FILMES E SÉRIES

Cartaz de Jujutsu Kaisen 0

Reprodução/Sony Pictures

Crítica

Sucesso no Crunchyroll, filme Jujutsu Kaisen 0 introduz mundo do anime

Longa-metragem serve como prólogo ao anime de sucesso do Crunchyroll e mostra na íntegra a trágica história entre o aprendiz de feiticeiro Yuta Okkotsu e a poderosa maldição Rika

Jessica Pinheiro

Jessica Pinheiro

A palavra maldição é muito forte. Quer você acredite nisso ou não, maldizer algo ou alguém vai além da difamação: é praticamente o mesmo que lançar uma praga, e muitas vezes, tende-se a acreditar que esse peso será carregado para sempre. O filme Jujutsu Kaisen 0, contudo, mostra que é possível quebrar e libertar a si mesmo e aqueles que você ama desse tipo de condenação, enquanto desenvolve a trágica história de Yuta Okkotsu e Rika Orimoto.

Yuta e Rika são amigos de infância e desde que se conhecem por gente, nutrem um carinho mútuo, chegando ao ponto de prometerem que se casariam um com o outro quando fossem adultos. A partir desse juramento o destino de ambos é traçado, pois Rika acaba sofrendo um grave acidente de carro e morre, mas seu desejo de continuar com Yuta é tão intenso que ela continua acompanhando o garoto, desta vez, em forma de maldição.

Antes que você se assuste com o termo, saiba que no mundo de Jujutsu Kaisen, maldição é o nome dado aos espíritos que personificam os sentimentos negativos dos humanos, tomando a forma de criaturas demoníacas. Yuta, claro, não sabe de nada: nem da natureza da nova Rika e tampouco que existem pessoas dedicadas a proteger o mundo desses seres sobrenaturais, os chamados feiticeiros jujutsu.

Capa de Jujutsu Kaisen 0

Jujutsu Kaisen 0 - Trailer dublado

Filme chega aos cinemas brasileiros em 28 de abril

Ainda assim, ele segue sendo acompanhado por Rika, que faz de tudo para proteger o garoto, muitas vezes tomando medidas extremas contra qualquer pessoa que possa ameaçá-lo minimamente. Isso, até Yuta ser abordado por Satoru Gojo, instrutor do Colégio Técnico de Feitiçaria de Tóquio, que treina pessoas com potencial para se tornarem feiticeiros jujutsu.

A partir disso, o filme mostra o treinamento de Yuta, que juntamente com o espectador, aprende mais sobre esse universo sombrio repleto de feitiçaria e maldições, além de desenvolver sua relação com os estudantes Maki Zen’in, Toge Inumaki e Panda, um promissor trio do primeiro ano. Tudo isso enquanto ele ainda entende como controlar sua energia jujutsu e, por tabela, a lidar com Rika.

Mas claro que a história não se resume a isso. Além de abordar temas como o amor, amizade, autodescobrimento e aceitação, Yuta também enfrenta complicações mais graves em sua nova rotina. Afinal, ao mesmo tempo em que ele encontra um novo propósito se tornando um feiticeiro jujutsu, sua chegada ao colégio técnico também levanta discussões, já que o grande trunfo do garoto é uma maldição —e não qualquer uma, pois Rika é tão poderosa que passa a ser conhecida como Rainha das Maldições, algo que chama atenção das pessoas erradas…

Cartaz de Jujutsu Kaisen 0

Yuta Okkotsu é um dos feiticeiros mais poderosos do universo de Jujutsu Kaisen, e sua origem é contada no filme

Reprodução/Sony Pictures

Para quem assistiu ao anime de Jujutsu Kaisen disponível no Crunchyroll, o filme funciona como um prólogo, explorando os eventos que antecedem a primeira temporada da série animada e, enfim, explicando o que aconteceu com Yuta e Rika, que são citados em alguns episódios. Aos que nunca assistiram a animação japonesa, não é necessário se preocupar: o longa-metragem explica o necessário e funciona como uma boa porta de entrada para esse fantástico universo.

