Sentadona ganhará novo remix, após hit com Luísa Sonza - Tangerina

MÚSICA

Luísa Sonza posa na capa de Sentadona

Divulgação

Internacional

Após hit com Luísa Sonza, Sentadona ganhará remix com DJ canadense

'Um eletrônico que está bem comercial', descreve o cantor Davi Kneip com exclusividade à Tangerina sobre a nova versão da faixa

Lucas Almeida
Lucas Almeida

Depois do sucesso da versão com Luísa Sonza, Sentadona será lançada com batidas eletrônicas em uma parceria com o DJ canadense Dzeko. “Ele deixou a nossa identidade do funk, mas transformou em um eletrônico que está bem comercial. Eu acho que toca em qualquer lugar, tranquilamente”, descreve o cantor Davi Kneip em entrevista exclusiva à Tangerina.

Dzeko ganhou maior notoriedade pela música Jackie Chan, parceria com Post Malone, Tiësto e o rapper Preme lançada em 2018. Foi o próprio DJ quem ouviu a versão original de Sentadona e entrou em contato com os brasileiros, propondo a parceria.

“O Brasil representa uma grande parte da minha carreira de DJ. É um dos melhores lugares do mundo para tocar. Eu agradeço a oportunidade de fazer esse remix e espero que todo mundo curta”, comentou ele, em um áudio enviado para a reportagem.

O canadense criou a nova versão em Vancouver, juntamente com o duo de produtores No Thanks. O remix utiliza os vocais da faixa original, com batidas da house music –sucessor da música disco, nos Estados Unidos, que também serviu de inspiração para o novo álbum de Beyoncé, Renaissance. “Estar seguindo a mesma vertente de grandes artistas é, com certeza, o caminho. Quem sabe um dia chego em um feat com eles”, especula Davi Kneip sobre a coincidência.

“Eu fui em um show dele por acaso, em Orlando, quando estava morando lá, no início do ano”, conta Davi, que não esconde a admiração por Dzeko. “Quando ele chamou, foi igual com a Luísa. Aceitamos e queríamos fazer acontecer. Mas o processo nos Estados Unidos é um pouco mais demorado em questão de liberação musical”, explica.

A nova versão tem previsão de lançamento ainda para o mês de julho.

De Belo Horizonte para o Canadá

Sentadona surgiu em uma tarde, em Belo Horizonte, durante um encontro de Davi Kneip com o cantor e produtor MC Frog. Os versos foram gravados usando um fone de celular (o que explica os vocais abafados). Eles mandaram para o DJ carioca Gabriel do Borel, que topou entrar na parceria.

A música foi lançada em fevereiro, e Luísa Sonza quis fazer parte de um remix depois de ouvir a faixa nas redes sociais de Gabriel. Foi a primeira incursão da cantora pop no trap, e ela aproveitou para dar uma invertida na letra.

Nos versos originais, os funkeiros cantam sobre uma mulher que se apaixona fácil. “Não fica preocupado, se chamei de namorado/ É que, contando com você, eu acho que tenho mais uns 20”, cantou ela no remix. Com o título SentaDONA, a música chegou ao 35º lugar do Spotify global em março e acumulou mais de 100 milhões de reproduções no YouTube.

O remix de Dzeko usará as mesmas gravações feitas pelo celular. “Em time que tá ganhando, não se mexe”, brinca Davi. “Foi muita loucura essa proporção de Sentadona. Agora, está alcançando o mundo inteiro.”

Assista ao clipe de SentaDONA, com participação de Luísa Sonza

Música tem mais de 100 milhões de reproduções no YouTube

‘Sentadona abriu muitas portas’

Antes do sucesso como cantor, Davi já trabalhava como DJ e tinha feito alguns projetos como apresentador. Com 4,6 milhões de seguidores no TikTok, ele ainda ficou conhecido ao participar do reality Brincando com Fogo Brasil, que estreou em 2021 na Netflix. “Eu estava focado em ser um influenciador digital”, relembra.

“No início, recebi um certo preconceito. Porque você tem que mostrar o talento e que também é capaz. Não é qualquer influenciador digital que consegue ser abraçado na música.”

Perfil de Davi Kneip em preto e branco

Davi Kneip lançou a faixa Fala Que Ama, em julho

Divulgação

Davi Kneip não nega: “Sentadona abriu muitas portas. Até no direct [o recurso de mensagens privadas do Instagram]! Eu recebei mensagem, por exemplo, da Maiara & Maraisa. São pessoas que eu sempre admirei e que conheceram o meu trabalho”, conta ele. O mineiro teve uma sucessão de lançamentos depois de emplacar o hit.

O mais recente foi Fala Que Ama, parceria com Alex BNH e o DJ LK da Escócia (de Quebra de Ladinho Faz o Coraçãozinho). Agora, ele deseja apostar ainda mais em colaborações. “Estou buscando conexões no piseiro e no agro music, que é uma vertente que vem crescendo muito. Meu objetivo é consolidar minha carreira para ser um artista de referência”, afirma.

O direcionamento veio de uma amizade recente com Zé Felipe, filho do sertanejo Leonardo, que se mantém entre os mais ouvidos no Spotify Brasil com Bandido. “Ele falou assim: ‘Acho que o importante de ser artista é cantar qualquer estilo musical. O Brasil é muito diversificado'”, conta. Agora, Davi tem planos de lançar o primeiro álbum testando diferentes vertentes da música.

Informar Erro
Falar com a equipe
QUEM FEZ
Lucas Almeida

Lucas Almeida

Repórter. Passou pela MTV Brasil e Veja.com. É fã de um pop triste e não deixa de ouvir todos os lançamentos musicais da semana.

Ver mais conteúdos de Lucas Almeida

0 comentário

Tangerina é um lugar aberto para troca de ideias. Por isso, pra gente é super importante que os comentários sejam respeitosos. Comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, com palavrões, que incitam a violência, discurso de ódio ou contenham links vão ser deletados.

Acesse sua conta para comentar

Ainda não tem uma conta?

Conteúdo fresco, direto da fruta

Quer ficar por dentro das notícias do mundo pop? É só assinar nosso conteúdo semanal