Oscar 2022: Tudo sobre o maior prêmio do cinema - Tangerina
9.fev.2020 - Jane Fonda apresenta o Oscar de melhor filme durante a cerimônia do Oscar 2020
Especial

Guia do Oscar: As datas, os filmes, a história e as tretas do prêmio

Tudo sobre a disputa pela pequena e cobiçada estatueta banhada a ouro, um dos prêmios mais desejados do mundo do cinema

AMPAS

Gabriela Franco
Gabi Franco
Navegue pela notícia

Quem nunca brincou de receber o Oscar no chuveiro, segurando o frasco de xampu como se fosse a estatueta e o chuveirinho como microfone, com certeza não viveu plenamente. Apesar de existirem prêmios considerados mais prestigiosos na indústria cinematográfica —como a Palma de Ouro de Cannes, o Urso de Ouro de Berlim, além dos regionais e daqueles que contemplam também o cinema independente—, é para o maior e mais glamouroso deles que os olhos do mundo inteiro se voltam: o Oscar, prêmio distribuído pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood.

A cerimônia do Oscar 2022 aconteceu no dia 27 de março, e ficará marcada por uma polêmica que nada tem a ver com os filmes: depois de uma piada do Chris Rock sobre sua mulher, Jada Pinkett-Smith, Will Smith foi até o palco e deu um tapa no comediante.

A confusão acabou ofuscando os premiados, mas a cerimônia teve outros momentos marcantes, como o primeiro Oscar para um ator surdo —Troy Kotsur, como ator coadjuvante por No Ritmo do Coração— e uma apresentação de Beyoncé direto de uma quadra de tênis no bairro onde Venus e Serena Williams cresceram.

Para quem já está com saudade do frisson do tapete vermelho, preparamos um guia com tudo que você precisa saber sobre a maior premiação do cinema, das informações sobre o Oscar 2023 à história da premiação, passando pelas regras e polêmicas —que vão muito além do desentendimento entre Smith e Rock.

Quando é o Oscar 2023

A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood anunciou que o Oscar 2023 será realizado no dia 12 de março de 2023. A lista de indicados será divulgada no dia 24 de janeiro. Assim, a premiação volta a seu calendário normal depois de precisar reajustar seu calendário em 2021 e 2022, por conta da crise sanitária causada pela pandemia de Covid-19. O Oscar 2023 será realizado no Dolby Theatre, em Hollywood, Los Angeles.

Quais são os vencedores do Oscar 2022

Desbancando Ataque dos Cães, de Jane Campion, que tinha 12 indicações, No Ritmo do Coração foi o grande vencedor do Oscar 2022, com os prêmios de melhor filme, roteiro e ator coadjuvante. O filme de Campion, que era favorito, ficou apenas com o prêmio de melhor direção. Quem levou o maior número de estatuetas, seis, foi Duna, mas principalmente em categorias técnicas: fotografia, efeitos visuais, som, design de produção, edição e trilha sonora. Leia mais »

Como assistir aos filmes vencedores do Oscar 2022

Apesar de os cinemas terem reaberto já há algum tempo, o Oscar 2022 novamente deu destaque para filmes disponíveis nas principais plataformas de streaming. É o caso de No Ritmo do Coração, disponível no Amazon Prime Video; Ataque dos Cães, lançado pela Netflix; Duna, que já está no catálogo da HBO Max; e Encanto, que chegou no Disney+.

Sorte sua, que já pode assistir aos principais vencedores do Oscar no conforto do sofá. A Tangerina preparou a lista completa de onde assistir aos vencedores, e você só precisa agendar a maratona. Leia mais »

As curiosidades do Oscar 2022

O Oscar 2022 teve muitos recordes e curiosidades. Por exemplo, Troy Kotsur, de No Ritmo do Coração, foi o primeiro ator surdo a ser indicado ao Oscar —e a vencer. Jane Campion, que comanda Ataque dos Cães, tornou-se a primeira mulher indicada duas vezes ao Oscar de melhore direção, e a terceira vencedora. Já Steven Spielberg e Kenneth Branagh bateram recordes de indicações. Spielberg conseguiu o feito de ser indicado a melhor diretor em seis décadas diferentes. E Branagh é a primeira pessoa a receber sete indicações em sete categorias diferentes —e acabou ficando com a estatueta de melhor roteiro original. Leia mais »

8.fev.2020 - O Dolby Theater, em Los Angeles, se prepara para receber a 92ª edição do Oscar

O Oscar volta ao Dolby Theatre em 2022 depois de mudanças em 2021 por conta da pandemia de Covid-19

Troy Harvey/A.M.P.A.S.

