FILMES E SÉRIES

Colin Farrell em cena de The Batman

Divulgação/Warner Bros.

Batman

Pinguim, Charada… Relembre os maiores vilões do Batman no cinema

O novo filme do Batman traz de volta alguns dos maiores inimigos do Homem-Morcego. Eles se juntam a uma farta galeria de vilões psicóticos e perigosos que já passaram pelos cinemas

Victor Cierro

Victor Cierro

O novo filme estrelado por Batman, já em exibição nos cinemas, não é só a estreia de Robert Pattinson como o justiceiro de Gotham City. O novo filme também traz de volta alguns dos maiores vilões do Batman como Pinguim (Colin Farrell), Charada (Paul Dano) e Mulher-Gato (Zoë Kravitz). Os famosos antagonistas do morcego nas HQ já foram vividos antes no cinema por Danny DeVito em Batman: O Retorno (1992) e Jim Carrey em Batman Eternamente (1995), respectivamente.

É uma disputa dura pra saber quais dessas versões cinematográficas merecem o título de maiores vilões do Homem-Morcego —aqueles que deixaram a vida do herói mais difícil, mas também foram apresentados nos filmes como personagens complexos e bem-desenvolvidos. O rol de inimigos improváveis, psicóticos e perigosos, criados para incrementar a eterna batalha do bem contra o mal, ainda tem como concorrentes nomes fortes com o Coringa (nas versões de Heath Ledger, Jack Nicholson e Joaquin Phoenix) e a Mulher-Gato (já interpretada por Anne Hathaway e Michelle Pfeiffer, entre outras), ora aliada, ora inimiga do Cavaleiro das Trevas, dependendo da conveniência.

Como aqui na Tangerina a gente adora uma lista, resolvemos aproveitar a estreia do novo filme do Batman, dirigido por Matt Reeves, para relembrar todos os antagonistas do Homem-Morcego nos cinemas, desde os anos 1960 até hoje. Do pior ao melhor, apontamos quais atores e personagens deixaram fortes impressões ao passarem pelas telonas.

27. Doomsday (computação gráfica)

Cena de Batman vs Superman - A Origem da Justiça (2015)

Trailer de Batman vs Superman - A Origem da Justiça (2015)

O vilão do filme de 2015 foi feito inteiramente de computação gráfica

Em Batman vs Superman – A Origem da Justiça (2016), o público pôde presenciar o embate entre dois dos principais personagens do universo DC. Como o foco foi a batalha dos alter-egos de Bruce Wayne (Ben Affleck) e Clark Kent (Henry Cavill), a presença de um concorrente intergalático e brutamontes feito inteiramente de computação gráfica deixou a desejar e acabou ficando abaixo do padrão dos vilões sedutores de Gotham City.

26. Lobo da Estepe (Ciarán Hinds)

Ciarán Hinds em cena do filme Liga da Justiça (2017)

Trailer de Liga da Justiça (2017)

Hinds viveu o Lobo da Estepe tanto em Liga da Justiça quanto na versão de Snyder

Presente tanto no filme Liga da Justiça da versão de Joss Whedon (2017) quanto na de Zack Snyder (2021), o Lobo da Estepe (Hinds) não estava à altura de ser o primeiro vilão do super grupo. Além disso, a participação de um exército de seres espaciais tirou completamente o impacto da presença do opositor.

Cheio de computação gráfica, o ator responsável a dar vida ao personagem não conseguiu criar o mesmo elo com o público como fez Thanos (Josh Brolin) em Vingadores – Guerra Infinita (2018), da editora concorrente, Marvel. Acabou sendo vítima de um roteiro frágil e uma história centrada na criação do grupo de heróis, ficando em segundo plano, quase desaparecendo.

25. Bane (Robert Swenson)

Robert Swenson em cena de Batman & Robin (1997)

O personagem Robert Swenson (1957-1997) foi mal aproveitado na trama estrelada por George Clooney

Divulgação/Warner Bros.

Batman & Robin (1997) figura entre um dos piores filmes do personagem. Não bastasse o número excessivo de vilões, o filme foi incapaz de explorar seus principais aspectos. Com uma trama rasa e rocambolesca, nem mesmo atores prestigiados conseguiram trazer destaque para a produção.

