FILMES E SÉRIES

Ryan Reynolds

Divulgação/Fox

Ryan Reynolds

O segredo de Ryan Reynolds: Como o ator conquistou Hollywood

Depois de altos e baixos, o protagonista de Projeto Adam e Deadpool tirou a sorte grande ao explorar seu lado de herói de ação cômico e carismático

Victor Cierro

Victor Cierro

Ryan Reynolds está de novo em alta. O ator, conhecido por sua atuação marcante em Deadpool (2016) é o protagonista de Projeto Adam, novo filme da Netflix. Na trama, o personagem embarca em uma aventura repleta de ação, pontuada de muito humor, o que já virou uma tradição, ou melhor, uma especialidade em se tratando de Reynolds.

Depois de penar um tanto, foi com essa mistura que o ator finalmente ascendeu à classe das maiores estrelas de Hollywood. E mesmo que às vezes pareça que ele interpreta sempre o mesmo personagem, a fórmula tem funcionado.

No começo

Reynolds começou cedo. Aos 15 anos de idade, o ator canadense já trabalhava em séries locais como Hillside (1990-1992) e The Odyssey (1992-1994). Também atuou em longas como Ordinary Magic (1993) e Servindo em Silêncio (1995). Mas papéis de algum destaque em Hollywood só começaram a aparecer no início dos anos 2000.

Ryan Reynolds em cena de O Dono da Festa

Ryan Reynolds chamou a atenção de Hollywood em O Dono da Festa

Divulgação/Alpha Filmes

Suas atuações em comédias como O Dono da Festa (2002), em que contracena com Tara Reid, e Quando a Vaca Vai Para o Brejo (2002), na qual divide a cena com outro astro teen da época, Jerry O’Connell, evidenciaram uma característica forte do jovem ator: além da beleza, executivos dos estúdios finalmente notaram a forte veia humorística de Reynolds.

Mas a produção que mudou sua vida não foi uma comédia, mas sim, um filme de super-herói. Se você pensou em Deadpool (2016), Lanterna Verde (2011) ou X-Men Origens: Wolverine (2009), está completamente enganado.

Ryan Reynolds no mundo dos heróis

O filme era Blade: A Perseguição (2004), longa sobre o caçador de vampiros da Marvel. Mas há sim uma conexão com Deadpool. “Acredite em mim, se um dia fizerem um filme do Deadpool, você é o único cara que pode interpretar o Deadpool”, disse a Reynolds um executivo de Hollywood depois de ver sua atuação como Hannibal King em Blade, segundo o ator revelou em uma entrevista no Talks At Google.

Ryan Reynolds em cena de Blade 3

Reynolds como Hannibal King em Blade 3

Divulgação/New Line Cinema

O executivo apontou as similaridades de Reynolds com Wade Wilson, o mercenário tagarela conhecido como Deadpool e, para provar seu ponto, enviou algumas HQs do anti-herói para o ator.

Foi paixão à primeira lida. A conexão do anti-herói com o mundo real e a quebra da quarta parede (a separação entre os personagens e o público) deixaram Reynolds entusiasmado. Pouco tempo depois, ele teve a oportunidade de interpretar Deadpool em X-Men Origens: Wolverine. No entanto, o longa não fez jus ao personagem e ao ator, que foram relegados a segundo plano.

Ryan Reynolds em cena de X-Men Origens: Wolverine

Com esse visual, a gente precisa falar que X-Men Origens: Wolverine foi um desastre?

Divulgação/Twentieth Century Studios

O fiasco de Lanterna Verde

Mas a vida é feita de segundas chances, não é mesmo? Depois do fracasso como Wade Wilson em X-Men Origens, Reynolds foi escalado para mais um filme de super-herói, desta vez, para a DC.

Ryan Reynolds em cena de Lanterna Verde

Trailer de Lanterna Verde

Ryan Reynolds como Hal Jordan, o Lanterna Verde, não funcionou

O ator pegou, logo de cara, o papel principal, encarnando o famoso piloto Hal Jordan, que se torna o Lanterna Verde no longa homônimo de 2011. Mas aqui o tombo foi ainda maior. Lanterna Verde foi um fracasso de público e crítica.

Deadpool e finalmente o sucesso

O lugar permanente entre as grandes estrelas de Hollywood começou a ser conquistado em 2014, quando Reynolds foi finalmente escalado para protagonizar um filme do Deadpool.

Leia mais:

Ryan Reynolds em cena de Deadpool (2016)

Trailer de Deapool

Nessa versão do Deadpool, Reynolds conseguiu achar seu padrão em Hollywood

Deadpool (2016), longa dirigido por Tim Miller (produtor de O Exterminador do Futuro: Destino Sombrio), jogou finalmente os holofotes no ator e consolidou o que veio a se tornar sua marca registrada. A atuação de Reynolds atuação como Wade Wilson provou suas habilidades em filmes de ação, seu timing para comédia e, principalmente, improviso.

Ryan Reynolds interpretando Ryan Reynolds?

Desde então, o ator passou a viver personagens bem similares nos filmes hollywoodianos. Dupla Explosiva (2017), Deadpool 2 (2018), Alerta Vermelho (2021), Free Guy: Assumindo o Controle (2021) e, agora, Projeto Adam (2022) caem na mesma categoria. Os filmes de ação e aventura contam com cenas de lutas de Reynolds e momentos cômicos com gags protagonizadas pelo galã de 45 anos.

Seja como Wade Wilson, no papel de guarda-costas de Samuel L. Jackson ou até como um personagem de videogame, como em Free Guy, Reynolds tem explorado ao máximo —e com sucesso— sua marca de herói cômico de ação. Ou teria ele caído na maldição de interpretar sempre a si mesmo, um homem carismático, engraçado e que sabe conversar diretamente com seu espectador? Deixamos essa pergunta no ar pra você responder.

Walker Scobell e Ryan Reynolds em cena de O Projeto Adam

Trailer de O Projeto Adam

Walker Scobell e Ryan Reynolds em O Projeto Adam, filme original da Netflix

Informar Erro
Falar com a equipe
QUEM FEZ
Victor Cierro

Victor Cierro

Repórter da Tangerina, Victor Cierro é viciado em quadrinhos e cultura pop e decidiu que seria jornalista aos 9 anos. É o foca da equipe e cria da casa: antes da Tangerina, estagiou no Notícias da TV, escrevendo sobre filmes e séries.

Ver mais conteúdos de Victor Cierro

0 comentário

Tangerina é um lugar aberto para troca de ideias. Por isso, pra gente é super importante que os comentários sejam respeitosos. Comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, com palavrões, que incitam a violência, discurso de ódio ou contenham links vão ser deletados.

Acesse sua conta para comentar

Ainda não tem uma conta?

Conteúdo fresco, direto da fruta

Quer ficar por dentro das notícias do mundo pop? É só assinar nosso conteúdo semanal