FILMES E SÉRIES

Rachel McAdams, Benedict Cumberbatch e Xochitl Gomez em cena de Doutor Estranho 2

Divulgação/Marvel Studios

Doutor Estranho

Doutor Estranho 2: O que preciso ver antes do Multiverso da Loucura?

Com um universo de filmes e séries interconectados, está cada vez mais difícil assistir a uma produção da Marvel de forma isolada. Por isso, apontamos o que você realmente precisa ver antes de Doutor Estranho no Multiverso da Loucura

Victor Cierro

Victor Cierro

O MCU (Universo Cinematográfico Marvel) já virou uma lição de casa. Para entender o próximo filme da companhia, a gente precisa, na maioria das vezes, assistir às séries do Disney+, todos os filmes dos Vingadores e até ler vários quadrinhos da Marvel. Nós sabemos, ninguém tem tempo pra acompanhar tantas histórias de super-heróis. Então, pra você não boiar quando for ao cinema ver Doutor Estranho no Multiverso da Loucura, que estreia nesta quinta-feira (5), a Tangerina indica quais são os filmes e séries realmente relevantes para a nova história de Stephen Strange (Benedict Cumberbatch). Vem com a gente!

O que você realmente precisa ver para não boiar:

Doutor Estranho (2016)

O primeiro filme de Benedict Cumberbatch como super-herói serviu para introduzir o mago no MCU. Depois de sofrer um acidente de carro, Stephen Strange perde a mobilidade das mãos. Sem poder trabalhar como cirurgião, o personagem não consegue achar um sentido para a vida. Quando não acha uma solução na medicina tradicional, ele encontra uma alternativa na magia.

No Kamar-Taj, o campo de treinamento dos Mestres das Artes Místicas, Stephen implora pela ajuda da poderosa Anciã (Tilda Swinton). Apesar de ficar relutante, a feiticeira decide apresentar a magia, o plano astral e outras realidades, como a Dimensão Espelhada.

Tilda Swinton e Benedict Cumberbatch em cena de Doutor Estranho

Tilda Swinton e Benedict Cumberbatch em cena de Doutor Estranho

Divulgação/Marvel Studios

E, logo de cara, Strange mostra por que era um cirurgião tão qualificado. Ele estuda pra valer na biblioteca do Kamar-Taj. Lá, o Doutor Estranho aprende sobre os três santuários que protegem a Terra de outras realidades e o Olho de Agamotto, mais conhecido como a Joia do Tempo.

Inclusive, o personagem de Cumberbatch só consegue derrotar o vilão mais poderoso do filme, Dormammu, por conta da Joia do Infinito. Com o Olho de Agamotto, o herói quebra as leis da natureza e prende o ser místico que comanda a Dimensão Negra em um loop temporal. Impressionante para um novato, né?

Vingadores: Guerra Infinita (2018)

Benedict Cumberbatch, Robert Downey Jr., Mark Ruffalo e Benedict Wong em Vigadores: Guerra Infinita

Benedict Cumberbatch, Robert Downey Jr., Mark Ruffalo e Benedict Wong no filme

Divulgação/Marvel Studios

No terceiro filme dos Vingadores, Thanos (Josh Brolin) quer executar sua missão de vida: reunir todas as Joias do Infinito. Para isso, o Titã Louco precisa enfrentar o Doutor Estranho, dono da Joia do Tempo, Wanda Maximoff (Elizabeth Olsen) e Visão (Paul Bettany), detentor da Joia da Alma.

Mas, para surpresa de todos os fãs de heróis, o mal vence. Stephen Strange entrega seu artefato místico para salvar a vida do Homem de Ferro, enquanto a Joia do Infinito do Visão é arrancada de sua cabeça por Thanos. Depois de concluir seu projeto, o Titã Louco estala os dedos e extermina metade da população do universo.

Vingadores: Ultimato (2019)

Elizabeth Olsen em cena de Vingadores: Ultimato

Elizabeth Olsen em cena de Vingadores: Ultimato

Divulgação/Marvel Studios

Depois de cinco anos, Tony Stark (Downey Jr.) descobre como reverter o estalo de Thanos. O grupo de heróis mais poderosos da Terra volta no tempo para tomar posse de todas as Joias do Infinito. Apesar do sacrifício da Viúva Negra (Scarlett Johansson), que morre para obter a Joia da Alma, os Vingadores conseguem trazer de volta os personagens exterminados.

O Doutor Estranho e outros personagens retornam para lutar mais uma vez contra Thanos e seu exército. E, dessa vez, os Vingadores vencem a batalha! Que alívio!

WandaVision (2021)

Elizabeth Olsen e Paul Bettany em cena de WandaVision

Elizabeth Olsen e Paul Bettany na série do Disney+

Divulgação/Disney+

A experiência de Wanda com os Vingadores não foi das melhores. Em um curto espaço de tempo, a personagem sofreu com as mortes de seu irmão Mercúrio (Aaron Taylor-Johnson) e do par romântico Visão (Paul Bettany).