Criado em 1993 nas histórias em quadrinhos, Bane é o personagem mais forte fisicamente do universo Batman. Mas Bane não é só um corpão musculoso, também tem uma mente brilhante e consegue provocar o herói intelectualmente. Ou seja, um personagem com margem para ótimas possibilidades. No entanto, nesta adaptação, o oponente não passou de um assistente musculoso de outros criminosos.

24. Carmine Falcone (Tom Wilkinson)

Tom Wilkinson em cena de Batman Begins (2005)

O gângster mais famoso de Gotham City não teve chance de mostrar seu poder sob a cidade

Divulgação/Warner Bros.

Nas HQ, Carmine Falcone é o principal líder mafioso de Gotham. No entanto, em Batman Begins (2005), o personagem interpretado por Tom Wilkinson ficou em terceiro plano, não tendo muitas chances de mostrar sua crueldade nas telas.

Estreando com Christian Bale como Batman, o primeiro filme da trilogia de Christopher Nolan também contou com presença de outros dois vilões de grande peso na vida do Homem-Morcego: Ra’s al Ghul (Liam Neeson) que foi seu mentor e Espantalho (Cillian Murphy) sendo que ofuscaram a aparição do gângster e tornaram a participação de Wilkinson algo bem irrelevante.

23. Mulher-Gato (Halle Berry)

Halle Berry em cena de Mulher-Gato (2004)

Apesar de não ter contracenado com o Homem-Morcego, a personagem de Halle Berry não causou empatia

Divulgação/Warner Bros.

Após fazer história como a primeira mulher negra a vencer o Oscar de melhor atriz por sua atuação em A Última Ceia (2001), Halle Berry protagonizou um desastre de bilheteria – o filme solo da Mulher-Gato (2003). Mesmo com o destaque da estrela, o longa não conseguiu emplacar com o público.

No entanto, a atuação de Halle não foi o problema. Com um roteiro pouco atraente, desconectado do bat-universo e um elenco de suporte esquecível, infelizmente Mulher-Gato não teve a capacidade de se desenvolver sem a presença do Batman.

22. Sr. Frio (Arnold Schwarzenegger)

Arnold Schwarzenegger em cena de Batman & Robin (1997)

O personagem de Schwarzenegger ficou perdido no besteirol

Divulgação/Warner Bros.

É possível um ator renomado interpretar um personagem impactante dos quadrinhos e o resultado ser péssimo? Batman & Robin provou que sim. O protagonista de O Exterminador do Futuro (1984), Arnold Schwarzenegger, entrou para o universo da DC como o tradicional vilão Sr. Frio em Batman & Robin (1997) e o resultado não foi dos melhores.

No pior filme da história do Batman, o personagem criado em 1959 nas histórias em quadrinhos foi completamente adaptado para esta produção e acabou ficando descaracterizado. O único aspecto memorável do vilão são suas frases de efeito corriqueiras com trocadilhos envolvendo gelo.

21. Hera Venenosa (Uma Thurman)

Uma Thurman em cena de Batman & Robin (1997)

Nem Uma Thurman conseguiu fugir do roteiro cheio de defeitos

Divulgação/Warner Bros.

Mas Schwarzenegger não foi o único ator famoso que participou de Batman & Robin. Uma Thurman também topou engrossar o elenco da produção sob o comando de Joel Schumacher. A protagonista de Pulp Fiction – Tempo de Violência (1994) e da saga Kill Bill interpretou a incrível Hera Venenosa e, apesar da ótima interpretação e caracterização, não foi capaz de conquistar os fãs.

Parte do problema se deu porque a vilã precisou dividir a telona com outros elementos de peso: Mr. Freeze e Bane. Apesar de ser o destaque do trio, com planos diabólicos inteligentes e interpretação magnética, o papel de Hera Venenosa sofre com as inconsistências do roteiro, como sua parceria com o personagem de Schwarzenegger, o Sr Frio, onde a química entre os atores ficou abaixo de zero (com o perdão do trocadilho).

20. Darkseid (Ray Porter)

Ray Porter em cena de Liga da Justiça de Zack Snyder (2021)

Trailer de Liga da Justiça de Zack Snyder (2021)

A presença de Ray Porter como Darkseid deu mais credibilidade para o filme de Snyder

Darkseid (Porter) não esteve presente em Liga da Justiça (2017). No entanto, na versão de Zack Snyder de 2021, o vilão espacial fez sua estreia no DCEU (Universo Cinematográfico da DC) e foi capaz de mudar os rumos da história do longa. Com pouco tempo de tela, conseguiu trazer mais consistência para o Lobo da Estepe e para a história em geral.

