FILMES E SÉRIES

A cantora Kate Bush

Divulgação/Kate Bush

COINCIDÊNCIA

‘Renascida’ em Stranger Things, Kate Bush quase fez parte de Thor 4

Além do sucesso de Running Up that Hill, usada em Stranger Things, Kate Bush por pouco não emplacou outro retorno em Thor: Amor e Trovão

Luciano Guaraldo

No topo das paradas por causa de Stranger Things, a cantora Kate Bush quase emplacou outro retorno de peso em Thor: Amor e Trovão. O ator Christian Bale, que vive o vilão Gorr no quarto longa solo do Deus do Trovão, revelou que a produção teria uma cena de dança inspirada pelas músicas da britânica. A cena, no entanto, não chegou a ser rodada.

Taika [Waititi, diretor] e eu queríamos fazer uma dança completa, que acabamos não filmando, mas tínhamos preparado toda uma coreografia em cima da música de Kate Bush”, disse ele à revista Total Film. “Acho que Taika percebeu que nunca iam permitir que ele colocasse aquilo no filme.”

Para compor o carniceiro dos deuses, o vencedor do Oscar buscou outra inspiração musical. “Acho que a coisa mais comum que eu usei na hora de me preparar foi o clipe Come to Daddy, do Aphex Twin. Mas não sei se isso vai ser perceptível na edição final de Thor.”

Stranger Things leva Kate Bush ao topo

Running Up That Hill, música de Kate Bush lançada originalmente em 1985, voltou às paradas depois de aparecer em uma das cenas mais marcantes da quarta temporada de Stranger Things. Em um texto publicado no seu site oficial, a cantora aproveitou para agradecer aos criadores da série, os irmãos Matt e Ross Duffer.

“Eu saúdo os irmãos Duffer pela sua coragem –levando esta nova série para um lugar muito mais adulto e sombrio. Quero agradecê-los muito por trazer a música para a vida de tantas pessoas”, escreveu ela, pouco depois de a faixa chegar ao topo das paradas britânicas no domingo (19).

Com isso, Kate Bush se tornou a artista feminina mais velha a atingir o topo, aos 63 anos, ultrapassando Cher, que tinha conseguido o posto aos 52 anos, com Believe, de 1998. Running Up That Hill também é a música que demorou mais tempo para atingir o número 1 no país, depois de quase 37 anos do lançamento oficial. A faixa tirou o posto do clássico Last Christimas, do Wham!, que só chegou ao topo em 2021, 36 anos após a sua divulgação.

A disparada ainda tem refletido na conta bancária de Kate. Uma fonte do The Sun afirmou que a cantora está recebendo cerca de £ 250 mil (R$ 1,57 milhão) por semana com o sucesso da faixa, que possui quase 1 milhão de reproduções diárias no Spotify. A cantora detém todos os direitos de gravação da música e é a única compositora também, o que lhe dá direito a quase todo o valor arrecadado.

Informar Erro
Falar com a equipe
QUEM FEZ

Luciano Guaraldo

Editor-chefe da Tangerina. Antes, foi editor do Notícias da TV, onde atuou durante cinco anos. Também passou por Diário de São Paulo e Rede BOM DIA de jornais.

Ver mais conteúdos de Luciano Guaraldo

0 comentário

Tangerina é um lugar aberto para troca de ideias. Por isso, pra gente é super importante que os comentários sejam respeitosos. Comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, com palavrões, que incitam a violência, discurso de ódio ou contenham links vão ser deletados.

Acesse sua conta para comentar

Ainda não tem uma conta?

Conteúdo fresco, direto da fruta

Quer ficar por dentro das notícias do mundo pop? É só assinar nosso conteúdo semanal