Ator de The Boys reflete sobre morte da 3ª temporada: 'Fiquei de luto'

FILMES E SÉRIES

Nathan Mitchell

Divulgação/Prime Video

NATHAN MITCHELL

Ator de The Boys reflete sobre morte da 3ª temporada: ‘Fiquei de luto’

Nathan Mitchell interpretou Black Noir em todas as temporadas da atração hit do Prime Video. Mesmo falando pouco, ele conquistou o público

André Zuliani

Repleto de reviravoltas, o último episódio da terceira temporada de The Boys entrou no catálogo do Prime Video na sexta (8) e revelou várias mudanças importantes para o futuro da série. Entre elas, a morte de um dos personagens originais da atração.

[Atenção: spoilers do fim da 3ª temporada de The Boys abaixo]

O episódio derradeiro marcou a despedida de Nathan Mitchell, que interpretava o herói Black Noir desde a primeira temporada. Embora tenha pouquíssimos diálogos em The Boys, o personagem foi capaz de conquistar não apenas o ator como também uma legião de fãs pelo mundo.

O adeus a Black Noir, morto em um marcante combate contra Capitão Pátria (Antony Starr), deixou Nathan Mitchell de luto. Como muitos, o ator de 33 anos se afeiçoou ao seu personagem e disse ter ficado de luto quando soube que o herói teria um fim trágico.

“Eu fiquei de luto, cara. Sabe, eu sempre escutei as pessoas dizendo que o personagem se torna parte de você e respondia: ‘Tá, claro’. Mas depois que você passa um tempo com esse personagem e se dedica [a ele] de coração e alma, você se conecta. Você se compromete com ele e tenta interpretá-lo da melhor maneira possível”, contou Mitchell em entrevista exclusiva à Tangerina.

“Ele se torna parte de você, e você nem percebe. Então, quando eu descobri o que iria acontecer com Black Noir, eu fiquei de luto. No dia em que gravamos aquela cena, eu me lembro de chegar [no set] e parecer que alguém tinha morrido. Para mim e para todo mundo. Foi um luto muito palpável para mim”, completou.

Após três anos na pele de Black Noir, Mitchell admitiu enxergar o personagem como se fosse uma pessoa da vida real. Para ele, a conexão com o herói e a sua jornada dentro de The Boys fizeram com que o seu final fosse o mais fiel possível ao seu caráter.

“Depois de tudo o que eu passei com ele, se tornou uma coisa muito real. Para mim, Black Noir é muito real. Parece um personagem que existe, e foi muito triste. Acho que a maneira com a qual ele se despede é muito corajosa. Ele sai lutando pelo que acredita ser o melhor para si. Ser tratado não como um ninja, mas como um ser humano. Ele sai com dignidade e enfrentando as consequências de seus atos. À sua maneira, ele se despede como um herói.”

Claudia Doumit

Claudia Doumit como Victoria Newman

Divulgação/Prime Video

Victoria Newman: mocinha ou vilã?

Um dos destaques da terceira temporada, Claudia Doumit roubou a cena como a misteriosa Victoria Newman. Após ser introduzida no segundo ano como uma aliada de Hughie (Jack Quaid) e dos Meninos, ela revelou outras facetas e se juntou a Capitão Pátria para atingir os seus objetivos na nova leva de episódios.

O mistério envolvendo o verdadeiro caráter de Victoria também surpreende Claudia. Para a atriz australiana de 30 anos, ainda não há como rotular a posição de sua personagem dentro do universo de The Boys.

“Eu evito muito usar a palavra ‘vilã’. Para Victoria ou para qualquer outro personagem da série. Acho que todos estes personagens são apresentados como cuzões, e sempre tem uma parte de nós que não gostamos. São pessoas intrigantes e que deixam o público curioso sobre o que vai acontecer com eles. No fim, é apenas uma história incrível. É fenomenal como eles criam estes personagens complexos que você odeia e, mesmo assim, acaba amando”, disse a atriz à Tangerina.

“Como ator, você precisa amar o seu personagem”, completou. “Você não pode se esconder atrás do que ele está fazendo. Torna mais difícil apenas chegar e interpretá-lo. Quando você olha para as coisas com as perspectivas deles, fica mais fácil entender suas ações. Newman precisa proteger a filha e fica vulnerável a Capitão Pátria ou a qualquer outro herói que ele envie para matá-la. Quando você vê todas as opções que ela tinha na mesa, fica difícil não ter empatia. E acho que isso vale para todos estes personagens.”

Informar Erro
Falar com a equipe
QUEM FEZ

André Zuliani

Repórter de séries e filmes. Viciado em cultura pop, acompanha o mundo do entretenimento desde 2013. Tem pós-graduação em Jornalismo Digital pela ESPM e foi redator do Omelete.

Ver mais conteúdos de André Zuliani

0 comentário

Tangerina é um lugar aberto para troca de ideias. Por isso, pra gente é super importante que os comentários sejam respeitosos. Comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, com palavrões, que incitam a violência, discurso de ódio ou contenham links vão ser deletados.

Acesse sua conta para comentar

Ainda não tem uma conta?

Conteúdo fresco, direto da fruta

Quer ficar por dentro das notícias do mundo pop? É só assinar nosso conteúdo semanal