Concebido na década de 1970, Darkseid é um dos vilões mais poderosos das histórias em quadrinhos da DC. Mesmo sendo o principal adversário do Superman (ao lado de Lex Luthor), o vilão também rivaliza com o Homem-Morcego e a Liga da Justiça. Enquanto o futuro dos heróis da DC continua incerto, o personagem de Porter tem grandes chances de retornar para os próximos filmes.

19. Submundo do Crime

Lee Meriwether, Frank Gorshin, Burgess Meredith e Cesar Romero em cena de Batman - O Homem-Morcego (1966)

O Batman de West teve jogo dura em sua estreia nas telonas. O herói precisou enfrentar quatro vilões de uma vez

Divulgação/Twentieth Century Fox

Em seu primeiro filme, de 1966, logo de cara Batman (Adam West) já teve que enfrentar uma gangue de vilões: Mulher-Gato (Lee Meriwether), Charada (Frank Gorshin), Coringa (Cesar Romero) e Pinguim (Burgess Meredith), conhecidos como o United Underworld.

Enquanto Christopher Nolan apresentou uma versão mais séria do herói nos anos 2000, as séries dos anos 60 expunham um ponto de vista mais cômico sobre o Batman, bem voltado para a ideia de que histórias em quadrinhos eram dirigidas ao público infantil. Com esta abordagem, portanto, os vilões desse grupo tinham como tarefa primordial fazer o público rir, o que conseguem executar com primor.

18. Mulher-Gato (Anne Hathaway)

Anne Hathaway em cena de Batman - O Cavaleiro das Trevas Ressurge (2012)

Por não ser a antagonista da trama, a personagem de Anne Hathaway fica em segundo plano

Divulgação/Warner Bros.

Anne Hathaway, uma das principais atrizes de sua geração, também se aventurou nas histórias de super-heróis no cinema. Como Mulher-Gato, ela entregou uma performance sólida, mas foi vítima de uma adaptação pouco fiel à personagem e de um roteiro lotado de outros que ofuscaram sua participação.

Em Batman – O Cavaleiro das Trevas Ressurge (2012), a Mulher-Gato precisa dividir a história com Talia al Ghul (Marion Cotillard), Bane (Tom Hardy) e Jonathan Crane – O Espantalho (Cillian Murphy). Se por um lado a atriz consegue apresentar uma boa química com Christian Bale, por outro, seu status de anti-heroína fica em segundo plano quando ela vira par romântico do protagonista.

17. Max Shreck (Christopher Walken)

Christopher Walken em cena de Batman - O Retorno (1992)

Em um filme cheio de vilões, o personagem mais influente é ofuscado por outros antagonistas

Divulgação/Warner Bros.

Batman – O Retorno (1992) conta com três adversários principais: junto à Mulher-Gato (Michelle Pfeiffer) e ao Pinguim (Danny DeVito), está o magnata com planos mirabolantes de dominação, Max Shreck (Walken). Apesar de Christopher Walken ser um ator super versátil, seu personagem, que não existe nos quadrinhos e foi criado especialmente para o filme, parece distante e mecânico e não consegue transmitir o mesmo carisma de seus companheiros de malvadeza. Como seu projeto no longa visa dominar a rede elétrica de Gotham, ele precisa da ajuda de Pinguim e Mulher-Gato e como ambos são velhos conhecidos do público, acabaram roubando a cena.

16. Talia al Ghul (Marion Cotillard)

Marion Cotillard em cena de Batman - O Cavaleiro das Trevas Ressurge (2012)

Trailer de Batman - O Cavaleiro das Trevas Ressurge (2012)

A reviravolta da personagem de Marion foi a maior nas tramas do Batman no cinema

Batman – O Cavaleiro das Trevas Ressurge (2012) é responsável pela maior reviravolta em uma história do Homem-Morcego nas telonas. Inicialmente parceira de negócios e interesse amoroso de Bruce Wayne (Christian Bale), Miranda Tate (Marion) chocou o público com a revelação de sua verdadeira identidade: Talia, a filha de Ra’s al Ghul (Liam Neeson), mentor e inimigo do morcego.

Além de conseguir enganar facilmente o milionário, Talia também foi capaz de orquestrar o maior ataque a Gotham City da trilogia. Com uma arma nuclear em mãos, a filha do líder da Liga das Sombras faz a cidade entrar em crise, mas para isso, ela conta com a ajuda de Bane (Tom Hardy).