Onde assistir ao Oscar

No Brasil, a principal cerimônia do cinema mundial costuma ser transmitida pelo cana a cabo TNT e pela Globo, que em 2022 abriu mão da transmissão e exibiu a cerimônia apenas em seu serviço de streaming, o Globoplay, gratuitamente.

A TNT também tem levado o Oscar pelo streaming por meio de sua própria plataforma, o app TNTGo.

E a que horas começa o Oscar? A cerimônia do Oscar geralmente se inicia às 22h, horário de Brasília, mas pode variar de acordo com o horário de verão nos Estados Unidos.

Como o Oscar surgiu

Logo após a criação da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, em 1927, seus membros, em sua maioria donos de grandes estúdios e profissionais da indústria, decidiram criar um prêmio para homenagear os destaques da área.

A resolução foi encarada como uma manobra para aquecer o mercado, incentivando a concorrência entre seus integrantes e motivando os especialistas a perseguirem a excelência e o profissionalismo no meio. Para isso, começaram a dar forma à premiação. O então diretor de arte dos estúdios MGM Cedric Gibbons foi o criador do Oscar: ele esboçou a figura de um cavaleiro segurando uma espada, em pé, na frente de um rolo de filme. 

Cinco raios saíam do carretel representando os cinco ramos originais da Academia – atores, diretores, produtores, técnicos e escritores – e a espada simbolizava proteção para o bem-estar e avanço da indústria. Foi um escultor de Los Angeles, George Stanley, quem deu vida ao desenho em três dimensões. Porém, no design final, a figura do cavaleiro foi remodelada e ganhou traços retilíneos e estilizados, e o rolo de filme ficou sob seus pés. Nascia a famosa estatueta.

Quando o Oscar começou, as primeiras estátuas eram de bronze, mas passaram a ser feitas de gesso durante a Segunda Guerra, devido à escassez de metais. Logo foram substituídas pelas atuais figuras banhadas a ouro e prata –não, o Oscar não é todo de ouro, para azar das estrelas. Sua forma não mudou desde seu nascimento, exceto quando foi acrescentado um pedestal, em 1945.

E onde foi o primeiro Oscar? A primeira cerimônia –simples, com duração de 15 minutos, apenas 15 estatuetas distribuídas e sem muito alarde da mídia– aconteceu em 16 de maio de 1929 no Hotel Roosevelt de Hollywood, a poucos metros de onde atualmente acontece, no Teatro Dolby. Mas a primeira edição já foi muito pomposa e concorrida entre as celebridades da época.

Divulgada inicialmente pelo rádio, a premiação foi transmitida pela televisão pela primeira vez apenas em 1953. Ganhou cores em 1966.

A cerimônia dos dias atuais pode durar até três horas e é vista por cerca de um milhão de telespectadores do mundo todo. Um espetáculo de celebridades, moda e glamour e, por conta da visibilidade, palco para grandes reivindicações na indústria do entretenimento.

A atriz Norma Shearer recebe o prêmio em 1929 pelas mãos do ator Conrad Nigel por sua atuação no filme "A Divorciada"

A atriz Norma Shearer recebe o prêmio em 1929 pelas mãos do ator Conrad Nigel por sua atuação no filme "A Divorciada"

Courtesy of the Margaret Herrick Library/Oscar

Qual o significado do nome Oscar

A princípio, o troféu foi batizado como Prêmio da Academia (Academy Award) mas é inegável que é mais conhecido por seu apelido, cujas origens não são muito claras. O folclore em torno da origem do nome Oscar é o que deixa tudo mais interessante. 

Diz a lenda que foi Margaret Herrick, bibliotecária da Academia e, posteriormente, sua diretora executiva, quem batizou a estátua. Quando a viu, teria dito que era a cara do seu “tio Oscar”. O apelido pegou e logo todos os funcionários nos corredores se referiam a ela como “Prêmio Tio Oscar”, que logo foi abreviado para Oscar. 

Mas a coisa se popularizou mesmo quando, na sexta edição do prêmio, em 1934, o colunista de celebridades Sidney Skolsky usou o apelido em sua coluna do jornal local, em referência ao primeiro Oscar de melhor atriz de Katherine Hepburn, por Manhã de Glória. A própria Academia, no entanto, não usou o apelido oficialmente até 1939.

Quem indica filmes ao Oscar

A Academia de Artes Cinematográficas é, antes de qualquer coisa, uma entidade criada para o desenvolvimento e promoção da indústria do cinema norte-americano. Além disso, representa os profissionais do setor junto aos sindicatos, algo levado muito a sério nos Estados Unidos.

