Beyoncé: Tudo o que sabemos sobre o álbum Renaissance - Tangerina

MÚSICA

Beyoncé monta num cavalo elétrico na capa de Renaissance

Reprodução

Contagem regressiva

Renaissance: Tudo o que sabemos sobre o novo álbum de Beyoncé

Mais de seis anos após Lemonade (2016), sétimo disco de estúdio da cantora será lançado em 29 de julho e contará com produtor de Anitta

Lucas Almeida
Lucas Almeida

Fãs de música pop entraram em contagem regressiva para o lançamento do novo álbum de Beyoncé, Renaissance, anunciado para 29 de julho. O projeto sucede Lemonade (2016), sexto disco de estúdio da cantora que veio acompanhado de um filme com todas as faixas, exibido nas plataformas da HBO. O formato é conhecido como “álbum visual”.

As letras confessionais ainda abriram um pouco sobre a vida (muito reservada) da cantora, ao abordar um caso de traição do marido, Jay-Z, maternidade e questões raciais.

Desde então, ela teve filhos gêmeos em 2017, fez uma performance no Coachella de 2018 (que rendeu até documentário na Netflix) e dublou e participou da trilha sonora do filme O Rei Leão (2019). Mesmo com todos os trabalhos, os fãs aguardam ansiosamente por um novo álbum solo.

Aqui está tudo o que já sabemos sobre Renaissance.

Quando Beyoncé lançará o disco Renaissance?

O sétimo álbum de estúdio já está em pré-venda e será divulgado em 29 de julho. A informação foi revelada nas redes sociais do Tidal, serviço de streaming que tem Jay-Z como um dos sócios. No entanto, há esperanças para que as músicas sejam liberadas antes.

O single Break My Soul foi anunciado para ser lançado à meia-noite de 21 de junho, no horário de Los Angeles, mas ficou disponível cerca de três horas antes do esperado. A data da faixa veio carregada de significados. Marcou o solstício de verão no hemisfério norte, que caiu apenas um dia depois do aniversário do álbum de estreia da cantora, Dangerously in Love (2003).

Renaissance terá quantas faixas?

Renaissance contará com 16 músicas na versão padrão, sendo que Break My Soul ocupa a sexta faixa. Segundo informações encontradas por fãs na Apple Music, apenas quatro canções não possuem o selo de “explícito“. A indicação é usada em letras que têm conteúdo sensível, como palavrões ou referências sexuais.

Mas não para por aí. Beyoncé está usando o termo “ato 1” ao lado do título Renaissance, dando a entender que o álbum será apenas um dos lançamentos da nova “era”. A loja italiana da Amazon chegou a divulgar que a cantora estava preparando uma trilogia de discos. A equipe da cantora não se pronunciou sobre o caso.

Quais são as faixas do álbum?

Na quarta-feira (20), Beyoncé divulgou a lista de faixas completa de Reinassance, no Instagram. Confira os títulos:

  1. I’m That Girl
  2. Cozy
  3. Alien Superstar
  4. Cuff It
  5. Energy
  6. Break My Soul
  7. Church Girl
  8. Plastic Off The Sofa
  9. Virgo’s Groove
  10. Move
  11. Heated
  12. Thique
  13. All Up In Your Mind
  14. America Has A Problem
  15. Pure/Honey
  16. Summer Renaissance

Como serão as músicas de Renaissance?

Definido dentro da categoria de pop, na Apple Music, o álbum deve manter o estilo dançante do single Break My Soul. A canção conta com um sample de Show Me Love, lançado em 1993 por Robin S. De acordo com a Vogue britânica, as outras faixas também possuem grande influência da música estadunidense do final do século 20, incluindo a house music.

O diretor-chefe da revista, Edward Enninful, ouviu as músicas ao lado de Beyoncé e afirmou que “vocais altos e batidas ferozes” fizeram com que ele tivesse vontade de dançar, como na juventude. Ele descreveu como “música que te faz levantar, que te faz pensar em culturas e subculturas, em nosso povo do passado e do presente, música que unirá tantos na pista de dança, música que toca sua alma”.

Quem são os colaboradores do álbum Renaissance?