15. Duas-Caras (Tommy Lee Jones)

Tommy Lee Jones em cena de Batman Eternamente (1995)

A maquiagem exagerada é o principal atributo do personagem de Jones

Divulgação/Warner Bros.

Tommy Lee Jones é um excelente ator, mas a adaptação de seu Duas-Caras não condiz com as principais características do rival do Batman nas HQs. Com um comportamento histriônico beirando o cômico, ficou muito mais parecido com Coringa, do que com o ex-promotor traumatizado e dividido entre duas personalidades opostas.

Mas isso não atrapalha a forte interpretação de Jones. Com uma história de origem impactante, o vilão apresenta ideais fortes e contrários aos de Bruce Wayne aqui interpretado por George Clooney. Sua roupa extravagante e cicatriz exagerada ajudam a caracterizar este oponente como um personagem mais risível do que sério.

14. Pinguim (Colin Farrell)

Colin Farrell em cena de The Batman

As cicatrizes chamativas do Pinguim deixa o personagem mais intrigante e intimidador

Divulgação/Warner Bros.

O carisma de Colin Farrell como Pinguim é inegável. A sua personalidade típica de um gângster italiano dos filmes sobre a máfia torna o personagem em um alívio cômico para a trama tensa de Matt Reeves. No entanto, o antagonista não entra para a lista dos dez melhores vilões do Batman. Mas por que?

O Pinguim é dono do Iceberg Lounge, uma boate famosa em Gotham City. O lugar é usado como ponto de encontros para todos os tipos de criminosos da sinistra cidade. Apesar de sua influência, o personagem de Farrell fica na sombra do Charada (Paul Dano) e não consegue alcançar o mesmo nível de poder de Carmine Falcone (John Turturro).

13. Ra’s al Ghul (Liam Neeson)

Liam Neeson em cena de Batman Begins (2005)

Ra's al Ghul treinou o Batman e prometeu trazer caos para a cidade de Bruce Wayne

Divulgação/Warner Bros.

Com seu quartel-general na Ásia, o líder da Liga das Sombras, Ra’s al Ghul (Neeson) foi o mentor de Bruce Wayne (Bale) durante o treinamento de artes marciais e técnicas de luta do bilionário.

Inicialmente, foi interpretado por Ken Watanabe. Mas, como foi revelado nas cenas finais de Batman Begins (2005), ele era apenas uma distração. O verdadeiro al Ghul estava em Gotham City para destruir a cidade por completo.

Seu plano consistia em usar a toxina do medo do Espantalho (Cillian Murphy) para torturar e executar toda a população da cidade. Apesar de estar nas sombras durante boa parte do filme, o líder dos vilões teve grande destaque nesta trama. E também foi essencial para apresentar um tom mais sério nessa história de super-herói, mudando o padrão dos filmes dos anos 1990.

12. Carmine Falcone (John Turturro)

John Turturro em cena de The Batman

John Turturro conseguiu capturar a essência de um gângster de Gotham City

Divulgação/Warner Bros.

Ao contrário de seu antecessor, Tom Wilkinson, John Turturro foi crucial para o filme do Batman. O mafioso mais emblemático de Gotham City, Carmine Falcone, foi bem explorado na trama comandada por Matt Reeves. Mesmo não sendo o principal vilão da produção, sua presença dificultou a vida do Batman (Robert Pattinson) e também ajudou a dar mais camadas para a história do herói.

O antagonista, no entanto, não está apenas atrelado ao Bruce Wayne (Pattinson). O personagem de Turturro também cruza o caminho de Selina Kyle (Zoë Kravitz), também conhecida como Mulher-Gato e tem relação direta com o carismático Pinguim (Farrell).

11. Mulher-Gato (Michelle Pfeiffer)

Michelle Pfeiffer em cena de Batman - O Retorno (1992)

Trailer de Batman - O Retorno (1992)

Michelle conseguiu apresentar as melhores qualidades das HQ's para as telonas

Em uma das melhores adaptações da personagem nos cinemas, a Mulher-Gato de Michelle Pfeiffer, conseguiu captar as principais características da anti-heroína nos quadrinhos, além de interpretar a extravagância e inteligência da vilã, a atriz também é capaz de fazer o público sentir empatia por sua atividades criminosas.