Fazem parte da Academia mais de 9 mil profissionais ligados às diversas categorias do meio (atores, estilistas, figurinistas, editores, produtores, diretores, roteiristas, designers gráficos etc.). E entre eles está o seleto grupo que decide os indicados para as categorias do Oscar. Por razões éticas, a Academia acha por bem não tornar público o nome dos votantes, apesar de não haver restrição alguma caso queiram falar sobre sua condição nas redes sociais ou em reportagens jornalísticas.

A maioria dos indicados é apontada por seus colegas de área: atores votam em atores, diretores em diretores, áreas técnicas etc. Mas, em categorias como melhor filme internacional, melhor documentário (de curta e longa-metragem), melhor animação (curta e longa-metragem), os votos são dados por comissões especiais. 

Como funciona a votação do Oscar

Entre os anos 1945 e 2008, a Academia chegou a indicar até cinco obras por ano ao Oscar de melhor filme. Mas o furor causado em 2009 por Batman: O Cavaleiro das Trevas ter ficado de fora dos indicados, levou a organização a incluir dez candidatos nessa categoria, considerada a mais importante da premiação. Era uma forma de tentar incluir mais blockbusters e filmes populares entre os indicados.

Ter dez indicados ao Oscar permitirá aos votantes da Academia reconhecer e incluir alguns dos filmes fantásticos que aparecem com frequência em outras categorias do Oscar, mas têm ficado de fora da corrida pelo prêmio principal.

- Academia de Hollywood

ao anunciar mudanças na categoria de melhor filme, em 2009

Em 2011, eles mexeram no método de votação, implementando uma escala móvel e a categoria de melhor filme poderia ter de cinco a dez títulos. No entanto, enquanto a regra valeu, houve anos com até oito e nove indicados, mas nunca dez. Em 2022, a organização voltou a fixar o número de indicados novamente em dez.

A Academia já tentou tentou lidar com o problema dos filmes populares ficarem de fora de outras maneiras. Em 2018, chegou a anunciar uma categoria de melhor filme popular, mas voltou atrás depois de inúmeras críticas. Para 2022, chegou-se a uma solução diferente: fãs de cinema puderam votar em seus filmes preferidos pelo Twitter e site da Academia. Os votos valiam para qualquer filme, mesmo aqueles que ficaram de fora da lista oficial de indicados. E o vencedor será revelado durante a cerimônia de premiação.

Para a grande maioria das categorias, o processo é simples: ganha quem consegue mais votos. Já nos principais prêmios (melhor filme, melhor diretor, melhor ator e melhor atriz), os vencedores são decididos por um sistema chamado de método preferencial. Podem ser indicados até dez nomes e, entre estes, os votantes destacam cinco, por ordem de preferência.

Para ganhar direito a concorrer como melhor filme, por exemplo, a película precisa ter aparecido em primeiro lugar na lista de pelo menos um dos membros votantes. Quanto mais pessoas escolherem esse filme como melhor, mais chances ele tem de receber uma indicação.

A indicação final depende de um número mínimo de votos, chamado pela Academia de número mágico. Pega a calculadora que fica assim: total de votos dividido pelo total de indicações mais um (+1).

O voto é facultativo – então, digamos que 4 mil membros votaram. Divide-se 4 mil pelo número de indicações (que foram 10) +1 = 363,63, que é sempre arredondado para cima = 364. Esse será o número mágico. 

Se um filme for o preferido de mais de 364 membros, ele já tem indicação garantida. Se apenas dois filmes alcançarem esse número, então será necessária outra rodada de votação.

Após cada rodada, o filme menos votado é eliminado e os votos dos filmes restantes são redistribuídos de acordo com os preferidos das listas. O processo segue até que todos os pontos sejam distribuídos ou até que o número de indicações seja preenchido. Ufa! 

Empresas de auditoria terceirizadas acompanham toda a votação, para minimizar erros ou injustiças.

Os ganhadores do Oscar ganham prêmios em dinheiro?

Que os ganhadores levam para casa a estatueta dourada, todo mundo sabe, mas uma dúvida que muita gente tem é se, além do troféu, os premiados também recebem um valor em dinheiro. E se os ganhadores quiserem vender o prêmio, pode?