Break My Soul já trouxe nomes de peso nos créditos. Tricky Stewart e The-Dream, que trabalharam em Single Ladies, estão na produção, enquanto Jay-Z participou da composição.

O jornalista Gregory Ellwood, que já tinha acertado sobre a participação de Beyoncé na trilha de King Richard: Criando Campeãs (2021), afirmou que Honey Dijon produziu duas músicas do projeto. Ela é uma DJ, designer e mulher transexual que ganhou destaque no cenário americano por ser grande defensora da house music.

A Variety ainda afirmou que a cantora trouxe referências do country e da dance music para o projeto, com ajuda de Ryan Tedder, vocalista do OneRepublic, que trabalhou com Adele, Taylor Swift e Ariana Grande. Ele também participou da produção de Versions of Me (2022), da Anitta.

A revista ainda revelou que o cantor Raphael Saadiq está envolvido no projeto.

O que a capa de Renaissence revela?

Beyoncé divulgou a capa do álbum no final de junho. Na imagem, ela aparece sentada em um cavalo elétrico, em um fundo preto. Em um ensaio para a Vogue britânica, ela já tinha aparecido com o mesmo animal, só que no meio de uma pista de dança. A criação fazia referência a uma foto da atriz e ativista Bianca Jagger no Studio 54, discoteca lendária de Nova York.

Com a imagem, Beyoncé ainda afirmou que o álbum terá uma mensagem de liberdade. “Espero que você encontre alegria nessas músicas. Espero que inspire você a se liberar. Ah! E para que se sinta tão único, forte e sexy como você é”, escreveu no Instagram.

Renaissance foi criado durante a pandemia

Em entrevista para a Harper’s Bazaar, publicada em agosto, Beyoncé contou que tinha voltado ao estúdio de gravação há cerca de um ano e meio. Ela chegou a comentar que o processo não estava sendo muito fácil. “Às vezes, leva um ano para eu pesquisar pessoalmente em milhares de sons para encontrar o gatilho ou o laço certo. Um refrão pode ter até 200 harmonias empilhadas”, descreveu.

Na mesma entrevista, ela chegou a mencionar o nome Renaissance, que significa “renascimento” em inglês. “Com todo o isolamento e a injustiça do ano passado, acho que estamos todos prontos para escapar, viajar, amar e rir novamente. Sinto que um renascimento está surgindo e quero fazer parte do cultivo dessa fuga de todas as maneiras possíveis”, comentou ela.

A mãe de Beyoncé, Tina Knowles, contou para o Entertainment Tonight que a cantora gastou dois anos na produção do álbum e passou por “muitas, muitas noites inteiras, trabalhando”.

Renaissance estará no metaverso?

Diferentemente dos seus dois últimos discos, Beyoncé não deu nenhum indício de que está trabalhando em um álbum visual, com videoclipes para todas as faixas. Mas há ainda há esperanças para outra novidade. De acordo com a Vogue, a cantora está trabalhando em um projeto com a Spatial Labs (um estúdio que tem Jay-Z como sócio e é responsável por criar tecnologias no metaverso), juntamente com a The Wave, uma empresa de experiências musicais imersivas. No entanto, ainda não se sabe o que está sendo desenvolvido.

Ilustração de Beyoncé usando óculos de sol atrás de uma janela

Ouça Break My Soul, de Beyoncé

Música é o único single do álbum Reinassance até agora

Informar Erro
Falar com a equipe
QUEM FEZ
Lucas Almeida

Lucas Almeida

Repórter. Passou pela MTV Brasil e Veja.com. É fã de um pop triste e não deixa de ouvir todos os lançamentos musicais da semana.

Ver mais conteúdos de Lucas Almeida

0 comentário

Tangerina é um lugar aberto para troca de ideias. Por isso, pra gente é super importante que os comentários sejam respeitosos. Comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, com palavrões, que incitam a violência, discurso de ódio ou contenham links vão ser deletados.

Acesse sua conta para comentar

Ainda não tem uma conta?

Conteúdo fresco, direto da fruta

Quer ficar por dentro das notícias do mundo pop? É só assinar nosso conteúdo semanal