Depois do funeral de Tony Stark, a Feiticeira Escarlate, em luto pela morte do Visão, joga sem querer um feitiço sobre a cidade de Westview para manter o seu sonho de ter uma vida feliz, criando uma realidade paralela. Ela controla mentalmente a população local para viver papéis dentro de sua fantasia.

Wanda também consegue materializar um novo Visão e até dá à luz, em dois dias, a dois meninos —Billy (Julian Hilliard) e Tommy (Jett Klyne). E, para deixar tudo ainda mais confuso, a personagem de Elizabeth Olsen precisa lutar com uma nova vilã. A bruxa Agatha Harkness (Kathryn Hahn), que logo vê o quanto a feiticeira é poderosa, decide medir forças.

Julian Hilliard em cena de WandaVision

Julian Hilliard em cena de WandaVision

Divulgação/Disney+

Então, pela primeira vez sob o codinome de Feiticeira Escarlate, Wanda mostra que é uma das personagens mais potentes do MCU, derrotando Agatha. Depois da briga, a heroína aceita sua realidade e acaba com a lavagem cerebral. Ao libertar a população de WestView, a personagem também precisa abrir mão de Visão e de seus filhos imaginários.

Depois do final tocante, a cena pós-crédito chocou o público. Em um refúgio, a feiticeira parece estar bem adiantada em seu treinamento. Ela aparece lendo o Darkhold, um poderoso livro de feitiços perigosos, quando ouve a voz de seus filhos pedindo ajuda.

Bônus: Para entender o multiverso:

Loki

Tom Hiddleston e Sophia Di Martino em cena de Loki

Tom Hiddleston e Sophia Di Martino em cena de Loki

Divulgação/Disney+

A primeira temporada de Loki serviu para introduzir o multiverso na Marvel. Depois de matar uma variante de Kang, o Conquistador (Jonathan Majors), personagem que controla as diferentes linhas do tempo, para garantir que sigam um destino determinado, a variante feminina de Loki, Sylvie (Sophia Di Martino), deixa o multiverso se formar novamente. A personagem ignora o aviso de Kang sobre as ameaças interdimensionais e abre as portas para a loucura.

What If…?

Doutor Estranho e Thor em cena de What If...?

Doutor Estranho e Thor (Chris Hemsworth) na animação What If...?

Divulgação/Disney+

A animação do Disney+ teve a função de explorar diferentes realidades alternativas. Os episódios da série reimaginam alguns eventos importantes do MCU, mudando algum elemento. O narrador da produção, o Vigia (Jeffrey Wright), explica o que acontece com o multiverso se um pequeno detalhe fora da linha do tempo original (que conhecemos) for alterado.

Homem-Aranha: Sem Volta para Casa (2021)

Tom Holland e Benedict Cumberbatch em cena de Homem-Aranha: Sem Volta para Casa

Tom Holland e Benedict Cumberbatch em cena de Homem-Aranha 3

Matt Kennedy/Marvel Studios

Ok, vimos o multiverso em prática em What If. Mas e se aplicassem esse conceito nos filmes da Marvel? Qual seria o resultado? A resposta é Homem-Aranha: Sem Volta para Casa (2021). No filme, Peter Parker (Tom Holland) precisa lidar com as consequências de ter sua identidade revelada.

Em busca de uma solução, o jovem pede ajuda para o Doutor Estranho. O mago decide fazer um feitiço para todos esquecerem que Parker é o Homem-Aranha. Mas, para azar do Cabeça de Teia, o encantamento não dá certo e acaba mexendo com a estabilidade do espaço-tempo.

O que acontece é que o Doutor Estranho acaba abrindo um portal para personagens de outras realidades do Multiverso. Duende Verde (Willem Dafoe), Doutor Octopus (Alfred Molina) e outros vilões vão parar na dimensão principal da Marvel.

Informar Erro
Falar com a equipe
QUEM FEZ
Victor Cierro

Victor Cierro

Repórter da Tangerina, Victor Cierro é viciado em quadrinhos e cultura pop e decidiu que seria jornalista aos 9 anos. É o foca da equipe e cria da casa: antes da Tangerina, estagiou no Notícias da TV, escrevendo sobre filmes e séries.

Ver mais conteúdos de Victor Cierro

0 comentário

Tangerina é um lugar aberto para troca de ideias. Por isso, pra gente é super importante que os comentários sejam respeitosos. Comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, com palavrões, que incitam a violência, discurso de ódio ou contenham links vão ser deletados.

Acesse sua conta para comentar

Ainda não tem uma conta?

Conteúdo fresco, direto da fruta

Quer ficar por dentro das notícias do mundo pop? É só assinar nosso conteúdo semanal