Depois de sobreviver a um ataque de Max Shreck (Christopher Walken), Selina Kyle entra em uma trajetória cheia de vingança. Enquanto aterrorizava Gotham City, roubando dos muito ricos, cruzou caminhos com o Batman. No entanto, mesmo agressiva e instável, a personagem vira anti-heroína e ajuda o protagonista na batalha contra os vilões em Batman – O Retorno (1992), sendo fiel às suas origens nas histórias em quadrinhos.

10. Charada (Jim Carrey)

Jim Carrey em cena de Batman Eternamente (1995)

Ainda no lado cômico das tramas do Batman, Carrey foi capaz de divertir o público com seu carisma inegável

Divulgação/Warner Bros.

Batman Eternamente (1995) não teve grandes destaques e talvez por isso o vilão tenha se destacado.. Enquanto o Duas-Caras (Jones) não honrou sua história nas HQs o Charada (Carrey) conseguiu extrair o melhor do vilão criado em 1948.

Hilário e extravagante, o alter-ego de Edward Nygma foi o primeiro oponente a desafiar o Batman (George Clooney) intelectualmente. Seguindo um tom vibrante e cômico, Charada foi o personagem mais relevante do filme, roubando o protagonismo.

9. Pinguim (Danny DeVito)

Danny DeVito em cena de Batman - O Retorno (1992)

Enquanto dividia a tela com outros vilões, o Pinguim roubou a cena com sua presença intimidadora

Divulgação/Warner Bros.

A aparência grotesca de DeVito como Pinguim, em Batman – O Retorno, foi uma ótima oportunidade para o vilão ganhar o máximo de destaque na trama. Ao lado da Mulher-Gato e Max Shreck, tinha o sonho de conquistar Gotham City.

Além da presença impactante e do guarda-chuva ameaçador (que na verdade era uma metralhadora, bem ao estilo dos quadrinhos) o oponente também tinha mais um aspecto cativante: seu adorável e mortal exército de pinguins. Mesmo com suas ações tenebrosas, DeVito conseguiu conquistar o público, por conta de seu passado sofrido.

8. Mulher-Gato (Zoë Kravitz)

Zoë Kravitz em cena de The Batman

Zoë Kravitz apresentou para o público a impressionante personalidade da Mulher-Gato

Divulgação/Warner Bros.

A Mulher-Gato, de Zoë Kravitz, não é vilã. No entanto, seus atos como anti-heroína foram o suficiente para entrar na lista dos melhores antagonistas do Batman. Carismática, envolvente, misteriosa. As melhores qualidades de Selina Kyle são expostas no filme de Matt Reeves e executadas com perfeição pela atriz.

Por conta de seu envolvimento com o Batman (Robert Pattinson), a personagem não está em uma posição mais alta neste ranking. Esta versão da Selina, mais conhecida como Mulher-Gato, foi a melhor representação da anti-heroína nas telonas. Zoë conseguiu superar a interpretação de Michelle Pfeiffer, a vilã de Batman – O Retorno.

7. Duas-Caras (Aaron Eckhart)

Aaron Eckhart em cena de Batman - O Cavaleiro das Trevas (2008)

Eckhart apresentou os dois lados de Harvey Dent primorosamente

Divulgação/Warner Bros.

Depois da apresentação de Tommy Lee Jones como Duas-Caras, o público ficou marcado por sua performance cômica. Mas, em Batman – O Cavaleiro das Trevas (2008), Aaron Eckhart mostrou a verdadeira essência do alter-ego de Harvey Dent.

Antes de perder o amor de sua vida, Rachel Dawes (Maggie Gyllenhaal), o advogado representava esperança para a cidade de Gotham, já que prometia livrar o lugar da corja de malfeitores. Ao contrário do herói vivido por Bale, ele agia dentro da lei e até inspirou o próprio Batman a pendurar a máscara.

Mas tudo mudou depois do ataque terrorista orquestrado pelo Coringa (Heath Ledger). Sem sua companheira, o aspirante a político perde a referência moral e culpa Batman por não capturar Coringa. Tudo o que quer agora é vingança contra o Homem-Morcego e a força policial de Gotham. A atuação de Eckhart é sólida e suas trocas com Bale e Ledger tornam o filme de Nolan em uma produção formidável.