Outro destaque do filme é o trabalho de animação impecável do estúdio MAPPA, que também produz o anime Jujutsu Kaisen e outras obras de sucesso como Yuri!!! on Ice, The God of High School e Attack on Titan: Final Season. Aqui, a atenção aos detalhes e o nível de qualidade nas sequências de ação saltam aos olhos nesse aspecto técnico.

E ainda no campo das qualidades do filme, fica o destaque para a localização brasileira que entrega uma ótima dublagem, com destaque para Carol Iecker como Rika, que pareceu bastante à vontade no papel. Pedro Alcântara, que dubla Yuta, também não fica atrás, conseguindo captar bem o espírito ora depressivo ora destemido do co-protagonista de Jujutsu Kaisen 0. 

Capa do mangá Jujutsu Kaisen 0

O mangá Tokyo Metropolitan Curse Technical School, posteriormente renomeado para Jujutsu Kaisen 0, é a base do filme

Reprodução/Shueisha

Ainda no time de dublagem está Léo Rabelo reprisando seu papel como o instrutor Gojo, e o trio Natali Pazete, Erick Bougleux e Eduardo Borgerth que novamente emprestam suas vozes para Maki, Toge e Panda, respectivamente.

Por isso, se estiver considerando assistir Jujutsu Kaisen 0 nos cinemas, mesmo sendo um fã —ou não— do anime, vá sem medo. O enredo intrigante e muito bem desenvolvido somado ao fantástico trabalho de animação e os personagens carismáticos servem tanto ao propósito de prólogo quanto de introdução ao universo de Jujutsu Kaisen.

O filme está disponível nos cinemas brasileiros com opções legendadas e dubladas. 

  • Dois pelo preço de um: Se você gosta de animes shounen clássicos como Yu Yu Hakusho e Bleach, certamente o mundo de Jujutsu Kaisen vai te fisgar!
  • Presta atenção, freguesia: Pra quem gostou do trio Maki, Toge e Panda, o filme entrega mais doses desse carismático e poderoso trio de feiticeiros jujutsu!

Quer ficar por dentro dos melhores lançamentos da semana? Chega mais que a Tangerina preparou uma lista refrescante pra você!

Cartaz de Jujutsu Kaisen 0

Jujutsu Kaisen 0

Anime, ação, aventura
14
Direção
Sunghoo Park
Produção
Produção: Keisuke Seshita / Roteiro: Gege Akutami, Hiroshi Seko
Onde assistir
Cinemas
Elenco
Pedro Alcântara, Carol Iecker, Léo Rabelo, Natali Pazete, Erick Bougleux e Eduardo Borgerth, Chinatsu Akasaki, Aya Endô, Kana Hanazawa, Show Hayami, Yu Hayashi, Satoshi Hino, Marina Inoue, Shizuka Itô, Mitsuo Iwata, Subaru Kimura, Mikako Komatsu, Megumi Ogata
Informar Erro
Falar com a equipe
QUEM FEZ
Jessica Pinheiro

Jessica Pinheiro

Repórter da Tangerina, Jessica Pinheiro já cobriu games e tecnologia em veículos coo IGN Brasil, Loading TV e The Enemy. É streamer nas horas vagas e nasceu no Ceará, mas infelizmente não tem sotaque. Ama karaokê e também assina a Koluna Pop, onde traz todas as novidades do universo do k-pop.

Ver mais conteúdos de Jessica Pinheiro

0 comentário

Tangerina é um lugar aberto para troca de ideias. Por isso, pra gente é super importante que os comentários sejam respeitosos. Comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, com palavrões, que incitam a violência, discurso de ódio ou contenham links vão ser deletados.

Acesse sua conta para comentar

Ainda não tem uma conta?

Conteúdo fresco, direto da fruta

Quer ficar por dentro das notícias do mundo pop? É só assinar nosso conteúdo semanal