FILMES E SÉRIES

Capa de texto sobre a série Iluminadas

Fotos: Divulgação / Arte: Tangerina

Iluminadas

Serial killer, punk e Wagner Moura: 5 motivos para ver Iluminadas

Com assassinatos e viagem no tempo, a minissérie estrelada por Elisabeth Moss, Wagner Moura e Jamie Bell é uma das grandes apostas do ano da AppleTV+

Rafael Argemon

Rafael Argemon

Iluminadas –minissérie da AppleTV+ estrelada por Elisabeth Moss e Wagner Moura que estreia nesta sexta-feira (29)–  é uma das boas apostas da plataforma para conseguir se firmar como uma real concorrente ao domínio do império de conteúdo da Netflix. Desde que foi lançada, em novembro de 2019, a plataforma de streaming da Apple nunca disponibilizou tantos produtos de qualidade em quantidade tão significativa quanto em 2022. 

Ruptura, WeCrashed, Pachinko, Os Últimos Dias de Ptolemy Grey, Slow Horses e, agora, Iluminadas. Uma sequência impressionante de excelentes produções escritas, dirigidas e protagonizadas por gente do mais alto cacife.   

No entanto, essa é apenas a ponta do iceberg. Pelo menos aqui no Brasil, o serviço está longe de figurar entre os mais populares. Mesmo com um preço de mensalidade dos mais competitivos –que está em R$ 9,90 atualmente– e um desconto de três meses grátis para quem adquire qualquer produto Apple, a plataforma pena em se firmar por aqui.

Nesse mundo dos serviços de streaming, a quantidade ainda supera a qualidade. Conciliar os dois então… parece algo impossível. Mas a AppleTV+ segue nessa “missão suicida” marcando pontos importantes. E Iluminadas é certamente um desses acertos.

Cena da minissérie Iluminadas

Trailer da minissérie Iluminadas

Elisabeth Moss persegue o serial killer que a atacou através do tempo em Iluminadas

Baseada no best-seller da escritora sul-africana Lauren Beukes, é uma minissérie sombria e surpreendente, que mistura elementos de viagem no tempo com impactante thriller de serial killer. Não é uma jornada nada fácil, pois a trama é tão carregada de tensão que chega até a incomodar os espectadores mais sensíveis. 

Nela, Elisabeth Moss é Kirby, uma arquivista de um jornal de Chicago que, depois de sobreviver a um brutal ataque de um desconhecido nos anos 1980, passa a sofrer de lapsos temporais. Já na década seguinte, ela começa a ajudar o repórter policial Dan Velasquez (Wagner Moura), que investiga o assassinato de uma jovem com as mesmas características do ataque sofrido por Kirby. No crime, o assassino (Jamie Bell) fez um corte na barriga da vítima e deixou um objeto antigo dentro do corpo.

Você curte filmes como O Silêncio dos Inocentes (1991), Seven – 7 Pecados Mortais (1995) ou Zodíaco (2007)? Então Iluminadas é pra você. Mesmo com todos os elementos fantásticos envolvidos. Que, na verdade, dão um toque especial à minissérie.

Ainda não se convenceu? Então veja aqui cinco motivos para não deixar de assistir Iluminadas, a nova série da AppleTV+:

Um baita trio de protagonistas

Cena da série Iluminadas

"Uma parceira para toda a vida", disse Wagner Moura sobre a colega Elisabeth Moss

Que Elisabeth Moss e Wagner Moura são grandes atores, todo mundo já sabe, mas a dupla simplesmente arrebenta em Iluminadas. Moss então… Ela não só atua, mas até dirige alguns episódios. Em entrevistas recentes, o ator brasileiro vem se derretendo em elogios à colega, a quem disse considerar uma “parceira para toda a vida”. Mas mesmo que aqui atue apenas como ator, o brasileiro também dá um show. Assim como o inglês Jamie Bell, que interpreta o misterioso serial killer Harper. 