6. Coringa (Jack Nicholson)

Jack Nicholson em cena de Batman (1989)

Trailer de Batman (1989)

Nicholson foi o primeiro ator a interpretar o palhaço psicótico com excelência

Com uma atuação brilhante, Nicholson revolucionou os filmes do Batman. O principal vilão do Homem-Morcego nos quadrinhos, precisava ser muito bem representado no cinema e a escolha do ator foi primorosa. O Coringa é um criminoso psicopata, capaz de fazer qualquer coisa para machucar o paladino de Gotham, sua população e quem mais cruzar o seu caminho.

Diferente de Heath Ledger e Joaquin Phoenix no filme solo do vilão, Nicholson conseguiu dar um tom mais burlesco ao seu personagem, porém, não menos assustador e doentio. Além de ser o único oponente de Keaton em Batman (1989) teve diversos diálogos impactantes, prestou uma franca homenagem a César Romero que interpretou o palhaço na série de TV de 1966 e foi capaz de transmitir para o espectador a insanidade desenfreada do Coringa.

5. Espantalho (Cillian Murphy)

Cillian Murphy em cena de Batman Begins (2005)

O Espantalho causa medo, pânico em suas vítimas. Murphy cumpriu esta tarefa com exímio

Divulgação/Warner Bros.

Enquanto Batman Begins (2005) introduziu uma nova versão de Batman/ Bruce Wayne (Christian Bale) para as telonas, Jonathan Crane (Murphy), mais conhecido como Espantalho, foi essencial para a construção e consolidação do herói na trilogia.

Com uma infância marcada pelo sofrimento e angústia, Wayne e seu alter-ego sofrem com diversas experiências emocionais desagradáveis. O Espantalho conseguiu tirar proveito desta situação com sua toxina do medo, trazendo seus piores traumas para a realidade.
Criado para expor e tirar proveito da fragilidade de Batman, Crane superou a presença de Ras al Ghul como principal vilão desta produção. Apesar de não ter destaque em Batman – O Cavaleiro das Trevas Ressurge (2012), o ator de Peaky Blinders traz credibilidade para o último filme da trilogia e narrativa de longo prazo de Christopher Nolan.

4. Bane (Tom Hardy)

Tom Hardy em cena de Batman - O Cavaleiro das Trevas Ressurge (2012)

Bane desafiou o Batman tanto intelectualmente quanto fisicamente. O vilão conseguiu destruir Gotham City

Divulgação/Warner Bros.

Em vez de seguir o padrão estereotipado de Swenson em Batman & Robin (1997), o Bane, de Tom Hardy, teve uma abordagem diferente e mais próxima dos quadrinhos. Mesmo trabalhando para Talia al Ghul (Marion), o Bane de O Cavaleiro das Trevas Ressurge foi o opositor com maior capacidade de causar dano tanto no herói, quanto na cidade que ele defende.

A voz alterada de Hardy ajuda a dar uma perspectiva mais sinistra e assustadora para o último vilão da trilogia comandada por Nolan. Em adição a sua forma física exuberante, a especialidade em combates e o estado físico e emocional do Batman deixam Bane como um dos adversários mais poderosos do cavaleiro das trevas no cinema.

3. Charada (Paul Dano)

Paul Dano em cena de Batman

Trailer de The Batman

Paul Dano como Charada é perfeito para o tom de The Batman, de Matt Reeves

Todo grande herói necessita de um vilão ainda mais impactante. Em The Batman, o personagem de Robert Pattinson conseguiu o melhor antagonista possível. Apesar de ser parecido com Bruce Wayne, o Charada (Paul Dano) tem uma visão mais realista de Gotham City. Enquanto tenta mostrar sua perspectiva para o público, o vilão conquista o público com seus questionamentos fascinantes.

A intensidade de Paul Dano neste papel é digna de Joaquin Phoenix e Heath Ledger. Mas como o ator (ainda) não venceu o Oscar como vilão do Batman, ele fica atrás da dupla de Coringa. No entanto, sua caracterização como sociopata e alterações de humor de seu personagem merecem todos os elogios. E quem sabe não veremos ele de novo, talvez em The Batman 2?

2. Coringa (Joaquin Phoenix)

Joaquin Phoenix em cena de Coringa (2019)

Trailer de Coringa (2019)

Mesmo sem contracenar com o Batman, Phoenix encantou com sua intensidade

Apesar de não ter contracenado com o Batman e ter tido um filme solo, o Coringa, de Joaquin Phoenix, trouxe mais uma performance genial para este papel cobiçado em Hollywood. Assim como seu antecessor, Ledger, Phoenix também venceu o Oscar de melhor ator por sua atuação como o palhaço psicótico da cidade de Gotham.

