MÚSICA

Os integrantes do BTS em foto publicada no Instagram do grupo

Reprodução/Instagram

Lista

10 grupos fundamentais para conhecer o k-pop

Não sabe por onde começar a ouvir k-pop? A Tangerina te ajuda! Conheça alguns dos grupos mais influentes do gênero que dominou o mundo

Nicolle Cabral

Nicolle Cabral

A música pop coreana, o popular k-pop, tem todos os ingredientes de uma receita de sucesso: canções cativantes, batidas divertidas, clipes milimetricamente coreografados e uma estética altamente colorida. Uma fórmula capaz de definir tendências e mudar vidas, como fez com a carreira dos integrantes de dez grupos fundamentais para conhecer o k-pop, que a Tangerina lista aqui.

Com todos esses elementos citados acima, o gênero se tornou um fenômeno global que coleciona bilhões de visualizações no YouTube. Grande exemplo disso tudo, o BTS foi o primeiro grupo musical de k-pop a receber uma indicação ao Grammy. Em 2021, eles disputaram a categoria de melhor performance pop de duo ou grupo, por Dynamite.

Em 2019, o BTS desbancou estrelas pop norte-americanas, como Billie Eilish e Ariana Grande, com o Map of the Soul: Persona. O sexto disco do grupo alcançou o primeiro lugar em vendas nos Estados Unidos, ultrapassando When We All Fall Asleep Where Do We Go?, repleto dos hits sussurrados de Eilish.

No ano seguinte, o grupo lançou o tão esperado disco BE (Deluxe Edition), que imediatamente tornou-se uma tendência mundial. Ao lado dos idols do BTS, outros nomes expressivamente criativos movimentam essa exportação cultural, que chega a render mais de US$ 3,7 bilhões por ano para a economia sul-coreana.

Conheça quem está para lá de maduro nessa horta.

Blackpink (2016 — atualmente)

Integrantes da Blackpink em cena do clipe How You Like That

O clipe de How You Like That acumulou 86,3 milhões de visualizações em 24 horas

Reprodução/YouTube

Formado por Jisoo, Jennie, Rosé e Lisa, o Blackpink foi o primeiro grupo de k-pop a integrar o Clube do Bilhão, aberto pelo sul-coreano Psy, com o single Ddu-Du Ddu-Du. Máquina de hits, a girl band quebrou vários recordes ao longo da carreira, entre eles o posto de grupo feminino coreano mais seguido no Spotify e o com mais usuários inscritos no YouTube.

Com os vídeos de Kill This Love (2019) e How You Like That (2020), as idols alcançaram a marca de videoclipe mais assistido nas primeiras 24 horas após o lançamento no YouTube. No disco mais recente de Lady Gaga, Chromatica, as integrantes colaboram na faixa Sour Candy, um pop chiclete e divertido.

NCT 127 (2016 — atualmente)

Os integrantes de NCT-127, subgrupo de k-pop

O subgrupo é dono dos hits Cherry Bomb, Kick It e Regular

Divulgação

Criado pela SM Entertainment, o grupo é formado por alguns integrantes do NCT. Taeyong é o líder e participa, inclusive, de mais subunidades do k-pop. O artista já escreveu mais de 30 canções para os parceiros musicais e também prepara lançamentos solos.

Com o segundo disco de estúdio, Neo Zone, o grupo de sete integrantes conquistou o top cinco na Billboard 200, a parada de álbuns dos EUA. O lançamento também rendeu a marca de primeira subunidade a vender mais de um milhão de cópias em 2020. Os hits Cherry Bomb, Kick It e Regular estão entre os favoritos dos fãs.

BTS (2013 — atualmente)

Os integrantes do BTS em foto publicada no Instagram do grupo

Os idols colecionam recordes de prêmios, visualizações e menções da indústria

Reprodução/Instagram

Os rappers Suga, RM e J-Hope e os vocalistas Jimin, V, Jin e Jungkook são fenômenos globais. Como mencionado acima, a boyband conquistou o mundo e é, definitivamente, o maior nome do k-pop. No Spotify, o BTS possui 41 milhões de ouvintes mensais e foi o artista com discos mais vendidos a partir da década de 2010.

