The Flash: Filme 'sobrevive' a escândalos de astro e escapa de foice

FILMES E SÉRIES

Ezra Miller como Flash

Divulgação/Warner Bros.

CONFIRMADO

The Flash: Filme ‘sobrevive’ a escândalos de astro e escapa de foice

Chefão da Warner Bros. Discovery assegura lançamento de longa com Ezra Miller nos cinemas

André Zuliani

Um dos filmes mais aguardados da DC, The Flash teve seu lançamento nos cinemas assegurado nesta quinta-feira (4) por David Zaslav, chefão da Warner Bros. Discovery. O longa “sobreviveu” aos escândalos do astro Ezra Miller e escapou da foice que cancelou Batgirl.

Zaslav explicou as recentes decisões do conglomerado, que vai priorizar o cinema para lançamentos envolvendo a biblioteca da DC Comics. Apesar do cancelamento de Batgirl, ele confirmou os lançamentos de The Flash, Adão Negro e Shazam! Fúria dos Deuses.

A Warner chegou a oferecer ajuda para Ezra Miller, mas os problemas envolvendo o astro continuaram. Ele já foi acusado de dopar e ameaçar menores de idade, foi gravado enforcando uma mulher e a empurrando ao chão na Islândia, e acabou preso duas vezes no Havaí por agressão. Por conta das atitudes do ator, o futuro de The Flash havia sido colocado em xeque por alguns veículos de imprensa.

O CEO ainda deu detalhes para a sua estratégia envolvendo o futuro da DC e seus próximos lançamentos. Segundo Zaslav, a empresa vai repetir os passos do Marvel Studios e centralizar o desenvolvimento de filmes e séries em apenas uma pessoa, tal como Kevin Feige faz na concorrente.

“Achamos que podemos fazer algo melhor com a DC do que foi feito até agora. Estamos montando uma equipe para planejar esse universo a longo prazo, algo similar ao que a Disney fez com a Marvel. Temos Adão Negro, Shazam! 2, Flash. Assistimos aos filmes e gostamos do que vimos.”

Sobre o cancelamento de Batgirl, o chefão da WBD defendeu a posição do conglomerado apesar das milhares de críticas dos fãs nas redes sociais.

“Não vamos lançar um filme até que esteja pronto. Não vamos lançar um filme para ganhar um quarto, e não vamos lançar um filme a menos que acreditemos nele”, destacou o CEO. Apesar do movimento, ele também assegurou que a polêmica decisão não afetou negativamente a relação do estúdio com atores e diretores para projetos futuros.

“Nós temos algumas das maiores marcas do mundo. DC Comics, com Batman, Superman, Mulher-Maravilha. Temos Harry Potter, Hanna-Barbera, HBO, HGTV, Food Network, Game of Thrones… A oportunidade que isso apresenta é sem igual. Nosso objetivo é atrair os melhores contadores de história e usar nossas marcas para produzir um conteúdo de qualidade e com mais diversidade”, anunciou.

Informar Erro
Falar com a equipe
QUEM FEZ

André Zuliani

Repórter de séries e filmes. Viciado em cultura pop, acompanha o mundo do entretenimento desde 2013. Tem pós-graduação em Jornalismo Digital pela ESPM e foi redator do Omelete.

Ver mais conteúdos de André Zuliani

0 comentário

Tangerina é um lugar aberto para troca de ideias. Por isso, pra gente é super importante que os comentários sejam respeitosos. Comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, com palavrões, que incitam a violência, discurso de ódio ou contenham links vão ser deletados.

Acesse sua conta para comentar

Ainda não tem uma conta?

Conteúdo fresco, direto da fruta

Quer ficar por dentro das notícias do mundo pop? É só assinar nosso conteúdo semanal