GAMES

Artes de Elden Ring e Berserk

Montagem/Tangerina

Curiosidades

Elden Ring e Berserk: Referências do jogo ao legado de Kentaro Miura

Conheça as principais homenagens que o novo game dos criadores de Dark Souls presta ao famoso mangá Berserk

Jessica Pinheiro

Jessica Pinheiro

Elden Ring, mais recente jogo do estúdio japonês FromSoftware, presta uma série de homenagens ao premiado mangá seinen Berserk, do autor Kentaro Miura. Para veteranos, essa informação não é exatamente novidade, já que existem referências à obra nos outros games da desenvolvedora, como Demon’s Souls, a trilogia Dark Souls, Bloodborne e até mesmo em Sekiro: Shadows Die Twice.

Porém, com o falecimento do autor de Berserk em maio de 2021, as referências se tornaram ainda mais notáveis. Isso porque Hidetaka Miyazaki, presidente da FromSoftware e diretor de Elden Ring, era declaradamente fã do principal trabalho de Kentaro Miura.

Artes de Elden Ring e Berserk

Até mesmo a ambientação de Elden Ring é inspirada no mundo de fantasia sombria de Berserk, mangá criado por Kentaro Miura

Montagem/Tangerina

Escrito e ilustrado por Miura até a sua morte, o mangá Berserk começou a ser publicado em 1988 e é ambientado em um mundo de fantasia sombria inspirado na Europa medieval. A história gira em torno do trio composto pelos mercenários Guts, Griffith e Caska, outrora integrantes essenciais do renomado Bando do Falcão. Eles precisam lutar contra demônios (reais e internos) e lidar com os traumas causados pelo terrível evento conhecido como Eclipse, dentre outras questões pessoais.

Abaixo, a Tangerina lista as principais referências e homenagens prestadas por Elden Ring ao legado de Kentaro Miura. E fica o aviso: existem spoilers de Berserk. Cuidado para não azedar o seu dia!

Térvore x Árvore Mundial Espiral

Artes de Elden Ring e Berserk

A Térvore (à esquerda) e a Árvore Mundial Espiral (à direita) são parecidas, mas servem a propósitos diferentes

Montagem/Tangerina

Uma das referências mais notáveis é a Térvore de Elden Ring. A gigantesca e dourada árvore pode ser vista logo no início do game e serve como principal fonte de energia das Terras Intermédias.

No mangá de Berserk, existe a Árvore Mundial Espiral, composta por dois imensos troncos entrelaçados. Ela é conhecida como o marco zero de um evento intitulado de o Grande Rugido do Mundo Astral, que funde o mundo físico e o astral em um só. Ao pé da árvore está Falconia, cidade comandada por Griffith.

Blaidd, o Meio-Lobo x Armadura Berserker

Artes de Elden Ring e Berserk

Blaidd, o Meio-Lobo (à esquerda) tem até a mesma pose de Guts, após este último ser consumido pela famigerada Armadura Berserker (à direita)

Montagem/Tangerina

Em Elden Ring, você encontra um personagem não jogável chamado Blaidd, o Meio-Lobo. Ele fica nas Ruínas da Floresta da Névoa e carrega uma enorme espada. Além disso, como seu subtítulo deixa a entender, ele veste uma armadura com a cabeça de um lobo e pode uivar.

Blaidd, o Meio-Lobo é uma clara alusão a Guts, o protagonista de Berserk que, além de empunhar a enorme espada Dragon Slayer acima do ombro, em determinado momento é ainda consumido pela amaldiçoada Armadura Berserker. Quando isto ocorro e ela assume controle sobre Guts, o personagem uiva também.

Classe Prisioneiro x Griffith

Artes de Elden Ring e Berserk

A classe Prisioneiro (à esquerda) e Griffith após ser torturado, com seu famoso capacete do Bando do Falcão (à direita)

Montagem/Tangerina

Uma das classes que o jogador pode escolher em Elden Ring, chamada Prisioneiro, usa uma espécie de máscara de ferro que cobre praticamente toda a cabeça do personagem. O visual do arquétipo é uma referência a Griffith.

O deuteragonista e líder do Bando do Falcão é aprisionado e torturado pelo rei de Midland, no final do arco da Era de Ouro. E quando seus companheiros, incluindo Guts e Caska, o encontram, Griffith está irreconhecível, além de mudo e aleijado. Durante a fuga, é colocado nele o capacete de falcão, seu principal símbolo de comandante do grupo de mercenários.

Malenia, Espada de Miquella x Farnese de Vandimion

A chefe Malenia, Espada de Miquella (à esquerda) certamente deixou os fãs mais irritados do que Farnese de Vandimion (à direita)

Montagem/Tangerina

Malenia, Espada de Miquella é uma das chefes mais odiadas de Elden Ring (quiçá de toda a franquia Dark Souls?) por conta de sua dificuldade acima do comum. Mas um detalhe chama muito a atenção no visual dela: seu capacete com asas nas laterais se assemelha muito ao adereço que a Farnese de Vandimion usa.

Esta última é uma importante personagem de Berserk, pois além de liderar a guarda cerimonial d’Os Cavaleiros das Sagradas Correntes de Ferro, ela posteriormente se junta ao grupo de Guts.

Os mestre ferreiros: Hewg x Godot

Artes de Elden Ring e Berserk

Existe um mestre ferreiro em Elden Ring, assim como em outros jogos da série Dark Souls, mas Godot (à direita) é mais marcante que Hewg (à esquerda)

Montagem/Tangerina

Assim como os ferreiros de outros jogos da franquia Dark Souls, o Mestre Ferreiro Hewg de Elden Ring pode melhorar e forjar novos equipamentos para o jogador.

Hewg é encontrado em um local chamado Távola Redonda no game, e sua aparência lembra um pouco a de Godot, um ferreiro que vivia em uma região montanhosa de Midland em Berserk. Ele era bastante versátil, e além de ter sido o criador da Dragon Slayer, a espada de Guts; se torna mentor de Rickert, um ex-integrante do Bando do Falcão e sobrevivente do Eclipse.

Forte do Castelo Morne x Colina de Espadas

O Forte do Castelo Morne (à esquerda) serve praticamente como um memorial para Miura, pois recria uma cena marcante do mangá: a Colina de Espadas

Montagem/Tangerina

Em Elden Ring, o jogador pode encontrar a região do Forte do Castelo Morne, que abriga uma espécie de cemitério de espadas gigantes. O cenário é uma espécie de memorial de Miyazaki para Miura, já que em Berserk, Rickert homenageia seus companheiros do Bando do Falcão, mortos durante o traumático evento do Eclipse, amontoando as armas deles na chamada Colina de Espadas.

Informar Erro
Falar com a equipe
QUEM FEZ
Jessica Pinheiro

Jessica Pinheiro

Repórter da Tangerina, Jessica Pinheiro já cobriu games e tecnologia em veículos coo IGN Brasil, Loading TV e The Enemy. É streamer nas horas vagas e nasceu no Ceará, mas infelizmente não tem sotaque. Ama karaokê e também assina a Koluna Pop, onde traz todas as novidades do universo do k-pop.

Ver mais conteúdos de Jessica Pinheiro

0 comentário

Tangerina é um lugar aberto para troca de ideias. Por isso, pra gente é super importante que os comentários sejam respeitosos. Comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, com palavrões, que incitam a violência, discurso de ódio ou contenham links vão ser deletados.

Acesse sua conta para comentar

Ainda não tem uma conta?

Conteúdo fresco, direto da fruta

Quer ficar por dentro das notícias do mundo pop? É só assinar nosso conteúdo semanal