Stranger Things 4: Fim da temporada tem mortes, drama e respostas

FILMES E SÉRIES

Millie Bobby Brown e Matthew Modine

Divulgação/Netflix

ANÁLISE

Stranger Things 4: Fim da temporada tem mortes, drama e respostas

Após 34 longos dias de espera, Volume 2 da quarta temporada de Stranger Things entrou no catálogo da Netflix nesta sexta-feira (1º)

André Zuliani

Após 34 dias de espera, o Volume 2 da quarta temporada de Stranger Things entrou no catálogo da Netflix nesta sexta-feira (1º) para mostrar os eventos finais da batalha entre Eleven (Millie Bobby Brown) e o vilão Vecna (Jamie Campbell Bower). Com mortes, drama e respostas (enfim) entregues, a série que se tornou fenômeno mundial encerrou a sua melhor leva de episódios até aqui.

Ambiciosa, a quarta temporada foi a maior de Stranger Things em praticamente tudo: da escala de terror aos efeitos especiais, de momentos dramáticos memoráveis aos melhores alívios cômicos de toda a série. Desde o anúncio da nova leva, os irmãos Duffer (criadores da atração) avisaram o mundo de que a espera valeria a pena. E valeu.

Por mais que a minutagem extremamente longa de praticamente todos os episódios do quarto ano pudesse assustar o espectador desavisado, a trama idealizada para esta temporada não permitiu que houvesse muito tempo para respiros. Em alguns momentos, o início pareceu arrastado e deixou que alguns personagens, outrora imprescindíveis para a narrativa, ficassem escanteados. Contudo, o Volume 2 chega para colocar as coisas em seu devido lugar.

Atenção: esse texto contém spoilers, cuidado para não azedar sua semana

Com o elenco principal dividido em blocos, era preciso que cada arco narrativo tivesse tempo para se destacar. Desta forma, os núcleos de Hawkins, da União Soviética e do laboratório enfrentam as próprias batalhas antes de se convergirem no último episódio. No Volume 2, ninguém fica de fora para que o outro dê o seu espetáculo.

Antes de chegar na batalha iminente, Stranger Things finalmente coloca os pingos nos is que faltavam desde o lançamento da primeira temporada. Próximo de atingir seu objetivo de invadir Hawkins, Vecna/Henry/001 explica as origens do Mundo Invertido como o conhecemos e a sua ligação com o monstruoso Devorador de Mentes.

Joe Keery, Natalia Dyer e Maya Hawke

Steve, Nancy e Robin se preparam para a batalha final

Divulgação/Netflix

Ainda que algumas resoluções um tanto convenientes da trama soem absurdas demais, é necessário falar que se trata de Stranger Things. Aqui, como o próprio título da série diz, coisas estranhas acontecem o tempo todo –seja nas mortes misteriosas dos adolescentes de Hawkins ou nas explicações para um personagem principal sobreviver ao mais novo perigo.

Entre os destaques do Volume 2, Millie Bobby Brown e Sadie Sink voltam a dar show. As duas garotas são a alma e o coração da quarta temporada e merecem até o reconhecimento da Television Academy com indicações ao Emmy. Ignorado no Volume 1, Noah Schnapp ganha sobrevida nos últimos episódios e mostra como sempre foi um dos melhores atores de todo o elenco juvenil.

Citada pelos irmãos Duffer em entrevistas que antecederam a estreia do Volume 2, a carnificina, de fato, acontece. Talvez não da maneira como alguns fãs esperavam –ou ansiavam–, mas os resquícios da batalha contra Vecna e as criaturas do Mundo Invertido deixa um rastro de mortes e faz o maior banho de sangue de toda a série.

No final, a sensação é de que Stranger Things realmente se encaminha para o capítulo final. Com algumas respostas entregues e outras novas questões abertas, a saga de Eleven e seus amigos promete ter um final apoteótico em sua quinta temporada. Afinal, ninguém merece mais isso do que o maior fenômeno da história da Netflix.

Informar Erro
Falar com a equipe
QUEM FEZ

André Zuliani

Repórter de séries e filmes. Viciado em cultura pop, acompanha o mundo do entretenimento desde 2013. Tem pós-graduação em Jornalismo Digital pela ESPM e foi redator do Omelete.

Ver mais conteúdos de André Zuliani

0 comentário

Tangerina é um lugar aberto para troca de ideias. Por isso, pra gente é super importante que os comentários sejam respeitosos. Comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, com palavrões, que incitam a violência, discurso de ódio ou contenham links vão ser deletados.

Acesse sua conta para comentar

Ainda não tem uma conta?

Conteúdo fresco, direto da fruta

Quer ficar por dentro das notícias do mundo pop? É só assinar nosso conteúdo semanal