Em 2021, o grupo recebeu o maior prêmio internacional da carreira até hoje. O BTS foi eleito artista do ano no American Music Awards. Ainda na cerimônia, os rapazes se consagraram pelo terceiro ano consecutivo na categoria de melhor duo/grupo pop.

EXO (2012 — atualmente)

Os integrantes do grupo EXO

O grupo foi eleito pela Forbes Korea como uma das celebridades mais poderosas do país

Divulgação

A estreia do EXO foi em 2012, com o single Mama e o EP de mesmo nome. O mix brilhante —e otimista— de hip-hop, R&B e rock fez com que o EXO conquistasse quatro vezes o primeiro lugar nas paradas de discos da Billboard. Com um ano de vida, o grupo lançou o primeiro disco de estúdio, XOXO, e logo chegou ao topo de vendas na Coreia do Sul com músicas em coreano e mandarim.

Além dos lançamentos com todos os integrantes, o grupo também possui algumas subunits, que consistem em formações menores para lançamentos e promoções específicas, como o EXO-CBX (Chen, Baekhyun e Xiumin) e o EXO-SC (Sehun e Chanyeol).

Miss A (2010 — 2017)

As integrantes de Miss A

Os fãs sentem falta dos hinos feministas compostos pelo quarteto, sucesso dos anos 2010

Reprodução/Instagram

Ativo entre 2010 e 2017, o quarteto fez sua estreia com o single Bad Girl Good Girl, que conquistou rapidamente o topo das paradas sul-coreanas da Gaon Digital.

A discografia de Miss A foca em questões femininas, sendo considerada uma coleção de hinos de empoderamento da mulher. Entre os sucessos estão I Don’t Need a Man, Good-bye Baby e, claro, Bad Girl Good Girl.

Girls’ Generation (2007 — atualmente)

As integrantes do grupo Girls Generation

Conquista! O Girls Generation foi o primeiro grupo a ter um álbum não japonês certificado pelo RIAJ

Divulgação

Taeyeon, Sunny, Tiffany, Hyoyeon, Yuri, Sooyoung, Yoona e Seohyun divertem o público com canções inspiradas no electro pop e bubblegum pop. Ao longo da carreira, elas chegaram a incorporar outros gêneros como o hip-hop, R&B e EDM nas canções.

O disco de estreia, também batizado de Girls’ Generation, levou o grupo feminino a ser o primeiro não japonês a receber uma certificação de milhão de vendas pela Recording Industry Association of Japan (RIAJ). Além do recorde de vendas, em 2017, elas foram eleitas o melhor grupo de k-pop dos anos 2010, pela Billboard.

BIG BANG (2006 — atualmente)

Integrantes do Big Bang, grupo de k-pop

Em 2016, eles foram os primeiros do k-pop a alcançar a marca de 200 milhões de visualizações

Reprodução/Instagram

O Big Bang estreou oficialmente em 2006, mas o sucesso veio no ano seguinte, com o lançamento do EP Always. O registro conta com Lies, grande hit do grupo formado pela YG Entertainment.

As produções subsequentes conquistaram apelo popular e o grupo seguiu crescendo no mercado fonográfico. A consolidação veio quando os discos Big Bang (2009), Big Bang 2 (2011), Alive (2012) e Made Series (2016) receberam certificação de ouro pela Recording Industry Association of Japan (RIAJ).

A fama musical, contudo, foi ofuscada pelas acusações contra Seungri. O integrante supostamente se envolveu com organização de prostituição, jogos de azar ilícitos e desvio de dinheiro público. Em março de 2019, ele anunciou a aposentadoria, devido aos escândalos.