Enquanto Nicholson apresentou uma versão cômica e Ledger manifestou uma alternativa caótica e politizada do personagem, Phoenix conseguiu causar empatia com o espectador por demonstrar a origem do comportamento do Coringa.

No entanto, este não foi o único aspecto explorado e apresentado pelo ator. Manifestando surtos rápidos, porém delirantes, desconexos e intensos, ele conseguiu mostrar o lado mais assustador do vilão com momentos comoventes e intrigantes.

1. Coringa (Heath Ledger)

Heath Ledger em cena de Batman - O Cavaleiro das Trevas (2008)

Trailer de Batman - O Cavaleiro das Trevas (2008)

Ledger conseguiu dar vida para o personagem mais complexo das HQ's com maestria

Quando você pensa em Batman – O Cavaleiro das Trevas (2008), o que vem à sua cabeça? Apostamos que é o Coringa de Heath Ledger (1979-2008). Inegável seu destaque e impacto no filme e na trilogia. O ator, inclusive, venceu o Oscar (que foi entregue postumamente) de melhor ator por sua atuação imersiva como o palhaço de Gotham City, estabelecendo um novo patamar para a interpretação de um dos vilões mais fascinantes da cultura pop.

A construção do personagem no roteiro foi fenomenal, mas sem a presença de Ledger, a performance não seria a mesma. A maquiagem tenebrosa e seus maneirismos meticulosamente assustadores foram ideias do ator que passou muito tempo estudando como seria a psique e comportamento do personagem.. A mentalidade psicótica com a missão de trazer o caos tanto para a vida pessoal do Batman herói quanto para toda e qualquer tentativa de ordem em Gotham City o coloca como opção unânime para a posição de melhor vilão da história do Batman.

Quer relembrar cada um desses vilões e criar sua própria lista? Assista novamente todos os filmes do Batman:

  • Batman – O Homem-Morcego (1966): Star+
  • Batman (1989): HBO Max; GooglePlay, Looke e Microsoft (para aluguel)
  • Batman – O Retorno (1992): HBO Max; AppleTV, Google Play, Looke e Microsoft (para aluguel)
  • Batman Eternamente (1995): HBO Max; AppleTV (para aluguel)
  • Batman & Robin (1997): HBO Max; AppleTV, Google Play, Looke e Microsoft (para aluguel)
  • Mulher-Gato (2004): HBO Max; AppleTV, Looke e Microsoft (para aluguel)
  • Batman Begins (2005): HBO Max; AppleTV, Google Play, Looke e Microsoft (para aluguel)
  • Batman – O Cavaleiro das Trevas (2008): HBO Max; AppleTV, Google Play, Looke e Microsoft (para aluguel)
  • Batman – O Cavaleiro das Trevas Ressurge (2012): HBO Max; AppleTV, Google Play, Looke e Microsoft (para aluguel)
  • Batman vs Superman – A Origem da Justiça (2015): HBO Max; AppleTV, Google Play, Looke e Microsoft (para aluguel)
  • Liga da Justiça (2017): HBO Max; AppleTV, Google Play, Looke e Microsoft (para aluguel)
  • Coringa (2019): Globoplay; Google Play, Looke e Microsoft (para aluguel)
  • Liga da Justiça de Zack Snyder (2021): HBO Max
Informar Erro
Falar com a equipe
QUEM FEZ
Victor Cierro

Victor Cierro

Repórter da Tangerina, Victor Cierro é viciado em quadrinhos e cultura pop e decidiu que seria jornalista aos 9 anos. É o foca da equipe e cria da casa: antes da Tangerina, estagiou no Notícias da TV, escrevendo sobre filmes e séries.

Ver mais conteúdos de Victor Cierro

0 comentário

Tangerina é um lugar aberto para troca de ideias. Por isso, pra gente é super importante que os comentários sejam respeitosos. Comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, com palavrões, que incitam a violência, discurso de ódio ou contenham links vão ser deletados.

Acesse sua conta para comentar

Ainda não tem uma conta?

Conteúdo fresco, direto da fruta

Quer ficar por dentro das notícias do mundo pop? É só assinar nosso conteúdo semanal