As zebras do Oscar

Estatuetas do Oscar

O sistema de votação do Oscar às vezes leva algumas zebras a vencerem

Richard Harbaugh/AMPAS

O problema desse método é que, muitas vezes, o filme indicado pode ser o segundo ou terceiro lugar na maioria dos votos, e não o primeiro da lista. Taí a resposta para quando aquele filme azarão, que você nunca imaginou que levaria o Oscar, acaba  tirando o prêmio dos favoritos.

Segundo entrevista do diretor da Academia Ric Robertson à AFP (Agence France-Presse), “a ideia desse voto ‘alternativo’ era refletir os desejos do maior número de votantes, pois, do contrário, existia o risco de terminar com um filme que 25% das pessoas adoraram, mas que o resto não suportava”.

Os membros podem propor mudanças nos métodos de avaliação quando bem entenderem, e algumas categorias adotam métodos mais fáceis. Como a de melhor canção original: os membros dão notas de seis a dez, e só quem tiver média acima de 8,5 entra na disputa.

As polêmicas do Oscar

Durante muitos anos, mas principalmente durante os anos 2000, a Academia foi alvo de pressões do público, mídia e até de muitos funcionários da indústria do entretenimento para que as regras de premiação fossem mais inclusivas, e para que houvesse mais diversidade entre seus representantes.  

Em 2016, com a polêmica que ficou conhecida como #OscarSoWhite, que tinha como objetivo mostrar como a grande maioria dos premiados era de pessoas brancas, a entidade começou a promover algumas pequenas mudanças. Na época, de seus 6 mil membros, 93% eram homens brancos com idade média de 64 anos.

28.fev.2016 - Chris Rock apresenta o Oscar 2016

2016 foi o ano do #OscarSoWhite

Na cerimônia, o apresentador Chris Rock falou sobre a falta de indicados negros

Dois anos depois, em 2018, outra polêmica permeou o mundo do entretenimento com a campanha #MeToo, que ganhou adesão maciça de atrizes de Hollywood contra a cultura do assédio sexual no meio cinematográfico e do entretenimento.

A bomba explodiu depois que o jornal The New York Times publicou um artigo acusando um dos maiores executivos de Hollywood, Harvey Weinstein, de ter assediado, abusado e até estuprado inúmeras atrizes. Por conta da hashtag, que se tornou um movimento, outros casos vieram à tona e o produtor recebeu uma pena de 23 anos de prisão.

Desde então, a Academia anunciou que duplicaria a quantidade de mulheres e membros de minorias étnicas entre os votantes. Em 2020, já contavam com um terço de mulheres e 19% de membros pertencentes a minorias sub-representadas. Também aumentou o número de membros estrangeiros. Agora, mais de 2.100 não são americanos. 

Ainda em 2020, a organização decidiu implementar novas regras de representação e inclusão. Elas serão obrigatórias para produções que pretendem concorrer ao prêmio de melhor filme a partir de 2024:

  • ter membros de minorias, como negros ou latinos, em papéis de protagonistas ou coadjuvantes, ou 30% do elenco composto por grupos sub-representados;
  • ter um número determinado de membros de grupos sub-representados e minorias sociais, como mulheres ou pessoas com deficiência, em cargos de liderança, ou 30% da equipe geral;
  • oferecer cargos pagos de estágio ou de aprendizado para membros de grupos pouco representados nos estúdios, distribuidoras e produtoras, além de vagas de oportunidades de desenvolvimento e de treinamento para membros desses grupos em cargos menores na equipe de produção;
  • ter cargos de liderança nos estúdios e/ou produtoras preenchidos por membros de minorias ou grupos pouco representados nas equipes de marketing, distribuição e/ou publicidade.

Quem quiser estar entre os indicados para a categoria de melhor filme, vai precisar cumprir ao menos dois desses quatro requisitos. 

No dia 27 de março, a Tangerina traz uma cobertura completa e refrescante do Oscar 2022. Acompanhe nosso site, Instagram e Twitter para ter um gostinho da noite mais importante do cinema.

Informar Erro
Falar com a equipe
QUEM FEZ
Gabriela Franco

Gabi Franco

Editora de filmes e séries na Tangerina, Gabi Franco é criadora do Minas Nerds, jornalista, cineasta, mãe de gente, pet e planta. Ex- HBO, MTV, Folha, Globo… É marvete, mas até tem amigos DCnautas.

Ver mais conteúdos de Gabi Franco

0 comentário

Tangerina é um lugar aberto para troca de ideias. Por isso, pra gente é super importante que os comentários sejam respeitosos. Comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, com palavrões, que incitam a violência, discurso de ódio ou contenham links vão ser deletados.

Acesse sua conta para comentar

Ainda não tem uma conta?