Um vilão realmente assustador

Cena da série Iluminadas

Do fofo Billy Elliot ao assustador Harper, Jamie Bell é outra grande atração de Iluminadas

Divulgação

Aliás, falando em Jamie Bell… Talvez você não esteja ligando o nome ao personagem, mas ele ficou bem conhecido por interpretar o menino Billy em Billy Elliot (2000). Um filme fofíssimo que conta a história de um garoto irlandês que sonha em ser bailarino e tem de enfrentar todos os preconceitos que vêm atrelados a essa escolha. Um super sucesso dos anos 2000, vencedor de duas estatuetas do Bafta, e que concorreu a três Oscars. Histórico que faz da atuação dele em Iluminadas ainda mais impactante, já que seu personagem, Harper, é um dos vilões mais assustadores dos últimos anos. Um homem que parece um cara frágil, até simpático, mas, na verdade, é um psicopata violento que aterroriza mulheres por décadas em uma tortura psicológica que parece não ter fim.

O Brasil está mais presente do que você imagina

Cena da série Iluminadas

Wagner Moura conseguiu trocar a nacionalidade de seu personagem, o originalmente porto-riquenho Dan Velasquez

Divulgação

Wagner Moura está com muita moral lá fora. Tanto que para interpretar o jornalista alcoólatra Dan Velasquez ele exigiu que o personagem tivesse pelo menos algumas falas em português. E o desejo dele foi atendido! Como ele contou em uma entrevista ao jornal O Globo, a criadora da série, Silka Luisa queria que o personagem fosse porto-riquenho, como no livro, mas Moura insistiu e ela acabou aceitando. Não satisfeito, o ator brasileiro, além de dizer algumas frases em português, ainda usa uma camiseta da banda Os Mutantes em um momento bem importante da minissérie.

Direção 100% feminina

Cena da série Iluminadas

Além de atuar, Elisabeth Moss ainda dirigiu dois episódios da minissérie

Divulgação

Além do fato de ter uma showrunner mulher, Iluminadas é toda dirigida por mulheres. A própria Elizabeth Moss assina dois episódios e outras duas cineastas comandam o show: a canadense Michelle MacLaren e a australiana Dana Reid, que, assim como Moss, também é atriz e atuou junto com ela na série O Conto da Aia. A mais experiente do trio é MacLaren, que dirigiu diversos episódios de séries do calibre de Breaking Bad, Game of Thrones, The Leftovers, Modern Family, The Morning Show, entre outras. E quase dirigiu o filme da Mulher-Maravilha. Só isso.

Trilha sonora roqueira de respeito

A banda de rock alternativo Pixies

A banda americana de rock alternativo Pixies é uma das atrações da trilha sonora

Como se passa principalmente em Chicago entre as décadas de 1980 e 1990, Iluminadas traz uma trilha sonora recheada de pedradas roqueiras desse período. Kirby tem uma ligação estreita com um clube de rock em que trabalhou, que tem um papel importante na trama. Lá, sua mãe também se apresentava com uma banda punk. Ou seja, espere bastante rock alternativo e punk rock de bandas como Pixies, Pylon, Patti Smith Band, The Damned, Orange Juice, Epicycle, entre outras.

Quer ficar por dentro dos melhores lançamentos da semana? Chega mais que a Tangerina preparou uma lista refrescante pra você!

Informar Erro
Falar com a equipe
QUEM FEZ
Rafael Argemon

Rafael Argemon

Rafael Argemon é criador do perfil O Cara da Locadora no Instagram e também assina uma coluna com o mesmo nome na Tangerina, onde indica as pérolas escondidas nas plataformas de streaming. Cinéfilo e maratonador de séries profissional, passou por Estadão, R7, UOL, Time Out e Huffpost. Apaixonado por pugs, sagu e jogos do Mario.

Ver mais conteúdos de Rafael Argemon

0 comentário

Tangerina é um lugar aberto para troca de ideias. Por isso, pra gente é super importante que os comentários sejam respeitosos. Comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, com palavrões, que incitam a violência, discurso de ódio ou contenham links vão ser deletados.

Acesse sua conta para comentar

Ainda não tem uma conta?

Conteúdo fresco, direto da fruta

Quer ficar por dentro das notícias do mundo pop? É só assinar nosso conteúdo semanal