Lizzo canta que 'todo mundo é gay' no ótimo disco Special - Tangerina

MÚSICA

Lizzo lança o álbum Special

Divulgação

Crítica

Lizzo canta que ‘todo mundo é gay’ em álbum que supera expectativas

Cantora te transporta para um mundo acolhedor, alegre, romântico, festivo e consciente no álbum que traz citações a Coldplay e Lauryn Hill

Luccas Oliveira
Luccas Oliveira

Mais do que nunca, Lizzo está entre nós. Indicada a seis Emmys pelo reality Watch Out For The Big Grrrls (Prime Video), a artista norte-americana lançou Special, seu novo álbum, nesta sexta-feira (15). E a coleção de 12 faixas supera as expectativas, que já eram altas depois do sucesso de Cuz I Love You (2019), disco que alçou a cantora, rapper e flautista ao status de popstar.

Special é tudo o que se espera de um álbum de Lizzo em 2022. A cantora transborda pelos versos amor e gratidão a amigos, fãs, familiares e, claro, amantes. É um álbum para cima, para fazer você se sentir bem consigo mesmo, autoconfiante e acreditando na humanidade —ou na melhor parte dela, pelo menos. Positividade é a palavra-chave de Special, e ela deseja isso para quem merece.

Como adiantamos, Lizzo celebra o poder romântico de Yellow, hit lançado pelo Coldplay em 2000, na faixa que leva o nome da banda de Chris Martin. A canção confessional relata uma paixão daquelas e traz samples devidamente aditivados da música original. É a faixa que encerra o disco e te deixa acreditando no amor em pleno 2022.

Mas não é só o Coldplay que é reverenciado em Special. Lizzo cita versos de Doo Wop (That Thing), grande sucesso de Lauryn Hill, em Break Up Twice. A faixa é produzida pelo astro Mark Ronson e, revestida em soul, remete à parceria que o produtor teve com a saudosa Amy Winehouse (1983-2011).

Cena do clipe de About Damn Time, de Lizzo, um dos lançamentos da semana

Assista ao clipe de About Damn Time

Funk é um dos grandes acertos de Special

Enquanto isso, a tradicional flauta de Lizzo retorna no hit instantâneo About Damn Time. A faixa é um funk conduzido pelo baixo cheio de groove do produtor Ricky Reed, figura central em Special. No ano em que o Silk Sonic de Bruno Mars e Anderson .Paak dominou o Grammy, a canção desce como uma luva —não à toa, o single luta pelo topo das paradas norte-americanas.

Tuíte de Cardi B inspirou Lizzo

Ainda há uma referência indireta, por assim dizer, de Cardi B, com quem Lizzo lançou Rumors, single que não entrou no disco Special. A empoderada cantora norte-americana revelou que a faixa I Love You Bitch nasceu de um tuíte de Cardi B. Na época do lançamento de Rumors, a amiga postou algo como: “OK, se Lizzo fizesse uma canção de amor, como ela seria? ‘Eu te amo, piranha?'”.

Assim nasceu I Love You Bitch, a balada romântica mais Lizzo impossível: ela canta sobre o que busca num relacionamento enquanto destila versos como “Eu quero te mandar essas nudes fogosas/ Essa bunda na sua tela, eu me sinto tão completa”.

Também só poderia ser num disco de Lizzo —artista debochada, destemida e poderosa— que existiria uma faixa chamada Everybody’s Gay (Todo Mundo É Gay, em tradução livre). Perfeita para as mais diversas pistas, com aquele cheiro retrô disco, a canção traz Lizzo brincando com os diferentes significados da palavra “gay”, que originalmente significava algo como alegre, jovial.

“Aqui é um lugar feliz, baby, você está seguro/ Você pode tirar sua máscara”, canta ela. Durante 35 minutos, Lizzo te transporta para um mundo acolhedor, alegre, romântico, festivo e consciente. Tire sua máscara, seus medos e preconceitos e viaje com ela.

Informar Erro
Falar com a equipe
QUEM FEZ
Luccas Oliveira

Luccas Oliveira

Luccas Oliveira é editor de música na Tangerina e assina a coluna Na Grade, um guia sobre os principais shows e festivais que acontecem pelo país. Ex-jornal O Globo, fuçador do rock ao sertanejo e pai de gatos, trocou o Rio por São Paulo para curtir o fervo da noite paulistana.

Ver mais conteúdos de Luccas Oliveira

0 comentário

Tangerina é um lugar aberto para troca de ideias. Por isso, pra gente é super importante que os comentários sejam respeitosos. Comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, com palavrões, que incitam a violência, discurso de ódio ou contenham links vão ser deletados.

Acesse sua conta para comentar

Ainda não tem uma conta?

Conteúdo fresco, direto da fruta

Quer ficar por dentro das notícias do mundo pop? É só assinar nosso conteúdo semanal