Super Junior (2005 — atualmente)

Os integrantes do Super Junior em trecho do clipe Devil

O disco Sorry, Sorry foi super bem recebido pela crítica

Reprodução/YouTube

Inicialmente, o grupo estreou com 12 integrantes: Leeteuk, Heechul, Han Geng, Yesung, Kangin, Shindong, Sungmin, Eunhyuk, Donghae, Siwon, Ryeowook e Kibum. Ao longo dos anos, eles foram divididos em grupos menores para alcançar diferentes públicos. O êxito comercial veio com Sorry, Sorry, de 2009. O registrou bateu recordes por ficar dez semanas consecutivas em primeiro lugar na Coreia do Sul e 37 semanas nas paradas taiwaneses de k-pop.

Fly To The Sky (1999 — atualmente)

Os integrantes do duo Fly to the Sky

Eles são considerados a primeira dupla de R&B da Coréia do Sul

Divulgação

A dupla sul-coreana formada por Brian Joo e Hwanhee ficou inicialmente conhecida por cantar e dançar rap. O sucesso, porém, veio com canções de bubblegum pop e techno music. No início de 2002, o duo quis mudar o direcionamento artístico e lançou o disco Sea of Love.

A partir daquele ano, e nos discos seguintes, a dupla consagrou-se com o estilo R&B, sendo considerada a primeira da Coreia do Sul a seguir por esse estilo.

Drunken Tiger (1999 — atualmente)

O Drunken Tiger em foto de divulgação

O grupo faz parte do Movement Crew, um coletivo de artistas de hip-hop da Coreia do Sul

Divulgação/Jungle Entertainment

Pioneiro do hip-hop coreano, o Drunken Tiger se lançou em 1999, com o disco The Year of the Tiger. Na época, o lançamento causou controvérsias devido às letras explícitas. O grupo, que escrevia as próprias canções, expressava revolta às instituições oficiais e não fazia coreografias. Dessa forma, I Want You e Do You Know Hip-hop foram alçadas a clássicos do gênero.

O líder do grupo, Tiger JK, também fundou duas gravadoras musicais: Jungle Entertainment e Feel Ghood Music. Até hoje, ele é considerado uma figura influente no desenvolvimento do hip-hop coreano, principalmente por levar o ritmo ao mainstream. Embora a formação atual não seja a original (Tiger JK e DJ Shine), o fundador seguiu colaborando com outros nomes da música coreana.

Extra: SuperM (2019 — atualmente)

Os integrantes de Super M, grupo que reúne vários nomes do k-pop

Quase como 'Os Vingadores do k-pop', o SuperM reúne vários artistas famosos do gênero

Divulgação

O supergrupo é formado por alguns dos artistas mais incensados do gênero. Dos sete integrantes, quatro participam de grupos famosos de k-pop ainda ativos: EXO, WayV, NCT 127 e SHINee. O projeto é recente, porém já rendeu sucessos. O single de estreia, Jopping, foi elencado pela Billboard como uma das 25 melhores músicas de k-pop de 2022.

Além disso, o EP autointitulado estreou em primeiro lugar na Billboard 200. Esse feito deu ao SuperM o título de segundo grupo sul-coreano a liderar a parada dos Estados Unidos. Baekhyun, Taemin, Kai, Taeyong, Ten, Lucas, Mark fazem parte do time dos “Vingadores do K-pop”.

Preparamos, também, outros conteúdos básicos para você que quer começar a surfar a onda sul-coreana.

Informar Erro
Falar com a equipe
QUEM FEZ
Nicolle Cabral

Nicolle Cabral

Antes de ser repórter da Tangerina, Nicolle Cabral passou por Rolling Stone, Revista Noize e Monkeybuzz. Nas horas vagas, banca a masterchef para os amigos, testa maquiagens e cantarola hits do TikTok.

Ver mais conteúdos de Nicolle Cabral

0 comentário

Tangerina é um lugar aberto para troca de ideias. Por isso, pra gente é super importante que os comentários sejam respeitosos. Comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, com palavrões, que incitam a violência, discurso de ódio ou contenham links vão ser deletados.

Acesse sua conta para comentar

Ainda não tem uma conta?

Conteúdo fresco, direto da fruta

Quer ficar por dentro das notícias do mundo pop? É só assinar nosso conteúdo semanal