, Tricky Stewart e The-Dream, e contou com a composição de Jay-Z e Adam Pigott (parceiro de nomes como Drake e Megan Thee Stallion). Para completar o time, Bey usa trechos da música “Explode”, da rapper Big Freedia, que canta o verso poderoso “liberte seu amor, esqueça o resto”.

Ouça Show Me Love, da Robin S

Música foi usada como sample em Break My Soul, da Beyoncé

Na letra, Beyoncé mostra a força do tal renascimento após os momentos mais difíceis da pandemia e canta “estou pegando minha nova salvação e construindo minha própria fundação”. No refrão, ela reitera, como um mantra, os ensinamentos dos últimos dois anos: “Você não vai despedaçar a minha alma”.

Mesmo com o tom de otimismo, ela não deixa de passar um recado de saúde pública: “No mundo, usando moletom com máscara do lado de fora/ Para caso você tenha se esquecido de como agimos lá fora”.

Ainda é difícil prever se as próximas faixas de Renaissance seguirão o tom festivo de Break My Soul. Enquanto isso, o primeiro single de Beyoncé convida todos para dançar na balada e aproveitar o dia de hoje.

Informar Erro
Falar com a equipe
QUEM FEZ
Lucas Almeida

Lucas Almeida

Repórter. Passou pela MTV Brasil e Veja.com. É fã de um pop triste e não deixa de ouvir todos os lançamentos musicais da semana.

Ver mais conteúdos de Lucas Almeida

0 comentário

Tangerina é um lugar aberto para troca de ideias. Por isso, pra gente é super importante que os comentários sejam respeitosos. Comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, com palavrões, que incitam a violência, discurso de ódio ou contenham links vão ser deletados.

Acesse sua conta para comentar

Ainda não tem uma conta?

Conteúdo fresco, direto da fruta

Quer ficar por dentro das notícias do mundo pop? É só assinar nosso conteúdo semanal