KOLUNA POP

2NE1, Hikaru Utada, Jackson Wang e aespa

Montagem/Tangerina

K-Pop

2NE1, Jackson Wang e Utada fazem história em apresentação no Coachella

Palco principal do festival é marcado por performances históricas de alguns dos principais artistas da música asiática, e ainda receberá o grupo de k-pop aespa no segundo fim de semana

Jessica Pinheiro

Jessica Pinheiro

O primeiro fim de semana do Coachella, um dos maiores festivais de música dos Estados Unidos, foi bastante agitado. Não bastasse o anúncio de um novo álbum do BTS durante o evento, as apresentações em si também bombaram, afinal, o palco principal reuniu alguns dos maiores nomes da indústria fonográfica asiática: Hikaru Utada, Jackson Wang, CL e seu lendário grupo feminino de k-pop, o 2NE1, dentre outros.

Parte do mérito desse momento histórico é devido à multinacional estadunidense 88rising, responsável pelo festival anual Head in the Clouds Forever. A companhia, conhecida por ajudar artistas asiáticos na América, colaborou com o Coachella e organizou um bloco no palco principal do evento musical, levando alguns de seus principais nomes para se apresentarem. 

Graças a isso, o primeiro fim de semana do Coachella foi marcado por performances épicas, como a de um dos nomes de maior peso da música pop japonesa Hikaru Utada. Artista nipo-estadunidense e não-binárie, sua apresentação aconteceu no sábado (16) com direito a duas músicas tema do game Kingdom Hearts: Simple and Clean e Face My Fears, além dos hits First Love, Automatic e T.

Na mesma noite, aconteceu a quente e marcante performance de Jackson Wang, integrante do grupo masculino de k-pop GOT7. Ele se tornou oficialmente o primeiro cantor chinês a se apresentar no palco principal do Coachella, gritando inclusive com muito orgulho para o público que ele veio da China. Através de uma performance mágica do novo single em inglês, Blow, que faz parte de seu próximo álbum Magic Man, o idol provou que é realmente gigante. No setlist também estavam os hits 100 Ways, Cruel e California (com Warren Hue e Rich Brian).

Mas a performance que realmente causou no Coachella entre o público que acompanha k-pop foi a da Lee Chae-rin, mais conhecida como CL. A rapper, compositora, dançarina, modelo e atriz sul-coreana se apresentou primeiramente sozinha com alguns de seus maiores hits: Spicy, Chuck e Hello Bitches.

Após isso, as luzes se apagaram e ela se juntou com outras três silhuetas enquanto as primeiras notas de um dos maiores hinos do k-pop, I’m The Best, começaram a tocar. Não demorou muito para o público se dar conta que CL havia se reunido com Park Bom, Dara e Minzy, suas colegas do lendário 2NE1, em um comeback surpresa.

CL foi a líder do 2NE1, desfeito em 2016, e a última vez que o quarteto se apresentou foi na premiação MAMA 2015. Nada foi oficializado sobre um retorno do grupo, mas a euforia do público e a repercussão da performance continua rendendo —e trazendo esperanças para quem acompanha o mundinho k-pop há pelo menos três gerações.

O bloco do 88rising contou ainda com a presença do trio de hip hop coreano Epik High, a impressionante cantora e produtora BIBI com a rapper Yoon Mirae, a banda Japanese Breakfast, e os artistas Warren Hue, MILLI, Niki e Rich Brian.

É ótimo ver o Coachella abrindo cada vez mais espaço para artistas do mundo inteiro em seu palco principal. Em 2019, as meninas do BLACKPINK fizeram um show muito super elogiado pela imprensa global e, apesar de não ter sido no palco principal do festival, o ato marcou a história do k-pop. Em 2022, é chegada a vez de outros idols da indústria asiática, o que abre precedentes para que performances desse tipo se repitam. 

Para o segundo fim de semana, inclusive, foi confirmada a participação do grupo feminino de k-pop aespa. Diferente do BLACKPINK, elas sim se apresentarão no palco principal do Coachella, e em seu setlist estão inclusos clássicos e uma música inédita.

A responsabilidade é de milhões, já que no mesmo dia em que o aespa se apresenta, estão marcados shows de nomes grandiosos da indústria musical como Billie Eilish, Megan Thee Stallion, Rina Sawayama, Stromae e a Pabllo Vittar, novamente representando o Brasil —ela e a Anitta marcaram presença também no primeiro fim de semana do Coachella.

Será que estamos prontos para este evento? E se acontecer uma participação da drag brasileira durante a performance do quarteto sul-coreano? A expectativa está lá em cima, e eu culpo a reunião surpresa do 2NE1 por isso.

Apenas para registro, eis a curiosidade de que havia ainda outros idols do k-pop no Coachella. O Kevin Woo, ex-integrante do U-KISS, e a Jennie do BLACKPINK, por exemplo, marcaram presença no festival, mas desta vez como fãs e não como artistas. Quase gente como a gente.

Informar Erro
Falar com a equipe
QUEM FEZ
Jessica Pinheiro

Jessica Pinheiro

Repórter da Tangerina, Jessica Pinheiro já cobriu games e tecnologia em veículos coo IGN Brasil, Loading TV e The Enemy. É streamer nas horas vagas e nasceu no Ceará, mas infelizmente não tem sotaque. Ama karaokê e também assina a Koluna Pop, onde traz todas as novidades do universo do k-pop.

Ver mais conteúdos de Jessica Pinheiro

0 comentário

Tangerina é um lugar aberto para troca de ideias. Por isso, pra gente é super importante que os comentários sejam respeitosos. Comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, com palavrões, que incitam a violência, discurso de ódio ou contenham links vão ser deletados.

Acesse sua conta para comentar

Ainda não tem uma conta?

Conteúdo fresco, direto da fruta

Quer ficar por dentro das notícias do mundo pop? É só assinar nosso conteúdo semanal